Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de maio de 2017

Notícias / Cidades

Gerente é morto a facadas após chamar a atenção de funcionário menor de idade

Da Redação - André Garcia Santana

19 Abr 2017 - 11:57

Foto: Reprodução

Gerente é morto a facadas após chamar a atenção de funcionário menor de idade
O gerente de uma loja identificado como Felipe Artur Coelho da Silva, de 23 anos, foi morto a facadas após discutir com um colega de trabalho, na cidade de Nova Xavantina (660 km de Cuiabá), na noite de terça-feira (18). O crime foi cometido por um adolescente dentro do estabelecimento, depois que o mesmo recebeu uma cobrança do chefe.

Leia mais:
Dois adolescentes tentam matar agente socioeducativo no Pomeri com pedaços de ferro

Após o desentendimento, o suspeito teria ido até sua residência e buscado uma faca, voltando ao local e partindo para cima do gerente. Anteriormente a vítima havia pedido que ele melhorasse seu comportamento e desempenho na empresa e o advertido que poderia ser demitido.

As agressões só foram contidas depois que uma testemunha interveio. Felipe não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Na sequencia, o garoto fugiu e ainda não foi encontrado. O caso agora passa a ser apurado pela Polícia Civil do município.

De acordo com o site Araguaia Notícias, o corpo da vítima permaneceu por várias horas no interior da loja, que foi isolada pela Polícia Civil até a chegada da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec), de Água Boa (747 km de Cuiabá).

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alencar
    19 Abr 2017 às 14:26

    O jovem de hoje não tem limites, regras

  • Rose
    19 Abr 2017 às 14:19

    Infelizmente é o que observamos em dias atuais. Adolescentes incapazes de aceitarem repreensões, correçoes, pois se acham ou são educados como "intocáveis" . Ninguém pode corrigir ou chamar a atençao deles, que já se armam e partem pra briga. De quem é a culpa? Super proteçao ou a falta dessa? Fica a pergunta.

Sitevip Internet