Olhar Direto

Domingo, 22 de janeiro de 2017

Notícias / Brasil

Médico acusado de matar namorada é preso pela 2ª vez

MSN

26 Dez 2016 - 12:09

Foto: Fornecido por New adVentures, Lda

Médico acusado de matar namorada é preso pela 2ª vez
O médico Raphael Suss Marques, acusado de matar a namorada fisioculturista Renata Muggiati, em setembro de 2015, foi preso pela segunda vez neste domingo (25), em Curitiba.

Segundo informações do G1, ele teria agredido uma ex-companheira na última sexta-feria (23). A mulher registrou boletim de ocorrência dizendo que ele lhe deu um tapa no peito que provocou hematoma. Marques também teria xingado e ameaçado voltar a bater na vítima. O relacionamento do casal durou apenas uma semana e teria terminado há cinco meses.

O médico foi encaminhado para o Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, onde ficará preso preventivamente, sem previsão de ser liberado. A defesa de Marques não foi localizada para comentar o assunto.

Caso anterior

Marques ainda responde ao processo pela morte de Renata Muggiati (foto). Ela caiu do 31º andar de um prédio de Curitiba em 2015. O médico alega que a namorada cometeu suicídio, mas laudos do corpo apontam contradições.

Uma das análises do Instituto Médico Legal (IML) afirmou que fisiculturista foi asfixiada pelo namorado, antes da queda. No entanto, um segundo exame do IML constatou que ela não tinha sido asfixiada, e o médico foi solto.

A Justiça determinou exumação do corpo para esclarecer o caso. O laudo final apontou que Renata já estava morta ao cair da janela.  “O que vale é o laudo mais completo. É o laudo em que todos os exames foram feitos de maneira mais incisiva assinado por vários peritos”, afirmou o Secretário de Segurança do Paraná, Wagner Mesquita. A data do julgamento ainda não foi definida.
Sitevip Internet