Notícias / Universo Jurídico

22/02/2013 - 19:20

Justiça acata pedido de recuperação judicial do supermercado Modelo

Da Redação - Jardel P. Arruda

Foto: Reprodução

Justiça acata pedido de recuperação judicial do supermercado Modelo

O Juízo da Vara de Falência, Recuperação Judicial e Carta Precatória acatou o pedido de recuperação judicial do grupo de supermercados Modelo, o maior de Mato Grosso, com 36 unidades espalhadas por diversos municípios do Estado. A decisão garante a suspensão do nome do grupo no Serasa de todas as execuções judiciais e também nos cadastros de negativação.

Diretoria do Hipermodelo garante que não irá demitir funcionários
Hipermodelo fecha as portas e grupo põe culpa nas obras da Copa do Mundo 2014

O grupo terá um prazo de 60 dias para apresentar o plano de recuperação, sob pena de falência. Grosso modo, o grupo Modelo tenta negociação judicial de uma dívida estimada em R$ 184 milhões, que deixam a rede de supermercados fragilizado em termos financeiros. Do total da dívida, 75% são para com instituições financeiras, sendo que maiores credores são os bancos Safra, Itaú e Bradesco, além de fornecedores. Contudo, o número total de credores ultrapassa dois mil, entre quirografários e com garantia real.Também existem dividas trabalhistas.

“Renegociadas as dívidas o grupo terá retomada a capacidade de investimento e ampliação. A recuperação judicial existe para isso, renovar as empresas e mantê-las no mercado”, definiu Eduardo Henrique Barros, advogado da ERS Consultoria, escritório responsável pelo caso. De acordo com a visão do advogado do Modelo, é importante ressaltar que a recuperação judicial do Grupo acontece no momento ideal para dar novo fôlego à empresa.

De acordo com a decisão judicial, devido ao volume e complexidade do trabalho a ser realizado pelo administrador judicial, a rede de supermercados terá de pagar 5% do valor devido aos credores como taxa, além de um honorário de R$ 15 mil, pagos todo dia 30 de cada mês, depositado na conta única do Poder Judiciário.

Os credores terão até 30 dias para apresentar manifestações de objeção ao plano de recuperação judicial da rede de supermercados, contados a partir da publicação de edital em jornal impresso de grande circulação. As Fazendas Públicas Federal e Estadual deverão ser comunicadas através de carta e a Junta Comercial de Mato Grosso deverá incluir a expressão "Em Recuperação Judicial" na situação empresarial do grupo. 

No pedido de recuperação judicial, a empresa afirma que busca recuperar economicamente o devedor, assegurando os meios indispensáveis para a manutenção da empresa e dos empregos gerados pela rede de supermercados. O grupo ainda garante a viabilidade do negócio, afirmando que a operacionalização das atividades não podem ser prejudicadas por uma questão momentânea de iliquidez.

Entre as principais causas da atual situação da rede de supermercados está a crise econômica de 2008, que obrigou a empresa a tomar medidas de ajuste, pois os bancos internacionais, parceiros do grupo Modelo, diminuíram os créditos disponíveis, dando menos prazos e cobrndo juros mais caros.

Em 2012, parte das dívidas foram renegociadas, mas 40% do débito bancário não pode ser renovado, ocasionando inadimplência com fornecedores, fato que colocou a rede de supermercados em um ciclo vicioso: Com menos produtos ofertados no varejo, menor era a receita e mais difícil de se pagar as dívidas.

A recuperação judicial do grupo Modelo tenta salvar três mil empregos e a própria reputação. A rede de supermercados existe desde 1984, ano em que a família Magalhães inaugurou a primeira loja em Várzea Grande. Em 1987 foi aberta a primeira loja em Cuiabá e em 2000 a primeira fora da Região metropolitana, no município de Tangará da Serra.

Hoje, o Modelo é formado por 10 Supermercados, 2 Hipermercados, 3 Atacados de auto-serviço, 1 Centro de Distribuição, 3 Distribuidoras e a Transportadora Modelo. Atualmente, o Modelo está presente nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Tangará da Serra e Primavera do Leste.



Atualizada às 20h45

Notícias Relacionadas

Exibindo de "01" à "10" do total de "27"

por João, em 21/04/2013 às 16:23
De fato o Modelo é maior rede de supermercados do MT em dívidas. Desde seu inicio a empresa nunca foi capitalizada, sempre dependeu de empréstimos. Os seus diretores, sempre preocupados com os Sindicatos, asmat (associação dos supermecados do MT) e não cuidaram de suas lojas, pois em 20 anos que conheço a rede, nunca encontrei os gerentes nas lojas e sim em escritórios com ar condicionado tirando relatórios (isto é fato) O diretor presidente sempre preocupou-se em dar palestras como empresário, acho que palestra é para somente empresários bem sucedidos. Conheço todas as redes de Supermercados do MT. Machado(Sinop) Casa Aurora (Alta Floresta) Sangalleti (Sinop) Big Master (Tnagará da Serra) etc. todas empresas super capitalizadas, mas seus diretores estão focados em seu próprio negócio. A ostentação dos diretores do Modelo chegou ao ponto de ter uma aeronave KingAir estacionado no angar do aeroporto Marechal Rondon, e seu diretor presidente, deslocava de helicoptero para Chapada em um condominio de luxo (casa alugada). Como dizia o mega empresário Klein das Casas Bahia. Meu sucesso, é que nunca paguei juros e compro por 100 e vendo por 200, é por aí. Infelizmente a rede Modelo com dívida maior que 180 milhões, a falência é certa.
por marilza da costa natalino, em 27/03/2013 às 19:12
Tenho muita fé em Deus que o modelo vai sair dessa pois desde quando mudei para cuiabá eu e minha família compramos no modelo.E agora como funcionaria agradeço primeiramente a Deus e depois a vocês família modelo, trabalho na miguel sutil no período vespertino, todo o dia faço orações pelo modelo, sou evangélica penso comigo se todos unissem as forças Deus responderia mais rápido,mais uma vez obrigada por tudo.
por ronimar, em 24/02/2013 às 20:33
trabalho a quaze 5 anos nesta rede de supermecados, gosto sim de trabalha perto de minha casa no bairro cristo reis , sei que teve muitas pessoas incompetentes, uma administração branda,mas temos tambem pessoas competentes que sei que vai prova nos somos uma grande familia, isso que esta acontecendo poderia ser com qualquer outra empresa crises todos passam na vida, mas o que vale é não acha que tudo esta perdido, cada um tem sua opinão , a vocês rede modelo as criticas vão da forças para que tenham fé que vai dar certo, hoje faço uma faculdade de pedagogia sei que dia irei seguir meu rumo mas as gerações continuam, tambem tive varias comentarios sobre a essa profissão que queria, ai que fui atras e hoje estou eu la. eu torço para que tudo termine na vitoria a vocês,"que a manto de deus cubra a todos nos" boa sorte
por Luiz viçares primeiro K, em 24/02/2013 às 13:07
Qualquer Empresa que de três mil empregos merecesse um mínimo de respeito da população.
por naninha, em 23/02/2013 às 23:19
Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.
por alguem, em 23/02/2013 às 19:36
trabalhar na rede model de Rondonópolis é bom mas o que estraga aquele lugar e somente o gerente que tem a capacidade de acusar funcionários na aria de vendas como aconteceu com a minha pessoa e isso eu posso provar.
por silvia B Rodrigues, em 23/02/2013 às 15:03
E uma pena, mais resultado de uma pessima administracao, parece uma casa sem dono, totalmente desorganizado, funcionarios com preguica de atender, aquele velho ditado , o boi engorda com olho do dono , isso parece que n via no modelo, faltou mais presenca dos donas nas redes para verificar o que estava acontecendo.
por Rodrigo Reis, em 23/02/2013 às 13:52
Seus diretores sempre foram arrogantes com os fornecedores, cliente, funcionários. Gostaria de saber quem é louco que vai vender pra uma empresa que recorre a justiça pra dar o calote! humildade é bom e se aprende desde o berço
por juliana, em 23/02/2013 às 13:11
Boa sorte para o modelo,espero que recuperem logo,querendo ou não ele faz parte de cuiaba Força,fe em Deus que tudo dara certo!
por O Contribuinte, em 23/02/2013 às 12:59
A rede de Supermercados Modelo fez história em Mato Grosso , trazendo um novo seguimento de modernidade na época em que se instalou em Mato Grosso , quebrou muitos donos de bulixo com se diz na linguagem Cuiabana... Hoje é umas da empresas que paga muito mau aos funcionários , onde como qualquer empresa queria crescer sempre mais , pagando menos... Esperamos que pague os direitos trabalhistas daqueles que sempre suaram honestamente pra levar a marca durante todo esse tempo... A sua saúde financeira não é boa , pra recuperar ,leva tempo sem falar que a marca está arranhada por chegar onde chegou... Uma empresa pra estar bem , deve ter uma boa gestão Financeira , estrutura de gente bem focada em suas metas ... Uma grande empresa sem visão , é como andar sem querer saber onde chegar e como chegar... Esperamos que o Ministério do trabalho , acompanhe esta situação...
Sitevip Internet