Olhar Direto

Segunda-feira, 24 de abril de 2017

Notícias / Política MT

Willian Sampaio acredita que eleições do PT podem indicar diretório menos “institucional”

Da Redação - Jardel P. Arruda

17 Abr 2017 - 07:44

Foto: Reprodução

Willian Sampaio acredita que eleições do PT podem indicar diretório menos “institucional”
Após oito anos como presidente do PT em Mato Grosso, Willian Sampaio deve deixar o diretório em maio, após as eleições do dia 07, quando será escolhido um novo presidente regional para a sigla. Do alto da experiência de quem viu o Partido dos Trabalhadores passar pelo auge e em seguida a depressão, ele analisa que as eleições dentro da sigla podem refletir um rumo menos “institucional” da agremiação.

Leia mais:
Wilson Santos deixa Secid para defender acordo do VLT na Assembleia

Isso porque no último domingo (09), quando foram eleitos os diretórios municipais, as correntes ideológicas “mais a esquerda” reuniram mais votos do que nunca, apesar da Construindo Um Novo Brasil (CNB) ainda ser a majoritária. Em Cuiabá, por exemplo, o jornalista e administrador Volney Albano, da chapa articulada pela CNB, foi eleito presidente, mas viu o professor Robinson Cireia,de outro grupo, receber 20% dos votos.  Como no PT as eleições são “proporcionais”, um quinto das cadeiras do diretório municipal será ocupado pela ala mais a esquerda.

“Fato novo é que houve um crescimento da votação da chapa mais ligada aos movimentos sociais, ao pessoal mais da esquerda do partido”, disse Willian Sampaio. “Na prática, indica que eles terão um número maior de cadeiras dentro do diretório. Se eles repetirem esse desempenho na estadual, de 20%, vai ser um número que eles nunca tiveram antes. Uma presença mais forte do olhar não institucional, o que é importante”, completou

Além da eleição do diretório municipal, foram eleitos os delegados da sigla que vão ter direito a voto na eleição do diretório estadual, marcada para dia 07 de maio. Até o momento, o deputado estadual Valdir Barranco (PT) é o único candidato e representa o grupo majoritário, mas as correntes que abocanharam 20% dos votos devem apresentar um cabeça de chapa.
  
“São os movimentos sociais que foram para luta na defesa [da ex-presidente Dilma Roussef], mas fazem criticas a esse distanciamento das bases”, pontua Willian. Apesar de ainda ser minoria na representação, 20% das cadeiras, segundo Sampaio, podem representar uma mudança na atuação.

Entre as mudanças, estará a própria ausência de Sampaio do diretório. Depois de oito anos na presidência, ele deixara o comando partidário e se dedicará a questões pessoais.    

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fernandão
    18 Abr 2017 às 09:30

    Vai ser muito legal ver Lula presidente em 2018. E consertar toda as cagadas que estão fazendo com os nossos direitos.

  • Ademir
    17 Abr 2017 às 18:56

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Daniel Boone
    17 Abr 2017 às 14:32

    O PT NÃO É PARTIDO, É ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. Palavras do PGR Antônio Fernando de Souza.

  • Observador
    17 Abr 2017 às 14:03

    Para ser dá direção do pt o critério deve ser passagem pela polícia, e tempo de corrupção, o partido tem um quadro avantajado dessas figurinhas.

  • DOUCLAIRT VIELMOUNT
    17 Abr 2017 às 13:36

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Desiludido
    17 Abr 2017 às 13:04

    Como já dizia o saudoso jornalista Joelmir Betting, o PT começou com presos políticos e vai acabar com políticos presos.

  • El Cid
    17 Abr 2017 às 08:48

    O PT nasceu, cresceu e morreu com o Lula, Zé Dirceu, Genoíno, Suplicy e outros politicamente mortos!

  • TOTONHO PICANÇO
    17 Abr 2017 às 08:08

    O PT NÃO TEM NADA DE INSTITUCIONAL, NEM MORAL, NEM DE DECÊNCIA NEM DE NADA QUE SEJA SÉRIO E HONESTO. QUE SE ACABEM.

Sitevip Internet