Olhar Direto

Segunda-feira, 29 de maio de 2017

Notícias / Cidades

Ex-funcionário acusa dono do moto bar de agressão e ameaças; empresário nega e diz que é vítima

Da Redação - Wesley Santiago

18 Mar 2017 - 16:48

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Ex-funcionário acusa dono do moto bar de agressão e ameaças; empresário nega e diz que é vítima
Klebem Ricardo Filsinger Cunha, 41 anos, acusa o empresário Marcos Leonel Flores Moraes, 34 anos, de tê-lo espancado e ameaçado de morte, na última quarta-feira (15), no bairro Popular, em Cuiabá. A vítima alega que existe uma dívida trabalhista, a qual o suspeito se negaria a pagar. Com medo do que possa acontecer, Klebem projeta que não poderá mais viver na capital mato-grossense.

Procurado pelo Olhar Direto, o empresário nega que tenha feito ameaças e argumenta que Klebem é uma pessoa problemática e acusa ter sido vítima de um crime contra o patrimônio. Ratificou ainda que boletins registrados contra ele são mentirosos. 

Leia mais:
Câmeras flagram assaltos em plena luz do dia em Cuiabá; veja vídeos
 
“Ele me deu um cheque sem fundos e tem coisas minhas dentro da Kartel Kuston Shop (Moto Bar). Fui até lá para devolver o cheque e buscar os objetos. Do nada, ele saiu e começou a me dar socos, me espancar. Não estou conseguindo abrir a boca, tenho vários hematomas na cabeça. Não recebi meus direitos e ainda sou ameaçado”, disse o rapaz em entrevista ao Olhar Direto.
 
Klebem conta ainda que quando disse que entraria com uma ação na Justiça, recebeu ameaças: “Ele disse que eu posso até ganhar na Justiça, mas que não vou conseguir usufruir deste dinheiro. Falou que vai me matar. Ele brigou na rua e ainda disse que eu tinha feito isto com ele. Não consigo nem arrumar emprego, isso tem sete meses. Nunca roubei nada, ele usa de todas as maneiras para tentar denegrir minha imagem”.
 
“Imagina a situação, você tenta receber uma forma amigável e é espancado. O cara acabou com a minha vida. Vou entrar com representação contra ele e pedir medidas protetivas. Ele não pode chegar perto de mim. Está me ameaçando, dizendo que outras pessoas vão me pegar. Nós éramos amigos, a amizade acabou no dia em que eu fui cobrar meu salário que estava atrasado. Eu nunca recebi a totalidade. Sempre me dava R$ 200 ou R$ 300 por semana. Recebia uma mixaria para sobreviver”, garante Klebem. 


 
O funcionário, que trabalhou de janeiro a outubro de 2016 no local, lembra que quando o patrão foi baleado, ele quem ficou responsável pelo bar: “Fiz coisas aqui com a minha própria mão. Ajudei a construir o estabelecimento. Vou ter que ir embora de Cuiabá. 

Klebem registrou dois Boletins de Ocorrências (BOs) contra o empresário. Um por ameaça, frustração de direito assegurado trabalhista e difamação e outro por lesão corporal.

Outro lado

Ao Olhar Direto, Marcos explica que no local havia aberto uma oficina, sem a intenção de inaugurar o bar. O espaço, que contava com uma sala de espera para os clientes cresceu e acabou tomando os rumos do empreendimento, que segundo o empresário, foi roubado por  Klebem.

"Ele me roubou lá e tenho testemunhas sobre isso. Vão falar no processo.Tinham uma maquininha móvel particular deles. Mandei o Klebem embora, sem acusar para não ter problema algum. Ele continua indo ao Kartel e estava todo dia especulando com meu pedreiro", disse.

De acordo com o empresário, o homem estava se passando por funcionário da Kartel, consumindo e saindo sem pagar."A mulher dele entrou em contato com outros funcionários querendo que eles entrassem na justiça. Todo mundo que trabalhou lá, saiu de forma tranquila. Eles vão ser minhas testemunhas. Cuiabá inteira tem problema com ele."

Ele contou ainda que tomou conhecimento da  denúncia sobre ameaça de morte na quarta-feira (15). "Isto não é verdade. Alí, já tinha colocado ele na justiça então ele fez um BO  mentindo dizendo que tinha o ameaçado. Ele entrou dentro da Kartel ontem, gritando. Nesse meio tempo que fui baleado, contratei ele, dei uma chance. Mas ele fez o que fez. Ele está querendo pegar dinheiro, sabe até que meu pai morreu há dois meses.' 

Nota 

A assessoria do empresário encaminhou nota ao Olhar Direto onde reafirma que Klebem foi desligado de suas funções em razão de erros cometidos. Veja a íntegra logo abaixo.

"Quanto as acusações feitas, não recebemos nenhum tipo de notificação em relação a isso, o Sr. Klebem foi desligado de seus serviços por inúmeros erros graves que cometeu, e as medidas cabíveis estão sendo tomadas no âmbito judicial, afinal é lá que resolvemos questões como essa. 
 
Conforme afirma a testemunha Luis RicardoBerghahn funcionário do estabelecimento, o Sr. Klebem tem rondando o estabelecimento do Sr. Marcos por vários dias, na quarta-feira em horário de funcionamento ele esteve no estabelecimento totalmente transtornado ameaçando verbal e fisicamente o Sr. Marcos, com a mão na cintura dava a entender que estava armado, adentrou o estabelecimento completamente fora de si, mesmo com os pedidos de todos para que ele se acalmasse e se retirasse, isso além de um constrangimento imenso, assustou a todos que ali estavam, clientes cancelaram pedidos, outros se esconderam com medo, e todos nós funcionários ficamos extremamente traumatizados com a situação.
 
O senhor Elizeu dos Santos Teodoro sócio da oficina afirma que  o Klebem chegou no estabelecimento dizendo que queria falar com o Sr. Marcos, Marcos disse a ele que não tinham nada para conversar e que conversaria com ele através da justiça, o Marcos entrou no estabelecimento e mesmo não sendo bem vindo o Klebem entrou atrás causando terror nas pessoas que ali estavam
".

 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jackson
    23 Mar 2017 às 11:41

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Camila
    22 Mar 2017 às 10:48

    O dono alega que não de nada , e o rosto dele ficou assim como ?

  • ll
    21 Mar 2017 às 18:25

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Carlos
    20 Mar 2017 às 19:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • mso
    19 Mar 2017 às 22:19

    Isso aí está começando a feder !!!!

  • Lamentável
    19 Mar 2017 às 15:07

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rafael
    19 Mar 2017 às 08:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • orlando antunes
    19 Mar 2017 às 06:02

    Porra ..vai lá e mete a mão na cara dele. Registrar BO é coisa de mariquinha.

  • Jose Olavo
    18 Mar 2017 às 20:33

    Vidjii Jão que bafão !!

Sitevip Internet