Olhar Direto

Quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Notícias / Cidades

Suspeito de participar do ‘Desafio da Baleia Azul’ é preso ao ameaçar dar balas envenenadas para crianças

Da Redação - Wesley Santiago

20 Abr 2017 - 08:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto/PM

Suspeito de participar do ‘Desafio da Baleia Azul’ é preso ao ameaçar dar balas envenenadas para crianças
Um jovem de 19 anos, identificado como Robson Silverio dos Anjos, foi preso na tarde da última quarta-feira (19), na cidade de Novo Mundo (741 km de Cuiabá). O rapaz foi detido após postar uma mensagem em um grupo do WhatsApp dizendo que participava do ‘Desafio da Baleia Azul’ e que daria balas envenenadas para crianças em uma escola do município.

Leia mais:
Após 6 novos casos, Sesp cria núcleo para investigar 'jogo da Baleia Azul’

Conforme as informações do Boletim de Ocorrências (BO), ao qual o Olhar Direto teve acesso, a polícia recebeu uma denúncia de que o jovem de 19 anos havia dito em um dos grupos de WhatsApp existentes na cidade que iria dar balas envenenadas para os estudantes de uma escola de Novo Mundo. Os militares receberam inclusive prints das ameaças.
 
Uma viatura então seguiu para a casa do suspeito e realizou a detenção. Também foi apreendido o telefone celular do rapaz. O homem disse aos policiais que recebeu o conteúdo de um grupo da cidade de Sinop e que apenas alterou os dados para divulgar no grupo de uma rádio de Novo Mundo, do qual faz parte.
 
O suspeito ainda explica que tudo não passou de uma brincadeira e afirma que nunca participou do jogo e nunca foi ameaçado por ninguém para cumprir os desafios. O caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).
 
Conforme o Olhar Direto noticiou na quarta-feira (19), mais seis participantes do desafio da Baleia Azul foram identificados pela Polícia Militar nas últimas horas. Em sua maioria, meninas, moradoras das cidades de Vila Rica e Confresa, sendo que o mais jovem possui apenas doze anos e a mais velha, 16.  A informação foi confirmada pelo tenente-coronel Joel Outo Mattos, que coordena as ações do 10º Comando Regional de Vila Rica.
 
Um dos grupos de WhatsApp identificado pela PM na região já contava com 345 participantes, distribuídos por várias cidades de Mato Grosso.
 
As descobertas foram possíveis durante a atividade preventiva que vem sendo executada pela PM nas escolas públicas de 11 cidades que integram a circunscrição da unidade policial, após a morte da estudante Maria de Fátima Oliveira, de 16 anos. No último dia 11, a garota se jogou em uma lagoa cumprindo, supostamente, o 50º desafio proposto pelo jogo virtual. A útima tarefa proposta é o suicídio.
 
O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), Rogers Jarbas, revelou nesta quarta-feira (19) que a pasta está desenvolvendo uma célula de inteligência só para cuidar dos casos referentes ao ‘Desafio da Baleia Azul’. Ele considera o caso de suma importância para a população e defende a divulgação deles “para servir de alerta aos pais”.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jocineu
    21 Abr 2017 às 21:04

    Os ensinamentos religiosos dizem que as pessoas têm vidas pós mortes. A curiosidade juvenil tende a desvendar coisas. Somente após o ocorrido é que percebe-se o equívoco. Mais racionalidade com o mundo real e menos ilusões, essa poderia ser a solução para a sociedade tornar-se menos vulnerável a esses ataques silenciosos.

  • João
    21 Abr 2017 às 15:42

    Por incrível que pareça esse jogo só desperta curiosidade e atrai IDIOTAS!

  • Julião petruquio
    21 Abr 2017 às 07:19

    Sou a favor de que, para se ter acesso a internet, cada pessoa, seja ela criança ou adulta deveria passar por um processo de seleção. Um psicotécnico talvez.

  • GLORIA
    20 Abr 2017 às 14:54

    OS DIREITOS HUMANOS SO PARA BANDIDOS..PAI DE FAMILIA..O QUALQUER PESSOA DEFENDA SUA VIA OU DA SUA FAMILIA...E MATA UM BANDIDO....NUNCA VI DIREITOS HUMANOS IR NA MIDIA DEFENDER...

  • Edson
    20 Abr 2017 às 14:18

    Se de fato foi uma brincadeira, imaginem quantos pais, tios, irmãos, avós esse indivíduo não tirou o sossego. Infelizmente, devido a tantas barbárie que vem ocorrendo nos últimos tempos, no mínimo ficamos preocupados com nossas crianças e adolescentes que são muito vulneráveis. ESSE Indivíduo DEVERIA NO MÍNIMO, FICAR UNS 30 DIAS PRESO, PARA QUE SIRVA DE EXEMPLO. Somente assim, pensariam um pouco mais antes de sair espalhando esse terror para a sociedade.É O Mínimo que se espera. Caso contrário, outros casos semelhantes ocorrerão.

  • Charles
    20 Abr 2017 às 14:01

    Olha cada dia eu me convenço mais que a Internet deveria ser proibida ao uso publico. Apenas com uma autenticação formal onde se consta nome e endereço validados pela Policia Federal poderia se ter acesso.

  • AGUINALDO BARBOSA
    20 Abr 2017 às 13:06

    Brasil terra sem lei tudo aqui vira bagunça

  • J.JOSÉ
    20 Abr 2017 às 12:55

    em que pegar esses marginais e dar uma surra de chicotes. E se os " Diretos Humanos aparecerem para dar consolo a estes bandidos, chicote neles também. CONCORDO PINGA!!!

  • ze
    20 Abr 2017 às 11:00

    Eu faria ele comer todas as balas sem tomar água

  • Fudum
    20 Abr 2017 às 10:45

    Cade os direitos humanos pra chupar essas balas...kkkkkk

Sitevip Internet