Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Notícias / Cidades

Falta de atendimento causa tumulto e se torna caso de polícia em Policlínica de Cuiabá

Da Redação - André Garcia Santana

10 Jan 2017 - 10:17

Foto: Reprodução

Falta de atendimento causa tumulto e se torna caso de polícia em Policlínica de Cuiabá
As deficiências no atendimento e a falta de profissionais nas policlínicas se tornaram caso de polícia na unidade do Planalto, em Cuiabá, no início da noite de segunda-feira (10). Na fila, pacientes se alteraram com a falta de atendimento e deram início a um tumulto, motivado pela comunicação de que apenas casos de emergência e de vítimas socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), seriam recebidos.

Leia mais:
Unidades de saúde de Cuiabá já disponibilizam vacinas contra HPV para meninos

Diante da revolta com a restrição, os profissionais da saúde acionaram a Polícia Militar (PM) para conter as pessoas.  No local eles relataram que a confusão aconteceu devido à falta de trabalhadores para cobrir a demanda da unidade, onde atuam apenas dois médicos – um pediatra e um clínico geral - dois enfermeiros e um técnico em enfermagem.

A equipe informou ainda ser responsável pelo atendimento de aproximadamente 150 pessoas, reforçando o desfalque no quadro de funcionários e justificando a decisão dos médicos. De acordo com o boletim de ocorrência 201710193, a situação foi contornada e os populares receberam orientação para que procurassem o Pronto Socorro Municipal e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA). 

A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de Cuiabá informou que deverá se manifestar sobre o episódio. 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luciano
    11 Jan 2017 às 07:11

    kd td mundo que deveria estar trabalhando nessa policlínica??? se faltaram deve-se apurar os motivos. se estão gozando férias, deve-se penalizar a má gestão dá direção dessa unidade...

  • Ana
    10 Jan 2017 às 22:37

    Depois que criaram a UPA da morada do ouro, essa policlínica ficou do jeito que os funcionários públicos gostam, sem fiscalização. Os profissionais (médicos), atendem como e quando querem. Um empurra para o plantão do outro e os pacientes ficam esperando mais de 7horas na fila para serem atendidos. Isso é um descaso com a população. Deveria ter fiscalização e aquele médico que não quer atender, da importância lugar para outro.

  • El Cid
    10 Jan 2017 às 12:11

    Cadê o prefeito de Cuiabá, ainda não tomou posse é?

  • Jose
    10 Jan 2017 às 11:08

    Aperta o Emanuel Pinheiro, ele só metia o pau no Mauro Mendes, agora vai ver o quanto é difícil governar com poucos recursos, criticar é muito fácil mas fazer é o que estamos espetando. Emanuel só começou a demanda, mas eu entendo e vou esperar pra ver se vc vai cumprir sua promessa de campanha.

Sitevip Internet