Olhar Direto

Segunda-feira, 29 de maio de 2017

Notícias / Esportes

MPE elabora TAC que proíbe corridas de rua entre 7h e 17h30 em Cuiabá

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

17 Nov 2016 - 16:00

Foto: Ilustração

Corridas de rua ganham novas regras

Corridas de rua ganham novas regras

A Sexta Promotoria de Justiça Cível publicou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com regras a serem observadas para realização de corridas de rua, em Cuiabá. O documento partiu de uma reunião com representantes do município e da Federação de Atletismo de Mato Grosso. Somente este ano, mais de 30 corridas de rua já foram realizadas na capital, todavia, sem regulamentação. A ausência chamou a atenção do Ministério Público Estadual (MPE).

Leia mais:
Avião da Latam colide em pássaro durante decolagem e tem de retornar ao aeroporto

Com a TAC, somente será permitida a realização do evento esportivo que estiver programado para ocorrer antes da 7h ou após as 17h30. A medida, que já havia sido adotada no primeiro TAC firmado em 2012, busca evitar transtornos aos atletas em razão das condições climáticas da capital mato-grossense.

Critérios foram ainda estabelecidos para autorização de interdições de vias públicas para a realização das corridas. O município deverá sempre certificar se o percurso indicado afeta vias principais de acesso a hospitais e pronto socorro. Caso positivo, o interessado terá que proceder a sinalização de rotas alternativas a esses estabelecimentos.

“Na impossibilidade da implementação de rota alternativa, a obrigação se destinará a preservar a desobstrução de trecho/faixa das vias para garantir o acesso aos estabelecimentos de saúde”, diz o acordo.

Outro ponto contemplado no acordo refere-se à conservação das vias públicas utilizadas. Caberá ao organizador, logo após a finalização das provas, a realização da limpeza do lixo acumulado nos eventos e das faixas de interdição e de sinalização alternativa.

Conforme o TAC, o município também ficará autorizado a impedir a realização do evento, mesmo após a emissão de sua autorização, quando julgar ausente estrutura e/ou segurança aos participantes, caso o organizador não promova a correção imediata da falha.

31 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eliane
    18 Nov 2016 às 19:22

    Parabéns...o Min. Público deve atuar em diversas áreas..e essa é uma questão importante...as largadas podem ocorrer às 6 da manhã...quem gosta de corridad participa seja qual hora for....e o calorão realmente é bem sentido....

  • PATIFARIA NO 12
    18 Nov 2016 às 11:47

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Edmilson
    18 Nov 2016 às 10:37

    Devia tbem ser visto e analizado as utilizaçoes de vias publicas para fins lucrativos. Hog as corridas viraram comercio onde cobram valores absurdos e ultizam vias publicas privado o direito de mtos de ir e vir. Que façam ou construan pistas privadas para seus eventos ...

  • Jair
    18 Nov 2016 às 09:59

    Precisamos de pessoas de entidades de empresas ou de órgãos que adotem atitudes voltadas para o interesse da sociedade e não de si próprios ou da minoria, somente assim é possível alimentar-nos de esperança em avançar do nível precário em que vivemos, ou seja, evoluir-nos. A atitude do MPE e do Luis apenas demonstra o quanto estamos defasados na questão da evolução.

  • Peter Griffin
    18 Nov 2016 às 09:34

    Novamente o MPE fazendo bobagem...

  • Carlos Davim
    18 Nov 2016 às 08:58

    Gosto de correr e corro por prazer, além de buscar saúde. Concordo com a questão do horário, pois o clima de Cuiabá é terrível e o ajuste deveria ser feito pelos organizadores e Federação de Atletismo. Por outro lado, estranho a intervenção do MPE, com tanta coisa errada acontecendo na nossa antiga CIDADE VERDE, principalmente no tocante as obras da copa, que até hoje infernizam a vida da população.

  • Observo
    18 Nov 2016 às 08:56

    Uma das coisas que a população mais precisa é incentivo a pratica esportiva, aí me vem o MPE e faz essa cagada!!!

  • diego
    18 Nov 2016 às 08:27

    tantos problemas para o ilustre parquet se preocupar e vai fazer TAC regulamentando corridas de rua. Moramos em uma das cidades mais violentas do mundo, transito caótico, lixões a céu aberto, corrupções diariamente mostradas nos canais de comunicação, e vão preocupar com corridas de rua? que na grande maioria das vezes são realizadas aos domingos....

  • Abelardo Oriel
    18 Nov 2016 às 08:12

    Não tem ninguém no MPEMT suficientemente forte para impedir a largada da Corrida de Reis no mesmo horário de sempre (08:00 hs), e tenho vários motivos para esse entendimento, primeiro o volume de dinheiro e mídia envolvidos, depois que o MPEMT não vai querer uma emissora como a TVCA reprisando inúmeros escândalos ondo os mesmos estejam envolvidos minando sua credibilidade com a opinião pública e por fim a imprensa é o quarto poder, é só o diretor da emissora bater na mesa e tudo fica como sempre esteve. Quem viver verá.

  • Thiago
    18 Nov 2016 às 07:05

    Bedeolho, você de boca fechada deve ser um sucesso meu amigo, ninguém é obrigado a participar de um evento particular, sua desinformação chega ser cômica já que claramente notasse não ser um atleta, meu nobre colega a São Silvestre é PAGA e a ultima edição então teve um pequeno custo de nada menos que R$ 160,00. Concluindo deixe o assunto para quem de fato tenha interesse. Sucesso para ti!!!

Sitevip Internet