Olhar Direto

Sexta-feira, 28 de abril de 2017

Notícias / Política BR

Destaque na Forbes, Maggi afirma que "se o governo não atrapalhar, o setor produtivo já faz muito"

Da Redação - Viviane Petroli

19 Mar 2017 - 10:34

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Destaque na Forbes, Maggi afirma que
Um dos destaques da edição nº 48 da Revista Forbes, o “rei da soja” e ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirma gostar de lembrar que tem o "pé na roça" e que sempre diz que "se o governo não atrapalhar, o setor produtivo já faz muito". Segundo ele, é possível aproximar o setor público da eficiência do setor privado, porém é necessário que se modifique toda a cultura de burocracia existente no país.

Leia mais:
Temer e Blairo se reúnem com países importadores de carne brasileira após operação da PF; EUA e Europa pediram esclarecimento
 
A edição nº 48 da Forbes, traz além de Maggi, grandes personalidades da economia e política brasileira, como o prefeito de São Paulo, João Doria.
 
A reportagem "De Rei da Soja a ministro: conheça a trajetória de Blairo Maggi" destaca que o ministro tem a agricultura no DNA ao lembrar-se de seu pai André Antônio Maggi, um dos pioneiros no cultivo de soja no Mato Grosso e fundador da Sementes Maggi, que posteriormente se transformou no Grupo Amaggi.
 
A publicação relembra a trajetória política do ministro que em 2002 entrou como "azarão" na disputa pelo governo de Mato Grosso através do PPS e venceu o primeiro turno com 51% dos votos, tal fator é considerado pela Forbes um "fenômeno semelhante ao que João Doria experimentou na corria à prefeitura paulistana".
 
Maggi assumiu em maio de 2016 a cadeira de ministro da Agricultura do governo de Michel Temer e tem, entre uma vasta lista de desafios, a missão de desburocratizar o setor produtivo, abrir novos mercados e ainda evitar que o mercado externo feche suas portas para a carne brasileira, após o Brasil ser destaque nos principais jornais internacionais com a operação "Carne Fraca", deflagrada na sexta-feira, 17 de março, pela Polícia Federal.
 
Maggi salientou à publicação da Forbes que "Quando entrei para a vida pública, procurei fazer com que aqueles pontos que mais criticava fossem modificados". Ele observou, ainda, que "Apesar das diferenças entre a administração pública e privada, temos que modernizar o setor público criando mecanismos que possibilitem ao governo cumprir seu papel, que é de fiscalizador, sem prejudicar o setor privado, incentivando a produção e a geração de emprego e renda".
 
Confira aqui a publicação da revista Forbes.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • silvio lopes de moraes
    20 Mar 2017 às 12:26

    Pra que mais serve esse governo que temos ,a não ser para atrapalhar.É quem não produz nada incomodando quem produz,gerando burocracia,para gerar arrecadação.

Sitevip Internet