Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Carros & Motos

Evoque nacional chega às lojas na próxima semana

iCarros

14 Jun 2016 - 14:36

Em dezembro de 2014, a JaguarLand Rover lançava a pedra fundamental e anunciava o início da construção de sua fábrica na cidade de Itatiaia, no sul do estado do Rio de Janeiro. Passados um ano e seis meses, a empresa inaugura hoje (14) a unidade, que já produz o Evoque - inicialmente com motorização a gasolina e, em breve, também nas versões a diesel. E dentro de algumas semanas começará também a produção em solo nacional do Discovery Sport.

Modelos ficarão mais baratos?

Não. Assim como aconteceu com a maior parte dos importados nacionalizados, os preços de ambos os modelos não ficarão menores com a produção em território brasileiro. O Range Rover Evoque nacional começa a chegar às lojas do País na próxima semana. Ele será feito aqui nas cinco configurações disponíveis atualmente, com preços entre R$ 224.000 e R$ 265.900, lembrando que já é o modelo reestilizado, à venda desde o final do ano passado.

Primeiro a gasolina e depois a diesel

Chegam primeiro às concessionárias as três opções com o motor 2.0 a gasolina de 240 cv. As duas versões restantes a diesel começarão a ser fabricadas em Itatiaia nas próximas semanas. A novidade é que elas aposentarão o antigo propulsor 2.2 de 190 cv pelo novo 2.0 turbodiesel da família de motores Ingenium, que renderá 180 cv, mas com mais eficiência e fruto de um projeto da própria Jaguar Land Rover - o motor atual vem do grupo PSA. O câmbio não muda: segue o automático de nove marchas em todas as versões. E por enquanto, nem aguarde a vinda de motores flex como fez a Audi com a A3 Sedan. Isso deve ficar para um segundo momento. "Estamos estudando essa posibilidade, mas não para agora", afirma Gabriel Patini, diretor de marketing e produtos da América Latina.

Discovery Sport vêm logo depois

O Discovery Sport, por sua vez, também será feito aqui nas quatro versões oferecidas hoje, custando entre R$ 212.496 e R$ 258.796. Ele será produzido nacionalmente tanto a gasolina quanto a diesel - também já com o novo motor Ingenium. Ele deve chegar às lojas algumas semanas depois do Evoque. "A Land Rover já é líder de mercado no Brasil na categoria de utilitários esportivos (SUVs) premium respondendo por 33% de todas as vendas nesse segmento. O Range Rover Evoque e o Discovery Sport serão agora produzidos pela primeira vez na América Latina, escolhidos com base na popularidade já existente com clientes no Brasil", afirma Wolfgang Stadler, diretor-executivo de manufatura global.

Vendas deverão aumentar?

A expectativa da empresa é manter o volume atual de vendas após a nacionalização. Em maio, o Evoque teve 192 unidades emplacadas, somando 886 unidades nos primeiros cinco meses de 2016 de acordo com dados da Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores). O Discovery Sport vendeu 245 unidades em maio e totaliza 1.558 veículos no acumulado do ano. E para o próximo ano, quando a economia brasileira deve começar a mostrar sinais de melhora, há a expectativa de aumentar as vendas.

A produção deverá seguir o mix de vendas, ou seja, a proporção de versões a gasolina e a diesel irá variar conforme o volume de vendas em cada modelo. A ideia inicial é abastecer apenas o mercado brasileiro, sem planos no momento de exportar. Mas a empresa não descarta essa possibilidade daqui a alguns anos.

Jaguar também terá carro nacional?

É bem provável, mas num próximo passo. A empresa ainda não fala em outros modelos a serem nacionalizados, mas há grandes chances de o terceiro veículo a sair da linha de montagem de Itatiaia ser o Jaguar XE, sedã de entrada da marca britânica lançado no País em outubro do ano passado, ou o SUV F-Pace, que está em fase de pré-venda. Mais uma vez, isso não faz parte dos planos atuais do grupo.

A fábrica em números

Primeira fábrica própria fora do Reino Unido, a planta de 60 mil m² - equivalente a 8,5 campos de futebol - recebeu investimentos de R$ 750 milhões, gerando cerca de 400 empregos diretos e com capacidade de produção de até 24 mil veículos por ano. Toda essa capacidade está disponível desde a inauguração, variando conforme a demanda. A empresa afirma que já utiliza componentes de fornecedores locais na produção em Itatiaia, com planos de ampliar os índices de nacionalização futuramente. Contudo, ela não divulgou qual o índice de nacionalização atual no momento da inauguração da planta no Rio. Com 25 anos de operação no Brasil, hoje, a rede autorizada conta com 35 concessionárias Jaguar Land Rover no País.
Sitevip Internet