Olhar Direto

Terça-feira, 24 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Primeiro defensor da queda de Dilma, Taques afirma que governadores tucanos vão tomar decisão conjunta

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

12 Jun 2017 - 18:31

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Primeiro defensor da queda de Dilma, Taques afirma que governadores tucanos vão tomar decisão conjunta
Primeiro defensor do presidente Michel Temer (PMDB) ainda em 2015, antes mesmo de crescer a tese do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador José Pedro Taques (PSDB) defendeu cautela na discussão tucana sobre permanecer ou não, na base aliada do atual governo. “Vamos discutir hoje à noite, por telefone, todos os governadores do PSDB vão se manifestar. A decisão será tomada conjuntamente”, explicou Taques, nesta segunda-feira (12), após entrega de viatura para as Polícia Judiciária Civil e Militar de Mato Grosso, no   pátio do Palácio Paiaugás.

Leia mais:
- Governo Taques apresenta contraproposta da RGA para o Fórum Sindical nesta terça-feira

Pedro Taques e os colegas Geraldo Alckmin (PSDB), de São Paulo; Marconi Perillo (PSDB), de Goiás; e Reinaldo Azambuja (PSDB), de Mato Grosso do Sul, são favoráveis à continuidade na base aliada. “O PSDB, porém, tem responsabilidade e, mesmo correndo o risco do desgaste, precisa agir com a cabeça fria”, destacou Taques, em entrevista anterior à reportagem do Olhar Direto.
 
Os seis governadores do PSDB devem anunciar nesta terça-feira (13) se defendem a permanência ou não da legenda na base aliada do presidente Michel Temer, envolto em casos suspeitos e sob risco de processo de impeachment. Ao contrário de embates anteriores, desta vez,  Taques evita declarar sua posição.
 
A divisão é explicita, no ninho tucano. A maioria absoluta dos jovens deputados federais, em especial os der primeiro mandato, deseja rompimento imediato, enquanto a chamada ‘velha guarda’, ligada a Geraldo Alckmin, pretende continuar com Temer.
 
A postura do PSDB é considerada fundamental para a sobrevivência ou não do governo Temer, que já perdeu o PSB, o PPS, o PTN e o PHS. Juntos, somam 68 deputados federais.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • marta
    13 Jun 2017 às 10:47

    Implacável, amei a ironia. É bem assim que o paladino da justiça irá agir......kkkkk

  • Pedro
    13 Jun 2017 às 06:32

    Estao preocupados com as eleições do proximo ano, por muito menos a dima foi deposta, dois pesos e duas medidas .... o povo que se dane ...o PSDB defende os interesses financeiros

  • Implacável
    13 Jun 2017 às 03:54

    Nosso governador Pedro Taques sempre foi implacável contra a corrupção. Por dever de coerência, com certeza vai se reunir com seus pobros e honestos amigos e correligionários do PSDB, como Aécio Neves, Geraldo Alckmin, José Serra, além dos companheiros de outros partidos aliados como Paulinho da Força, Roberto Freire, Rodrigo Maia, Agripino Maia, e com certeza decidirão pela continuidade do apoio ao excelente e ínclito governo de Michel Temer, Rocha Loures, Moreira Franco, Geddel Vieira, Henrique Alves, Tadeu Filipelli. Quiça peça conselho também ao conterrâneo Gilmar Mendes antes de tomar tão importante decisão, mas, repita-ae, por coerêcia, o que a população espera é a continuidade do apoio.

  • Antonio dert
    12 Jun 2017 às 23:16

    Quando era a dilma ele fazia um estardalhaço, pregava uma moralidade. O que há de imoralidade agora no que se sucedeu com temer poderia ate nao levar a debandada do psdb, mas deveriamos estar escutando os discursos moralistas que o taques sempre fez. Massss agora nao vem mais o caso, dr Pedro? No aguardo e na esperança de sua manifestaçao

  • Hélio
    12 Jun 2017 às 19:36

    Vcs não estão entendendo...o problema era tirar a Dilma, não era a corrupção...

  • Angelo
    12 Jun 2017 às 18:54

    Hipócritas ... PSDB =partido da sabotagem do Brasil

Sitevip Internet