Olhar Direto

Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Notícias / Política MT

“Não vamos sobreviver se não cortar no osso”, diz Pátio sobre redução de gastos em Rondonópolis

Da Redação - Lucas Bólico

09 Jan 2017 - 14:08

“Não vamos sobreviver se não cortar no osso”, diz Pátio sobre redução de gastos em Rondonópolis
O prefeito José Carlos do Pátio (SDD) tem a ambiciosa meta de neste mandato universalizar o esgoto de Rondonópolis e iniciar um trabalho para que em breve a cidade tenha vaga em creche para todas as crianças de zero a três anos. Antes disso, precisa cortar o máximo de gastos possível para que o município recupere o poder de investimento.

Leia também:
Pátio defende escolha de Adolfo Grassi para Saúde e diz que pasta está indefinida
 
“Cortar, corta muito. Cortar muitos serviços, contratos, lavagem de roupa hospitalar, contrato disso, contrato daquilo. Tem muito contratinho que vai ter que cortar. Vamos cortar no osso, porque senão não vai sobreviver, não. Não é só eu não, nenhum prefeito vai sobreviver. É cortar no osso”, diz, enfático, sobre a situação financeira no município.
 
Pátio ainda criticou seu antecessor, Percival Muniz (PPS), pelo chamamento dos aprovados em concurso público. “Eu acho o seguinte, não compete ao prefeito que está saindo fazer o chamamento de 500 pessoas de um concurso. Por que não chamou então no seu governo? Agora nós vamos chamar o concurso conforme as necessidades do município”, criticou. “Quer dizer, o cara está deixando a prefeitura, ele tem que construir um projeto propositivo para o prefeito que está entrando. Nós temos que somar”, completa.
 
O prefeito garante que seu mandato será voltado para garantir qualidade de vida para os munícipes. “Rondonópolis é a cidade que mais cresce em Mato Grosso. O crescimento dela tem ano que chega a 12%. Então nós temos que trabalhar. E tenho um compromisso, não basta ficar entre as 100 melhores economias do Brasil, tem que ter qualidade de vida. Não basta ser rica, tem que distribuir renda, então nós vamos trabalhar com esse foco”, promete.
 
Pátio lembra que fez mais de 600 km de esgoto quando foi prefeito e 16 creches. “Meu sonho é a universalização do esgoto e lutar para construir a universalização da educação infantil de crianças de zero a três anos, não vou conseguir, mas eu fiz 16 creches no mandato passado e nesse eu quero fazer no mínimo mais umas 16 creches pra dar acesso à criancinha de 0 a três anos. E casa popular. Eu construí mais de 10 mil casas no mandato passado, quero continuar com a política de construção de casas habitacionais”, finaliza.
 
O prefeito vê o Governo do Estado como aliado para a concretização dessas políticas públicas. “Eu estou muito otimista com o governador. O governador está me ajudando muito. Já arrumou recursos para a duplicação da rua Rio Branco. Quando eu fui deputado, ele me arrumou também. Agora já autorizou a canalização do [córrego] canivete e está querendo fazer mais uma ponte sobre o Rio Vermelho. É um governador que está pontualmente colocando recursos no município de Rondonópolis. Estou muito feliz”.
 
A Câmara Municipal, garante Pátio, também está unida pelos interesses da cidade, assim como a bancada federal e os deputados estaduais. “O deputado Adilton Sachetti (PSB) está colocando dinheiro lá agora. Acabou de colocar R$ 4,2 milhões, mais 1 milhão; o deputado Carlos Bezerra (PMDB) está colocando dinheiro lá, o senador José  Medeiros (PSD) está colocando dinheiro, o senador Wellington Fagundes (PR) acabou de colocar R$ 10 milhões em Rondonópolis, o deputado estadual Nininho fez uma emenda de micro revestimento, o deputado estadual Sebastião Rezende também fez uma emenda de micro revestimento. Eu estou muito orgulhoso. O deputado estadual Gilmar Fabris(PSD) também está colocando dinheiro”, elenca.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo
    09 Jan 2017 às 16:36

    Muito blá blá blá. Colocou uma equipe péssima na prefeitura. Eu quero ver é trabalho. E o Governo do Estado não tem nenhum convênio firmado com a prefeitura. Essa ponte é da época do Silval e a Rio Branco tem anos nessa ladainha. O Percival fez uma perna e tá esperando o Estado fazer a outra até hoje.

  • Luiz Cezar Machado
    09 Jan 2017 às 15:48

    Eng. Sizenando, conhecido cinzento, você tem toda razão. Esses malas tem que aprender a pagar as contas com empreiteiras tem que parar com essa conversa fiada que prefeito gosta de amigo novo. Esses malas de Rondonópolis arrebentaram com minha empresa, coloquei na justiça, mas juiz não julga ação contra órgão ou instituição pública, enrola mais não julga. Cortei oMato Grosso da minha lista. Só vou aí para ver o meu processo contra esta prefeitura caloteira.

  • Engenheiro Sizenando Tolêdo Sanches - Roandonópolis
    09 Jan 2017 às 15:14

    O QUE FOR RECURSOS FEDERAIS SÓ SERÃO DISPONIBILIZADOS APÓS A QUITAÇÃO DOS DÉBITOS ANTIGOS COM EMPREITEIRAS, DÉBITOS EM COBRANÇA ADMINISTRATIVA E AJUIZADOS. NÃO ADIANTA CHORAMINGAR E NÃO ADIANTA TER NA GAVETA UM MONTE DE DEPUTADOS FEDERAIS E ESTADUAIS, SENADORES, GOVERNADOR, O BISBO E O PAI DE SANTO. TEM QUE PAGAR AS CONTAS VELHAS DO SEU MANDATO ANTERIOR E DO PERCIVAL MENTIROSO. FOI ASSIM NO MANDATO DO PERCIVAL E VAI SER NO SEU NOVO MANDATO. PAGOU, LEVOU. NÃO PAGOU, NÃO LEVA NADA.

Sitevip Internet