Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Notícias / Cidades

Após nove anos, Brasil quebra hegemonia africana com ouro masculino na Corrida de Reis

Da Redação - Naiara Leonor

08 Jan 2017 - 16:22

Foto: Reprodução

Após nove anos, Brasil quebra hegemonia africana com ouro masculino na Corrida de Reis
Desde 2008 os brasileiros não subiam no lugar mais alto do pódio da 33ª Corrida de Reis, em Cuiabá. Evento oficial da cidade teve em 2016 um vencedor brasileiro na categoria masculina. Para as mulheres, a chance da medalha de ouro brasileira ficou para o ano que vem, pois as africanas foram as primeiras a cruzar a linha de chegada novamente. A corrida reuniu mais de 15 mil pessoas percorrendo 10km do trajeto na manhã deste domingo (08) na capital mato-grossense.

Leia mais:
Interdições para 'Corrida de Reis' iniciam nesta quarta; veja locais afetados
 
Giovani dos Santos foi o campeão masculino, o responsável por quebrar a hegemonia africana da corrida nos últimos anos. Em entrevista a rede de TV local ele comentou sua estratégia para conquistar o primeiro lugar. “Eu fiz meu próprio ritmo, consegui acompanhá-los e disparei no final. Fiquei no hotel com eles e percebi que estavam sentindo o calor da cidade”, diz Giovani.
 
O brasileiro Giovane completou o percurso de 10 km de prova em 29m47s. O segundo lugar do pódio masculino ficou com o etíope Dawit Admasu eu fez o tempo de 29m57s, enquanto o terceiro classificado, o queniano Willian Kibor fez a marca de 30m07s.
 
Entre as mulheres as africanas levaram a melhor mais uma vez, com a queniana Esther Kakuri realizando a prova em 36m33s e garantindo o primeiro lugar. Na cola de Esther, Failuna Matanga da Tanzânia garantiu o segundo lugar na prova com o tempo de 36m37s. A queniana EmmaculateJebet levou o bronze com 36m42s. O Brasil só apareceu em quinto lugar com a Camila Aparecida dos Santos e seu tempo de 38m30s, logo abaixo da quarta colocada, a etíope Shewane Woldemeskel com o tempo de 38m06s.
 
Durante a corrida, as vias da capital pertencentes ao percurso foram interditadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e os itinerários de ônibus foram alterados até o fim da corrida. A largada aconteceu às 7h para atletas especiais, 7h15 para elite feminina e 7h30 para a masculina, na Ponte Sérgio Motta em Várzea Grande, passando pela avenida Beira Rio, seguindo para a avenida da Prainha e avenida do CPA, finalizando o percurso na Praça das Bandeiras.
 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antônio
    09 Jan 2017 às 07:33

    Você paga uma boa parte do seu rendimento pessoal pra Unimed todo mês, que agora cobra parte de cada exame, e a Unimed no Brasil está em sérias dificuldades, principalmente em São P aulo, e se você precisar de alguma coisa fora de Cuiabá você tá ferrado porque os convênios já estão limitados, e no entanto é preciso perguntar quanto a Unimed local investe do dinheiro das mensalidades dos associados nessa corrida. Corrida faz bem pra quem corre, mas faz muito mal pra quem a sustenta e não pode usufruir dos serviços da própria Unimed. Correr faz bem pra saúde, mas esta Corrida especificamente faz muito mal pra saúde de quem indiretamente a está sustentando, mas a Unimed nunca perguntou aos conveniados se eles concordam com isto.

  • Moacir
    09 Jan 2017 às 00:18

    quanto custa este evento para os cofres públicos do município e do estado???? a televisão nunca informa isto e nem a prefeitura e o governo estadual. transparência pública é o mínimo

  • BHtino
    08 Jan 2017 às 18:49

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet