Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de março de 2017

Notícias / Turismo

Presidente da CVC avalia falta de investimentos e divulgação do turismo em Mato Grosso por gestões passadas

Da Redação - Lázaro Thor Borges

27 Out 2016 - 11:50

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Guilherme Paulus

Guilherme Paulus

Após palestra direcionada aos funcionários da CVC de Cuiabá na tarde desta quarta-feira (25), o presidente da companhia, Guilherme Pallus, criticou a “falta de divulgação” do Governo do Estado em gestões passadas em relação à atração de turistas para a região do Pantanal, um dos principais pontos turísticos de Mato Grosso. Paulus está em Cuiabá para um ciclo de palestras com funcionários da CVC, a maior companhia de venda de pacotes de viagens da America Latina. O evento ocorreu no Espaço CDL, na sede da Câmara de Dirigentes Logistas de Mato Grosso.

Leia mais:
CVC vende pacote de uma semana com voo direto de Cuiabá para o Nordeste a partir de R$ 1,9 mil


Segundo o presidente da organização, o Pantanal teve uma queda no movimento de turistas nos últimos anos. Um dos motivos seria a falta de investimento na captação de turistas provenientes dos principais mercados do país, como São Paulo e Rio de Janeiro.

“O Pantanal Mato-Grossense perdeu muito. Acho que falta uma maior divulgação do governo. Uma presença mais de perto, com promoções junto a mercados como Rio de Janeiro, São Paulo e Minas que são os grandes exportadores para quem quer conhecer o Pantanal. A gente sente essa falta muito grande. No passado nós tínhamos um movimento muito grande, mas foi esfriando, foram diminuindo os vôos e realmente perdeu-se bastante. Mas nós acreditamos que o trabalho que está sendo feito pelo atual governo venha a retomar isso nesses últimos anos.”, afirmou.  

O empresário também falou sobre a falta de investimentos no setor e elogiou a inciativa do governador Pedro Taques (PSDB) na criação do programa “Pro-Turismo” que prevê investimentos pontuais no turismo estadual. De acordo com Paulus, Mato Grosso tem encontrado outros pólos alternativos que tem atraído os viajantes.

“O turismo no Estado tem passado por uma retomada. Encabeçada por cidades como Chapada dos Guimarães, Nobres e a própria capital Cuiabá. Acho que essa infraestrutura é que precisa melhorar para que os turistas voltem a ter curiosidade em conhecer Mato Grosso.”, disse.

Crescimento

A CVC tem enfrentado a crise econômica no país com resultados que tem deixado satisfeito o presidente da companhia. Ao falar sobre os números do turismo no Brasil e a quantidade de pacotes vendidos este ano Paulus sorri e comemora as metas cumpridas.

“Nós continuamos crescendo. Nossa meta este ano são 1100 lojas no Brasil todo. As metas de vendas também nós temos cumprido. Então hoje a companhia vive um grande momento, a CVC continua crescendo. Vamos abrir mais lojas no ano que vem, 100 lojas em 2017 no total. Estamos abrindo o mercado internacional também, vamos buscar mais Argentina, Uruguai, Colômbia, Peru e até o México.”

Paulus também lembrou que a empresa tem superado a expectativa de crescimento prevista para o setor por diversas entidades financeiras. A superação, de acordo com o presidente, provém da confiança e esperança que a CVC tem tido no mercado, principalmente em Cuiabá.

“Nosso movimento - principalmente no exportativo do pessoal do Mato Grosso para o Brasil todo e mesmo para o exterior - é de  crescimento. Continuamos mantendo o crescimento em até dois dígitos, superando até a própria expectativa de mercado de consumo do varejo. Nós devemos fechar este ano com 10% a mais do que o ano passado”, finalizou.  

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet