Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Notícias / Política MT

TCE aponta que Governo descumpre quase 90% das metas para retomada de obras da Copa

Da Redação - Jardel P. Arruda

15 Ago 2016 - 08:31

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

TCE aponta que Governo descumpre quase 90% das metas para retomada de obras da Copa
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aponta que foram descumpridos 88,67% das metas definidas nos Termos de Ajustamento de Conduta (TAGs) firmados com a Secretaria de Estado de Cidades (Secid) e empresas contratadas para a retomada de 22 obras da Copa do Mundo.

Leia mais:
Fiscalização do TCE encontra problemas em quase todas obras da Copa; empresas alegam falta de dinheiro

Uma das obras a apresentar problemas de prazo deve ser a trincheira do Santa Rosa. Na sexta-feira (12) foi publicada a rescisão do contrato com a empresa Camargo Campos, responsável pela obra. A trincheira de R$ 27 milhões estava empacada, já que a construtora havia declarado falência há alguns meses. Com isto, um novo processo licitatório deverá ser feito e a continuidade do projeto ficará para o ano que vem. Esta é a segunda empresa que abandona os trabalhos neste local.

Dos 22 TAGs, 10 correm o risco de não serem cumpridos, segundo o coordenador da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização do Cumprimento dos TAGs das Obras da Copa, conselheiro substituto João Batista de Camargo Júnior, que convocou coletiva de imprensa para tratar sobre o assunto, na tarde desta
segunda-feira (15), às 15h.

Conforme informações da assessoria de comunicação do TCE, serão divulgados dados do primeiro relatório da Comissão, elaborado a partir de duas vistorias realizadas nas 22 obras objeto de TAGs, sendo a primeira nos dias 13 e 14 de abril e a segunda nos dias 6 e 11 de julho.

Os TAGs tem prazo estipulado para a conclusão dos trabalhos é de 18 meses. Os termos incluem obras como Complexo Viário do Tijucal; Complexo Viário Dom Orlando Chaves que corta a Avenida da FEB em Várzea Grande; Complexo Viário da Miguel Sutil com a Trincheira da Avenida dos Trabalhadores; Complexo Viário da Miguel Sutil com a Trincheira do Santa Rosa; Duplicação da Rodovia Mario Andreazza ou Contorno Norte; Duplicação da Avenida da Guarita em Várzea Grande; Obras complementares do Verdão no entorno da Arena Pantanal;  entre outras.

Governo 

A Secretaria de Estado de Cidades informou que o Governo do Estado irá se manifestar por meio de nota sobre os dados apontados pelo TCE. 

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Wagner Lira
    15 Ago 2016 às 19:40

    Zé guaporé, em Maceió o VLT ficou pronto andei nele duas vezes que fui lá o total da linha: 32 km, o preço: 1,80 da onde vc tirou que aqui onde a linha seria de apenas 22 km teria uma taxa tão alta? Baseado em que?

  • Hugo
    15 Ago 2016 às 17:14

    Mato Grosso em transformação........ Se tornando suja, sinônimo de incompetencia por onde se anda, unico estado que tem um ex governador, ex pres da assembleia legislativa, secret de fazenda todos presos.. E DELE A TRANSFORMAÇÃO DO TAXIS

  • Ewerton
    15 Ago 2016 às 16:44

    Em meio a todo o descaso o gov Taques ainda me dá mais 3 kk a uma empresa de consultoria para fazer um relatório que para nada serviu. Ô dinheiro fácil é esse dinheiro do nosso imposto.

  • CIDADÃO
    15 Ago 2016 às 15:51

    pelo visto os povinho e adoradores do TCE nao gostaram muito da verdade jogada na cara....corrupção acontecerem embaixo de suas barbas e nada fizeram ...é a pura verdade quer queiram quer não.

  • Edson
    15 Ago 2016 às 14:24

    E uma vergonha tudo isso. As obras não andam e estão sofrendo intempéries. Daqui a pouco mais nada se aproveita. Dinheiro perdido.

  • Moacir
    15 Ago 2016 às 13:52

    Mas vem ca o TCE descobriu isso agora??????? Só 90% kkkkkkkkk

  • Zé Guaporé
    15 Ago 2016 às 13:51

    Desde muito tempo digo que Cuiabá não comporta VLT. Se um dia ele chegar a funcionar, será por alguns meses depois abandonarão o modal, pois além de ser caro para a renda da população cuiabana, ainda não levará as pessoas até seus pontos finais, necessitando o complemento dos ônibus que circulam nos bairros periféricos das duas cidades.

  • Léo
    15 Ago 2016 às 12:46

    TCE: CABIDE DE EMPREGO PARA POLÍTICO INCOMPETENTE, pra não dizer um outro adjetivo que possa ser bloqueado e que não seria nenhuma mentira.

  • Juarez Paulo da Costa
    15 Ago 2016 às 10:27

    meu comentario nao ofensivo vou resumir pedro tanque e gasolina incopetente

  • XIKO
    15 Ago 2016 às 10:25

    No governo Silval Barbosa às falcatruas correu solta sem fiscalizações, todas as obras da copa era para ser entregues em 2014 antes de começar o.mundial dos jogos, todos os dias aquele Secretário da copa Maurício dizia em bom som que as obras estava todas dentro do cronogramas e seria entregues no prazo, esse TCE fazia de cego, surdo e mudo,agora quer aparecer com um governo sério que encontrou sérias dificuldades e caixa vazio, conta outra TCE eu não sou bobo cheira cheira.

Sitevip Internet