Olhar Direto

Terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Notícias / Política MT

Emanuel Pinheiro congela gastos, paralisa licitações e suspende compra de “materiais de consumo”

Da Redação - Lázaro Thor Borges

08 Jan 2017 - 17:30

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Emanuel Pinheiro (PMDB) durante posse dos secretários na Praça Alencastro

Emanuel Pinheiro (PMDB) durante posse dos secretários na Praça Alencastro

O “Comitê de Eficiências dos Gastos Públicos”, via decreto publicado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) na última segunda-feira (02), impõe medidas de corte de despesas que vão desde o congelamento de gastos até a proibição de licenças a servidores e a paralisação de novos contratos de terceirização.

Leia mais:
Emanuel afirma que encontra problemas de gestão no PSMC e acredita poder aperfeiçoar gastos na saúde com auditoria


Em um de seus artigos, o decreto também estabelece que seja suspensa a aquisição de “materiais de consumo” pela administração municipal. O texto adverte que a suspensão de compra só não vale para os materiais que sejam considerados “essenciais ao desenvolvimento das atividades”, mas não exemplifica quais seriam esses produtos.

Conforme a publicação, está suspensa a contratação e a renovação de contratos de consultorias para a prefeitura. Os servidores públicos municipais também estão impedidos de realizarem cursos para aprimoramento profissional que necessitem de concessão de afastamento do serviço.

De acordo com o decreto, o Comitê de Eficiências dos Gastos Públicos será formado pelo secretário Municipal de Governo; secretário Municipal de Fazenda; secretário Municipal de Gestão e pelo Procurador-Geral do Município. Além de cortar gastos e tomar medidas de ajuste econômico, o Comitê também deverá realizar estudos para entender a situação atual da administração pública e quais os setores passíveis de redução de despesas. 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • silvio
    09 Jan 2017 às 15:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • povo
    09 Jan 2017 às 09:45

    Este comitê de gastos públicos, deve custar uma fortuna. Para que serve a Secretaria de Finanças? Aquela velha premissa "contratar gente para reduzir os custos".

  • José
    09 Jan 2017 às 07:21

    E a cidade se acabando em buracos.

  • Moreira
    09 Jan 2017 às 06:43

    Alguem acredita?

  • Luiz Otavio
    09 Jan 2017 às 05:38

    ate parece que isso e serio,ja vimos esse filme

  • Damião
    08 Jan 2017 às 20:46

    Crise sempre a crise, o administrador dos funcionários públicos, eficiência quanto..

  • Paulo
    08 Jan 2017 às 19:11

    Resumindo "seo" Emanuel, o Taques estava certo.......kkkkkkkkk.......quem sabe agora o senhor aprende.

  • matuso
    08 Jan 2017 às 19:02

    um rapaz... filho do sistema politico ... nunca tocou uma empresa na vida nem de vender chinelo ... viveu a vida toda no legislativo ... "causando" .. pra se manter no jogo... ou seja pra ser visto .. há 20 anos ..... ou seja... quer o q.... primeira coisa.. parem as máquinas vou tentar aprender como é... pera ... OPS.. nao sei .. ou seja.... trevas amigos.... tudo é tao bonito .. tudo é mto legal ... homem do povo ... não é bem assim tem uma dferença mto grande do camaxrada q vai pra camara ou assembleia defender seu horario encher linguça.... e ser do poder executivo .. esse jo vem nao tem perfil nenhum de empresário nao teve nunca nenhuma banca de picolé pra por na historia... nao sou cuiabano, ..... mas lhzes digo ... este rapaz nao segura o rojao vai tercirizar a bombA....4 anos de trevas... anotem .. e me cobrem .. que deus nos proteja

  • Justo
    08 Jan 2017 às 18:31

    Tá começando a sentir o que é ser executivo, sempre foi legislador tudo mais fácil só criticar e agitar, agora as coisas mudou os ventos mudou de posição, tem que ter jogo de cintura para controlar o dinheiro público, agora o senhor sente na pele as dificuldades que o governador Pedro Taques passa por momentos de crise.

Sitevip Internet