Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de março de 2017

Notícias / Política MT

Como secretário, Jayme estabelece meta de aumentar PIB em 5% e atrair industrias

Da Redação - Jardel P. Arruda

09 Jan 2017 - 08:51

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Como secretário, Jayme estabelece meta de aumentar PIB em 5% e atrair industrias
O ex-senador e ex-governador Jayme Campos (DEM) traçou como uma das metas na sua nova função como secretário Municipal de Assuntos Estratégicos aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) de Várzea Grande em 4% ou 5% nos próximos quatro nos. Esse índice será usado para medir a reativação da economia da outrora conhecida como Cidade Industrial.

Leia mais:
Governo abre concurso com mais de cinco mil vagas para todos os níveis

Várzea Grande fechou 2014, conforme dados mais recentes do IBGE, com PIB avaliado em R$ 5.907 bilhões, ganho anual de 11,7% acima dos R$ 5.285 bilhões contabilizados em 2013. Nos últimos anos, como reforça o secretário de Assuntos Estratégicos, a economia várzea-grandense vem se sustentando no comércio e na prestação de serviços, perdendo a principal característica que havia consagrado a economia local como a segunda maior do Estado até o início dos anos 2.000.

“Várzea Grande já foi conhecida em todo Mato Grosso como ‘Cidade Industrial’, período em era a segunda maior economia do Estado, atrás apenas da Capital, Cuiabá”, disse Jayme Campos. Naquele período reuniu grandes cerealistas, cerâmicas, moveleiras e atacadistas. Atualmente, Várzea Grande é a terceira maior economia de Mato Grosso, atrás de Rondonópolis, município consolidado como um importante polo agroindustrial, mesmo concentrando apenas a terceira maior população.
“E todo o trabalho de atração de investimentos, seja para obras de infraestrutura como para atração de empresas, será para geração de empregos, para geração de renda, para fomento da nossa economia de forma geral e tudo isso, não tenho dúvidas de que vai gerar mais impostos, vai ampliar nossa base de arrecadação sem que haja necessidade de aumentar impostos e sacrificar aos cidadãos, empresas, indústrias e comércio em geral”, disse Jayme Campos.
Em quatro anos o secretário espera completar um “ciclo virtuoso” na cidade, conseguindo levar novas indústrias e aumentar os indicadores do município. A exemplo do que já foi alcançado em um ano e meio de gestão.

Como lembra a prefeita, Lucimar Sacre de Campos, à secretaria de Assuntos Estratégicos é um reforço para melhorar o recebimento de convênios federais e estaduais, bem como de emendas parlamentares.

“É uma pasta que vem para garantir maior eficiência à gestão e amplia a comunicação direta com a sociedade como um todo e principalmente estabelece parcerias junto aos entes federados, como o governo federal e o governo do Estado. (...) Não podemos mais viver de cordialidades. Precisamos ampliar a carga de trabalho e junto a ela aumentar a eficiência, a transparência e principalmente a lisura no trato da coisa pública e a secretaria de Assuntos Estratégicos, gerida com a experiência do Jayme Campos, vão colaborar com tudo isso”, disse a prefeita.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • josé nildo
    09 Jan 2017 às 13:54

    Ele não é mais senador .....

Sitevip Internet