Olhar Direto

Segunda-feira, 29 de maio de 2017

Notícias / Cidades

Rio transborda e deixa parte de cidade de MT debaixo d'água; Defesa Civil monitora

Da Redação - Patrícia Neves

17 Mar 2017 - 10:31

Rio  transborda e deixa parte de cidade de MT debaixo d'água; Defesa Civil monitora
A cidade de Porto Esperidião, a 342 km de Cuiabá, sofre com uma enchente causada pelo rio Jauru, iniciada no último dia 15 de março. O rio Jauru subiu cerca de 60 centímetros depois que quatro pequenas centrais hidrelétricas e a Usina Hidrelétrica de Jauru (instaladas naquela região) verteram água em decorrência das fortes chuvas que atingem a região. Na prática, a ação resulta no aumento do volume de água do rios e córregos da região, que transbordaram.

Leia Mais:
Barragem do Manso é responsável por controlar a vazão do rio Cuiabá e pode alimentar cidade de 700 mil habitantes

A Prefeitura Municipal de Porto Esperidião informou  que a água atingiu a região do Parque de Exposições e ainda um trecho da avenida Beira-Rio, mas não há registro de feridos ou famílias desalojadas. As áreas mais atingidas não concentram expressivo número de moradores, segundo o Executivo Municipal.

A cheia também atingiu a área de uma fazenda, já pertencente a cidade vizinha de Porto Esperidião, mas não há informações quanto a  prejuízos.  A área em questão atua com avicultura e criação de gado para  subsistência.

Ao Olhar Direto, o coordenador da Defesa Civil da cidade, José Galvão da Silva explicou que as empresas informaram quanto a necessidade de verter água, um procedimento necessário pelos empreendimentos. "O monitoramento da região é realizado diariamente. "Não registramos nenhum incidente. Algumas casas chegaram a ficar ilhadas, mas a água já começou a baixar desde a tarde de ontem". 

Ele ainda informou ao Olhar Direto que em 19 de janeiro do ano de 2016 a cidade vivenciou uma situação dramática em decorrência do excesso de chuvas e aumento do volume de água, quando dezenas de casas ficaram submersas. Ele ponderou ainda que a Defesa Civil possui um plano de contingência para retirada das famílias das áreas consideradas de risco em algumas horas. 

No mês de fevereiro, da cidade de Campo Novo dos Parecis, a 444 km de Cuiabá, viveu um sério problema com excesso de chuvas deixando mais de três mil pessoas desalojadas. 
Sitevip Internet