Olhar Direto

Terça-feira, 25 de julho de 2017

Notícias / Cidades

Preso por homicídio, menor diz que vai voltar a matar e debocha de leis: “Em um mês estou na rua”; veja

Da Redação - Wesley Santiago

16 Fev 2017 - 15:24

Foto: Reprodução

Preso por homicídio, menor diz que vai voltar a matar e debocha de leis: “Em um mês estou na rua”;  veja
Um adolescente de 15 anos foi preso na noite da última terça-feira (14), após matar um homem que ameaçou roubar a sua arma no último final de semana e por tentar contra a vida de um jovem conhecido como ‘Neguinho’, que teria roubado uma moto no bairro Jardim dos Ipês, em Tangará da Serra (234 km de Cuiabá). Preso pela Polícia Civil do município, ele não se mostrou arrependido e disse que continuará com os assassinatos.

Leia mais:
Três são presos por sequestro de família de tesoureiro do BB; R$170 mil recuperados
 
“Matei mesmo. E o que não morreu, deixa eu sair daqui do Cisc que o dele já está guardado. Falou de roubar arma de malandro, já tinha caído por bater na mulher dele. Também roubou 25 gramas da gurizada. Matei mesmo, e tentava matar de novo se não tivesse morrido. O outro roubou uma moto, é o certo pelo certo. Estava na minha área, não pode roubar lá dentro”, disse o adolescente em entrevista à emissoras locais.

 

O menor garante que não deixará a vítima viva: “Deixa eu sair, esse negócio que você fez na minha testa... Você vai pedir para morrer. Era para ter deixado eu te matar. Agora está correndo risco. [Perder] revólver é o de menos. Não me arrependo, ninguém tem dó de ninguém. No Palmerinha a gurizada está tocando o terror, você acha que eu vou sair de lá como?”.
 
Por fim, ele ainda debocha das leis brasileiras: “Peço desculpas para a minha mãe, que vai ficar ai fora. Acho uma maravilha [as leis do nosso país]. Você mata um cara e em um ano, um mês está na rua de volta”.

37 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Kelly Gonçalves
    21 Fev 2017 às 14:01

    Olha eu estou muito triste....tenho dois fihos um de 16 e outro de 14....realmente é difícil essa fase...mas fico em cima, eu neste momento estou pensando somente nas mães...carregaram seus filhos amam e como não podemos controlar as atitudes e a lei defende, ficamos de mãos atadas.....vou orar pela mãe do que faleceu, pois ela nunca mais vai ver seu filho...isso é triste demais.....e também tenho dó da mãe desse menor....pq nenhuma mãe quer essa vida para um filho....menhuma mãe cria um filho para morrer antes dela, e nenhuma mãe cria um filho para ver ele cometer assassinato e virar bandido.....então força para as duas mães envolvidas.....há gente....não critiquem uma ta sem o filho, mas logo logo a outra também ficará....uma pena dois jovens com tudo pela frente....obrigada....e vamos orar pelas essas.mães que estão sofrendo, e cuidar dos nossos....

  • bigode
    17 Fev 2017 às 20:42

    NAO TENHO QUE COMENTAR MUITAS COISAS: O VALENTE DURA POUCO, COM FERRO FERE COM FERRO SERÁ FERIDO. ELE VAI ACHAR O DELE.

  • Dalva
    17 Fev 2017 às 12:35

    Cada o conselho agora KD os direitos humanos KD os juízes de lei .....Bora gente bora políticos bora votem hj msm oi continuem.criando.cobra p acabar com a sociedade.....

  • hilton nunes
    17 Fev 2017 às 11:47

    A mesma sociedade que clama por justiça neste caso, é a mesma a apontar o dedo acusando a polícia quando do desaparecimento dos dois marginais que foram encontrados mortos em Santo Antônio do Leverger. Hipocrisia!!!

  • cuiabano
    17 Fev 2017 às 11:33

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • El Cid
    17 Fev 2017 às 10:00

    Esse é o tipo que são tratados e "menores em conflito com a lei". Nem menores infratores são mais. Quando presos são tratados de "reeducandos". Como reeducandos se nunca tiveram educação? Aliás essa palavra não existe na língua portuguesa, só nas leis e ocorrências policiais do Brasil!

  • junior cesar de melo
    17 Fev 2017 às 09:31

    Essas nossas leis são uma piada hoje o bandido e preso no dia com droga e praticando assalto no outro dia ele esta solto nas audiência de custodia e a policia esta rua fazendo o serviço de enxugar gelo

  • Observo
    17 Fev 2017 às 08:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • ANTONIO ALVES DE SOUZA FILHO
    17 Fev 2017 às 08:32

    E ainda tem gente que é contra a diminuição na maioridade penal! Absurdo! Deputado nesse país deveria ser SÓ UMA VEZ.

  • FPG
    17 Fev 2017 às 08:20

    O exemplo vem de cima! Os fazedores e julgadores das leis neste país só agem em causa própria. E quando aparece um ou outro Moro querendo fazer alguma coisa esbarra em todo tipo de dificuldades, pois o judiciário brasileiro não fala, não pensa e não age em prol da sociedade. Então este pequeno marginal esta coberto de razão.

Sitevip Internet