Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de maio de 2017

Notícias / Cidades

Operação ‘Bairro Seguro’ prende 170 pessoas e apreende 16 armas em MT

Da Redação - Wesley Santiago

19 Abr 2017 - 16:13

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Operação ‘Bairro Seguro’ prende 170 pessoas e apreende 16 armas em MT
A ‘Operação Bairro Seguro’, deflagrada nas primeiras horas desta quarta-feira (19), resultou em 170 prisões em todo o Estado, sendo que 60 delas foram em flagrante delito. Além disto, foram apreendidas 16 armas. Os números são referentes as primeiras horas da ação conjunta, que deve durar pelo menos 24 horas. O secretário de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, ressaltou que operações como esta servem para “trazer sensação de segurança para a população”.

Leia mais:
Sesp deflagra operação para cumprir 84 mandados de prisão em Cuiabá e VG
 
Conforme as informações da Sesp, os 1.661 profissionais das policias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) atuaram em 133 municípios de Mato Grosso. Ao todo, foram 170 prisões, sendo que 60 delas foram em flagrante delito. 3.018 pessoas foram abordadas, 16 armas apreendidas e 12 veículos recuperados. Apenas 2,250 kg de drogas foram encontradas.
 
“A operação ainda está em execução e vai durar no mínimo 24 horas. O objeto é reduzir o índice de crimes e promover uma maior sensação de segurança para a população. Enquanto alguns Estados tiveram aumento de 70% dos delitos de roubo, estamos cravando redução de 26% a 28%. Alguns estados tem como meta 3%, mas estão em ascendência”, disse o secretário durante entrevista coletiva.
 
O secretário ainda destaca que a operação desencadeada nesta quarta-feira é de suma importância para o Estado: “Dentro do sistema de atuação que temos hoje, a Bairro Seguro é um dos modais que utilizamos para resultados mais eficientes na Segurança Pública”.
 
Só em Cuiabá e Várzea Grande foram expedidos 84 mandados de prisão por crimes de roubo, furto, homicídio, tráfico de drogas e demais delitos. Neste ano, esta é a quarta operação deflagrada em todo o estado em 2017.
 
Ao todo, participam da operação, na Capital de Mato Grosso, 66 Policiais Militares, 11 delegados, 44 investigadores e 11 escrivães. O comandante do CR1, coronel PM Edgar Maurício Monteiro Domingues, disse que os resultados obtidos pelas forças de segurança pública no combate à criminalidade são reflexos do trabalho conjunto. “A integração une as duas forças, e isso tem sido essencial e fundamental para redução de índices criminais”.
 
O delegado regional de Cuiabá, Cley Celestino, enfatizou que a operação foi deflagrada para manter a redução dos níveis de criminalidade. “Todos os bairros e todos os batalhões terão ações. A integração das forças é importantíssima. Se não houver a união, é difícil fazer o trabalho com eficiência. Com o emprego do efetivo das forças policiais e as inteligências, a população só tem a ganhar”.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • De olho
    19 Abr 2017 às 18:52

    So esquecerao de passar para a PM motociclistica que iria ter operacao kkkk quase q mata 3 investigadores o despreparo absurdo ....

Sitevip Internet