Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de junho de 2017

Notícias / Cidades

Falha de comunicação quase resulta em tragédia após PMs atirarem contra carro de investigadores

Da Redação - Wesley Santiago

19 Abr 2017 - 11:42

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto/Ilustração

Falha de comunicação quase resulta em tragédia após PMs atirarem contra carro de investigadores
Por pouco, uma falha de comunicação não termina em tragédia no bairro Pedra 90, em Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (19). Militares do grupamento motociclístico chegaram a atirar contra um carro descaracterizado, onde estavam policiais civis, por conta de uma falha no rádio de comunicação. Os investigadores estavam participando da ‘Operação Bairro Seguro’, em uma ação conjunta da PM e da Polícia Civil.

Leia mais:
Após beber com colegas, homem é encontrado morto e nu dentro de residência
 
De acordo com o Boletim de Ocorrências (nº 2017.131291), uma viatura da Polícia Militar seguia para atender uma ocorrência de roubo no bairro Jardim Industriário II. Porém, durante o trajeto, se depararam com um veículo (Fiat Siena) em alta velocidade, sendo seguido por uma viatura. Rapidamente os policiais fizeram o retorno e deram apoio.
 
Os policiais do grupamento motociclístico do 24º Batalhão conseguiram passar a viatura e se aproximar do veículo. Gestos e sinais sonoros foram emitidos para que o condutor encostasse. Porém, o motorista jogou o carro para cima dos militares e quase atingiu uma das motos.
 
O soldado da PM conseguiu reduzir a velocidade e efetuou um disparo na tentativa de cessar a ação do criminoso. Só após isto é que o veículo parou. O motorista colocou as duas mãos para fora e disse ser policial. Segundos depois a viatura que iniciou a perseguição também encostou no local.
 
Os militares disseram aos policiais do grupamento motociclístico que participavam da operação ‘Bairro Seguro’ e que os dois estão na operação conjunta. Os PMs que estavam na moto informaram que não estavam sabendo da ação policial, devido a problemas existentes no rádio.

29 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ELIZARDO
    20 Abr 2017 às 18:01

    ISSO AI SÓ DEMONSTRA O DESPREPARO DE "PARTE" POLICIA MILITAR DO ESTADO DE MT. E É ASSIM QUE AGEM DIARIAMENTE, DISPARANDO ARMA DE FOGO SEM ESTAR EM SITUAÇÃO DE LEGÍTIMA DEFESA... E ASSIM QUE VÁRIOS MORREM ... NÃO ESTOU A DEFENDER BANDIDOS, MAS SE QUEREMOS VIVER EM UM ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO, O CRIMINOSO DEVE SER INVESTIGADO E PRESO E NÃO EXECUTADO. ELIZARDO ESPERO QUE OS PROMOTORES E JUÍZES ESTEJAM VENDO ISSO ... E NÃO É A PRIMEIRA VEZ.

  • Menina má
    20 Abr 2017 às 15:14

    Kkkkkkkkkkk adoro esse filme!!! Loucademia!!

  • ROGÉRIO
    20 Abr 2017 às 13:26

    PERFEITO BORIS, SEM NADA A ACRESCENTAR !

  • J.JOSÉ
    20 Abr 2017 às 13:02

    Jango>>> SE FOSSE A ROTAM, NÃO TERIA TIDO ESSE DESFECHO.

  • para o João. ..
    20 Abr 2017 às 12:12

    JOÃO, não sei se vc sabe, mas PC e PM usam canaletas de rádio diferentes, não comunicam entre si. OUTRA coisa, o Siena descaracterizado estava com a SIRENE LIGADA e em COMBOIO com uma viatura do OFICIAL DE ÁREA DA PM....logo, não tente justificar o injustificável!!! Ok? Qualquer "Homem médio" teria o discernimento para saber q o tal carro suspeito eram policiais...Affff

  • Boris
    20 Abr 2017 às 10:42

    A verdade é que está tudo errado! tem que ser cada um no seu quadrado! Fico estarrecido em ver oficial da Pm que entrou no CFO há 5 anos apenas com o 2° grau de escolaridade, hj querendo se achar "AUTORIDADE POLICIAL" ...Gente, acorda!! vamos estudar...banca a etapa e passe num cargo de carreira jurídica, já que querem se intitular AUTORIDADE em crimes COMUNS. O SOLDADO ERROU, no mínimo incorreu em crime de disparo de arma de fogo, este crime NUNCA foi militar (não tem previsão no CPM) ainda que o PM esteja de serviço. E outra, se o delegado e posteriormente o MP entenderem que foi homicídio tentado contra os investigadores (crime doloso contra a vida) seria competência da justiça comum, e isso já é SUMULADO....Então vamos parar e vai estudar!!!! E outra, pegando o gancho, PM fazendo investigação de crimes comuns em viaturas descaracterizadas é inconstitucional e é crime tá? a tal "inteligência"

  • João
    20 Abr 2017 às 10:24

    Alguns comentários chegam a ser engraçados, porém somente quem está lá dentro sabe a real condições em que esses profissionais trabalham. 1° Esse sistema do Ciosp todo dia cai, todo dia falha, sistema esse que o governo paga milhões para funcionar. 2° Em alguns lugares e bairros realmente os rádios comunicadores não funcionam (sao Mateus em VG é assim, rádio nenhum pega). 3° PM não tem bola de cristal para saber se é ou não PC carro estava em atitude suspeita e ainda "Gestos e sinais sonoros foram emitidos para que o condutor encostasse. Porém, o motorista jogou o carro para cima dos militares e quase atingiu uma das motos", ou seja, fizeram conforme rege o POP PMMT (Procedimento Operacional Padrão). Então antes de criticarem procurem saber oq pq realmente acontece, procurem se informar, não é a primeira vez que acontece isso, está semana iria acontecer a mesma coisa no Terminal André Maggi onde populares ligaram, pq tinha 2 suspeitos armados, porém feita a abordagem foi constatado que eram PC em diligência. Em vez de avisar nem que seja pelo Ciosp, para caso chegue algum coisa lá não venha ocorrer estes erros. PS.: Já tem uma semana que o Ciosp está operando somente por telefone em VG, ou seja, tendo que ligar para passar ocorrência, porque o rádio está estragado. SE INFORME

  • Luciano Ferreira
    19 Abr 2017 às 22:18

    Tem que ser aberto uma sindicância e instalado um Processo Administrativo Disciplinar, para que os fatos sejam apurados! Para verificar se realmente o rádio estava com problemas ou se estava desligado! Pois esta história está muito estranha!

  • Juliana Silveira
    19 Abr 2017 às 21:30

    É, muita gente aqui precisando estudar ... lamentável comentar com ter conhecimento jurídico ... a ÚNICA Autoridade Policial é o Delegado de Polícia ... Vide Constituição Federal ... PM só condu investigações militares ... crimes comuns (caso em tela) são da esfera da Polícia Civil ... Certamento o comentário infeliz foi de algum sem formação em direito, mas se tiver: fica a dica : está aberto concurso para Delegado ! Vamos lá ...

  • cidadão
    19 Abr 2017 às 21:06

    Acho engraçado certos comentários. ..o PM comete um crime, daí vem um "conhecedor" , querendo dizer q isso é crime militar!!! É pra rir mesmo! Soldado agora tem foro por prerrogativa de função? Não pode ir pra delegacia em flagrante? Esse tá sabendo bem eim...... que tal chamarmos agora de Dr. PM?

Sitevip Internet