Olhar Direto

Segunda-feira, 29 de maio de 2017

Notícias / Cidades

PF prende candidato a professor da UFMT com diploma falsificado pela internet

Da Redação - Patrícia Neves

18 Mar 2017 - 08:16

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

PF prende candidato a professor da UFMT com diploma falsificado pela internet
Policiais federais prenderam na tarde desta sexta-feira, 17, um homem por apresentar documentação falsa em um processo seletivo para professor substituto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O suspeito foi preso nas dependências do campus de Sinop (MT), município a 479 km de Cuiabá (MT).

Leia Mais:
Empresário reage a assalto e é assassinado com um tiro

De acordo com assessoria da PF, o candidato vinha sendo monitorado e foi preso após a entrega de diplomas falsos a uma funcionária da UFMT responsável por receber os documentos do recrutamento.

Os documentos apresentados pelo suspeito forjavam a graduação dele em Física, pela Unoeste, e de mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Preso em flagrante, o homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal em Sinop para interrogatório. Aos policiais disse que ele próprio tinha falsificado os diplomas a partir de modelos encontrados na internet.

O homem disse que os diplomas entregues eram falsos, porém, que os documentos não acadêmicos (de identificação pessoal) e o diploma de graduação em Matemática eram verdadeiros.

O suspeito foi encaminhado para a Polícia Federal e deverá ser indiciado por uso de documento falso.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo
    18 Mar 2017 às 10:31

    Sou coordenador pedagógico e vejo muito isso na contagem de pontos de professores na escola, é muito comum certificados falsos, você pesquisa a instituição na internet e muitas vezes nem existe, só de fachada mesmo. Isso me revolta, mas infelizmente não posso fazer nada.

  • Observador
    18 Mar 2017 às 10:21

    Não estou aqui acusando e nem condenando, mas uma observação sobre os mestrados e doutorados, principalmente pagos, feitos em certos países. A qualidade dos trabalhos apresentados no decorrer dos cursos? Os avaliadores dos trabalhos? A qualidade e os critérios? Critérios para a avaliação e a titulação, incluindo outras coisas envolvidas no processo desde o início? Digo isso porque já vi muitos com títulos de mestres e doutores obtidos em algumas universidades fora do país, mas que não correspondem na teoria e na prática. Espero que todos entendam o que penso.

  • Luciano
    18 Mar 2017 às 09:51

    Tem muitos outros professores nesta condicão. A polícia precisa investigar. A UFMT dá guarida a estas pessoas.

  • paulo escorpião
    18 Mar 2017 às 08:48

    MEU DEUS DO CÉU,COMO ESSE BRASIL ESTA CHEIO DE MALANDROS É CADA UM QUERENDO SER MAS ESPERTO QUE OUTRO, AÍ RECLAMA DOS POLÍTICOS. SE EU PUDESSE IA EMBORA DESTE PAÍS E NUNCA MAIS VOLTAVA.

Sitevip Internet