Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de junho de 2017

Notícias / Picante

Pelas mídias sociais

Botelho usou redes sociais e classificou grampos ilegais como imorais

Da Redação

17 Mai 2017 - 08:46

Foto: Instagram Eduardo Botelho

Pelas mídias sociais
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), se rendeu de vez ao poder das mídias sociais. Ele utilizou o Instagram, nesta terça-feira (16), para classificar o grampo telefônico como ilegal e imoral, e anunciar o convite formulado aos promotores de Justiça Mauro Zaque, de Mato Grosso, e Fábio Silvestre Galindo, de Minas Gerais, ambos ex-secretários de Estado de Segurança Pública. Botelho destacou que o Poder Legislativo repudia e que o episódio que macula a democracia.

Veja a  íntegra da nota: 

“Ilegal e imoral. Não podemos admitir que escutas telefônicas ocorram em Mato Grosso contra parlamentar, no caso a deputada Janaína Riva, e demais pessoas. Providências devem ser tomadas para apurar o ocorrido. Já convidei os promotores de Justiça Mauro Zaque e Fábio Galindo, para prestarem esclarecimentos. Manifesto total apoio à deputada Janaína. Esse episódio é triste e macula a democracia, o direito à privacidade e o bem estar de uma legítima representante do povo. A assembleia Legislativa repudia e buscará meios que garantam a seguram contra novos ataques desse gênero."
 

Mais Picantes

Sitevip Internet