Olhar Direto

Domingo, 18 de novembro de 2018

Opinião

Amor e prevenção

Autor: GRACI OURIVES DE MIRANDA

28 Out 2018 - 08:00

A palavra amor, por ser ampla e complexa, convido o leitor a refletir sobre amor no cotidiano: trabalho e, nas relações sociais.

E através dos gestos, ações e produções administrativas que também evidenciamos que o amor é transferencial. Estas posturas de cuidados pela sociedade vêm sendo observadas no cotidiano social da Praça Alencastro de Cuiabá, Mato Grosso-MT.

A Praça Alencastro, recebeu o sobrenome do então Presidente da Província (1882), que, era o coronel José Maria de Alencastro. Até a atualidade as grandes obras recebem o nome do então gestor do período. 

Nos anos de 1909, In: Ayala 1914, órgão oficial “A Reacçao” evidencia através das imagens da: “Liga Matto-Grossenses de Livre-Pensadores” que, à Praça Alencastro era frequentada por famílias abastadas: latifundiários, exportadores e grandes comerciantes.

 O etnólogo Claude Lévi-Strauss (1938) e o médico Stein (1940) já enfatizavam em suas obras, que, praça Alencastro parecia um 'Balneário' com suas palmeiras. Contudo, era restrito a um pequeno grupo.

Os ‘coronéis’ que tinham poder aquisitivo enviavam os filhos para Europa ou outros países para adquirir saberes.

 Lamentavelmente, o local era restrito aos 'poderosos' estes que tinham acesso ao domínio do saber.

Na atualidade, a Praça Alencastro é um local em que ocorre grandes eventos, demonstrando que a Constituição está sendo cumprida bem-estar para todos.
Manifesta-se na Praça Alencastro: Amor e preservação.

Basta afirmar que na data de 26/10/2018 é manifesto a preservação e amor pela vida. Há zelo e providencias para com a sociedade, independentemente de sua história de vida.

Assim manifesta brilhantes ações do humanista Dr. Juares Silveira Samaniego, secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, que, organizou com sua equipe o evento: “MT Mama Outubro Rosa 2018”.

Existem lideranças que, estão preocupadas com ações que possam trazer benefícios para sociedade.

O prefeito Emanuel Pinheiro e secretariado estão de Parabéns! Esperamos que outros gestores do Estado também labutem por: Amor e prevenção.

Recorro a Música "desesperar jamais" “No balanço de perdas e danos/Já tivemos muitos desenganos/Já tivemos muito que chorar/Mas Agora, acho que chegou a hora(...)”. Ivan Lins/musica. 
 

GRACI OURIVES DE MIRANDA, professora Português/literaturas: Língua Portuguesa e inglês/literatura inglesa. Registro LP9614565/Demec/SP-SP.  Especialização História Social - UFMT. Curso - USP-SP: “Prática de ensino da língua inglesa”. 02 artigos científicos - UFMT. 04 Livros publicados, sendo 1 - obra científica
go.miranda@uol.com.br