Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de março de 2017

Notícias / Turismo

Mais um trecho do bonde de Santa Teresa é reaberto a passageiros

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

28 Dez 2015 - 19:29

O tradicional bonde de Santa Teresa voltou hoje (28) a circular com passageiros até o Largo dos Guimarães, depois de mais de quatro anos. O trecho até o Largo do Guimarães estava interrompido desde agosto de 2011, quando um bonde descarrilou, deixando seis mortos e mais de 50 feridos.

O serviço está retornando gradativamente. O trecho entre o Largo da Carioca, no centro, e o Largo do Curvelo, em Santa Teresa, foi o primeiro a voltar a funcionar, em julho deste ano. Na primeira quinzena de janeiro, a expectativa é de que seja reativado o trecho entre a Rua Francisco Muratori, na Lapa, e o Largo do Curvelo.

“Nós ainda temos três quilômetros de vias sendo construídas entre a Praça Odilo e o Largo do França. O nosso cronograma segue com a entrega completa do projeto para 2017. E, em janeiro, vamos entregar o serviço da Francisco Muratori, que não funcionava desde 1966”, disse o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório.

A moradora de Santa Teresa, Loyse Soares, de 40 anos, foi um dos passageiros que fez a viagem inaugural até o Largo do Guimarães. “Para a gente, essa é a volta da cultura para o Rio de Janeiro. Isso aqui é um marco de Santa Teresa. Os turistas vêm aqui e querem conhecer o bonde. Isso traz vida ao bairro”, disse a passageira, que nasceu em Santa Teresa.

Já a pequena Luana, de três anos de idade, andou no bonde de Santa Teresa pela primeira vez. “A gente já havia andado muitas vezes, porque minha sogra e minha cunhada moram aqui, mas ela não. Na última vez em que eu andei, aliás, eu estava grávida”, disse Carla Nogueira, de 36 anos.

Animada com a volta do bonde, a turista argentina Elá Fleischman aproveitou para se deslocar do Largo do Guimarães até o Largo da Carioca, antes de pegar o metrô para Copacabana, na zona sul, com três amigas.

“A gente sabia que existia um bonde histórico e queria conhecê-lo. Quando soubemos que ele estava circulando, resolvemos pegá-lo para chegar a Copacabana. É lindo, porque, do bonde, podemos aproveitar mais a vista de Santa Teresa e da Lapa”, disse.

O bonde de Santa Teresa circula desde 1896. Além dos trechos já citados, os trechos até Silvestre e o Largo das Neves, ambos saindo do Largo do Guimarães, ainda não estão em operação.
Sitevip Internet