Olhar Direto

Sábado, 21 de outubro de 2017

Notícias / Cidades

PF combate fraudes nos seguro-desemprego e MT é alvo; rombo pode chegar a R$ 3 mi

Da Redação - Patrícia Neves

19 Abr 2017 - 07:45

Foto: Olhar Direto

PF combate fraudes nos seguro-desemprego e MT é alvo; rombo pode chegar a R$ 3 mi
A Polícia Federal deflagrou na madrugada desta quarta-feira (19) uma operação para combater fraudes no seguro-desemprego. Além do estado de Goiás, mandados também serão cumpridos nas cidades de  Minas Gerais, Mato Grosso e Pará. A investigação aponta que foram desviados mais de R$ 3 milhões em benefícios.

Investiga-se o envolvimento de policiais e servidores públicos na fraude. A operação foi batizada como Stellio Natus. Serão cumpridos oito mandados de prisão preventiva, dois mandados de condução coercitiva e 06 mandados de busca e apreensão. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Anápolis e Caldas Novas em Goiás, Nova Lima/MG, São Félix do Araguaia/MT e Redenção/PA.

Leia Mais:
Armados com fuzis, homens do 'Novo Cangaço' atacam banco e trocam tiros com policiaisem MT

As investigações apontam que os crimes eram cometidos em diversas unidades do país e contavam com a colaboração de prepostos do Ministério do Trabalho e agente púbicos cooptados pelo grupo criminoso para alterarem os endereços dos verdadeiros beneficiários, a fim de desviar cartões. Assim, os integrantes da quadrilha usavam o documento para sacar o dinheiro das vítimas em agências lotéricas.

Há também a participação de uma policial civil do Mato Grosso, esposa do principal investigado. Estima-se que a quadrilha desviou mais de R$ 3 milhões em benefícios.

Os investigados responderão pelo crime de estelionato qualificado, com previsão de pena máxima de 05 (cinco) anos, aumentada de 1/3 por ter sido cometido em detrimento de instituto de assistência social.

Os detidos serão encaminhados para Anápolis.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet