Olhar Direto

Sábado, 21 de outubro de 2017

Notícias / Turismo

Estudo de risco geológico será realizado no Portão do Inferno; assinatura de termo será hoje

Da Redação - Patrícia Neves

04 Ago 2015 - 10:21

Foto: Olhar Direto

Estudo de risco geológico será realizado no Portão do Inferno; assinatura de termo será hoje
Termo de Compromisso para a elaboração do estudo de risco geológico do Portão do Inferno, localizado na MT-251, em Chapada dos Guimarães, será assinado na tarde hoje, 4, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Associação Pró-desenvolvimento de Chapada.  

Leia Mais:
Governo viabiliza parceria inédita de projeto REDD+

O Portão do Inferno é um mirante em uma curva perigosa à beira da rodovia, com paredões que chegam a 150 metros de altura. De acordo com a Secretaria de Turismo, o objetivo do estudo é identificar e caracterizar as áreas de risco de queda de blocos e processos erosivos na borda das escarpas (paredões) e ao longo das trilhas; indicar e caracterizar locais favoráveis para a implantação de estacionamento, restaurante, trilhas e belvederes; e apresentar um layout com indicativos das áreas de risco para esses locais. 

O acordo também prevê o estabelecimento de diretrizes básicas voltadas ao projeto arquitetônico, incluindo medidas de controle dos processos de risco geológico e a concepção das obras a serem implantadas ao longo das trilhas e belvederes. 

Segundo a Secretaria de Turismo, este levantamento irá embasar projetos de infraestrutura turística para a reabertura do local, fechado em 2011 por decisão judicial. Proferida pelo juiz da Segunda Vara Cível e Criminal da Comarca de Chapada dos Guimarães, Eduardo Calmon de Almeida Cézar, a decisão se baseou em laudo elaborado por geólogos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que demonstrou que o local apresentava alto risco de desabamento. 

A reabertura do Portão do Inferno faz parte do projeto do Governo do Estado de viabilizar a implantação de um corredor do Ecoturismo no estado tendo como eixo principal Pantanal, Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Nobres, promovendo desenvolvimento econômico. 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jc
    04 Ago 2015 às 16:19

    Esse nascimento ai deve ser chines

  • Dlj
    04 Ago 2015 às 15:06

    Pode.se coloca o nome portao do. Projeto.porque no mt. So temprojeto.na capital da vergonha.sempre gostei da onra com meu voto .nuca mais vou vota

  • apreensivo
    04 Ago 2015 às 11:52

    SE EXISTE UM LAUDO DA UFMT "que demonstrou que o local apresentava alto risco de desabamento", QUERIA SABER O MOTIVO DE INTENSIFICAREM OS TRÁFEGO DE CAMINHÕES NA ESTRADA DA CHAPADA??????? É PARA CAIR MESMO OU ESTÃO ESPERANDO O QUÊ?????? E, OS CAMINHÕES BITRENS ETC PASSAM LIVREMENTE PARA LÁ, PARA CÁ.......

  • Observador
    04 Ago 2015 às 11:14

    Projetos, projetos, projetos...

  • Nascimento
    04 Ago 2015 às 11:11

    Deveria mudar o nome de Portão do Inferno, colocar um nome mais bonito. . por exemplo: Portão da Liberdade, Portão da Alegria, Portão da Felicidade.

Sitevip Internet