Olhar Direto

Sábado, 20 de outubro de 2018

Opinião

Não podemos permitir a volta do PT ao poder

Autor: Nilson Leitão

07 Out 2018 - 08:00

Como líder da bancada do PSDB na Câmara dos Deputados, fui um dos principais defensores da Operação Lava Jato e da limpeza ética e moral promovida nos últimos anos pela força-tarefa no Brasil. Como líder das minorias e oposição a aquele Governo, fui um dos primeiros congressistas a defender a queda da presidente Dilma Rousseff (PT) assim que identifiquei a existência de fortes indícios do aparelhamento estatal pelos tentáculos monstruosos do molusco.

Mais do que usurpar os cofres da Petrobrás visando eternizar seu projeto de poder, o Partido dos Trabalhadores roubou o sonho e a destituiu a esperança de milhares de brasileiros que ainda ansiavam por um país melhor e menos desigual. Sou antipetista e, como tal, tenho a certeza de que o próximo presidente tem que ser capaz de cumprir a dura missão de reerguer e reunificar o Brasil, colocando o país nos trilhos do desenvolvimento econômico de maneira sustentável. 

Precisamos ter coragem para tirar o pé desse lamaçal que o PT nos colocou, com a destreza de quem esquiva-se do duro golpe de esquerda que se configura. Em entrevista recente ao jornal El País, o ex-ministro José Dirceu já sinalizou que se Fernando Haddad não ganhar, "é questão de tempo pra gente tomar o poder". Tomar é diferente de ganhar. Eles não têm escrúpulos e farão de tudo para voltar. Cabe a nós impedir esse avanço.

Sendo assim, ao reiterar minha lealdade ao meu colega de partido e grande líder Geraldo Alckmin até o último dia desta campanha em primeiro turno, venho aqui assumir de antemão que apoiarei incondicionalmente o candidato Jair Messias Bolsonaro (PSL) num eventual segundo turno contra Fernando Haddad. Afinal, não podemos dar um passo para trás. Retroceder jamais, PT nunca mais! Adiante Brasil!  


Nilson Leitão é candidato a senador, deputado federal por Mato Grosso pelo PSDB, líder do partido na Câmara dos Deputados.
Sitevip Internet