Olhar Direto

Notícias / Esportes

Jorginho elogia atuação do Vasco e ressalta alívio após vitória

Felipe Schmidt/Cariacica, Espírito Santo

23 Out 2016 - 08:23

Mais do que a vitória, a atuação do Vasco contra o Paraná trouxe alívio ao técnico Jorginho. Em entrevista coletiva após o triunfo por 1 a 0, o treinador se mostrou satisfeito com a performance da equipe, elogiou a organização tática de seus jogadores. Por fim, celebrou a distância obtida em relação ao Náutico, quinto colocado, com seis pontos a menos que o Cruz-Maltino.

- Vitória fundamental. Era importante recuperarmos os três pontos que perdemos em casa (contra o CRB). A equipe foi protagonista. Poderia ter iniciado o primeiro tempo com 2 a 0. Traz (alívio) para a gente, para a torcida. Torcedor é isso: quer ver a equipe jogando bem. Fizemos um bom jogo. Não foi excepcional, mas consistente. Isso é importante – disse Jorginho. 

Para o treinador, a diferença entre o jogo contra o Paraná e os anteriores, em que o Vasco não esteve tão bem, foi a paciência para buscar o gol. Na análise de Jorginho, em outras partidas o time pecou ao se desorganizar conforme o tempo passava. 

- Creio que a equipe foi consistente e eficiente. A gente falou o seguinte: “Não vamos nos desorganizar se o gol não sair.” E aconteceu. Tivemos pelo menos duas oportunidades com o DG (Douglas), mas não perdemos nossa consistência, nossa organização. Falei para eles: “É muito importante voltar para o segundo tempo bem organizados. Não vamos nos desestruturar se perdermos um gol.” A gente estava deixando (nos últimos jogos), a gente se perdia. 

Confira outros tópicos da coletiva:

Reunião entre jogadores e comissão no fim do jogo

Aquilo é para mostrar demonstrar abertamente para todos que nós estamos sofrendo juntos, mas nos alegramos juntos. O ambiente é maravilhoso. Não é coisa para jogar poeira debaixo do tapete. Problemas acontecem, vêm para a gente resolver. Quando acontece o problema, somos homens com caráter suficiente para tratar no olho. Não gosto de ficar de frescurinha, de disse-me-disse. 

William

É um cão de guarda. Dá uma consistência muito grande à frente da nossa zaga. No jogo de hoje foi muito importante, porque no primeiro tempo nós sofremos com dois cartões amarelos dos nosso zagueiros. Isso dificultou. Não queria que o Luan e o Rodrigo saíssem para o mano a mano. William ia fazer isso. Ele foi muito eficiente. Tem trabalhado nos passes, no domínio, coisas que provavelmente não teve quando amador, são deficiências que tem que corrigir. Mas é um jogador fantástico.

Jogo contra o Avaí

Tem que ter cuidado com essa equipe, porque cresceu muito no segundo turno. Tem contra-ataque muito perigoso. Assim como nós jogamos contra hoje. Sabíamos que o Paraná ia jogar por uma bola, no contra-ataque, desviada do atacante para a entrada em velocidade dos jogadores. 
Sitevip Internet