Olhar Direto

Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Notícias / Picante

Citado por Executivo

Wellington Fagundes afirma que menção ao seu nome se deve à sua “atuação parlamentar”

Da Redação

14 Jun 2017 - 14:17

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Citado por Executivo
O senador Wellington Fagundes (PR) se manifestou através de nota, sobre a menção ao seu nome, pelo diretor da Rodrimar, Ricardo Mesquita, no inquérito da Polícia Federal que investiga Temer, no âmbito da Lava-Jato. Na nota, Fagundes ressalta sua dedicação ao setor portuário como presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog) e afirma que somente foi citado pelo empresário devido à sua “reconhecida atuação parlamentar”. Conforme nota publicada por esta coluna, Mesquita disse em seu depoimento que Fagundes seria um dos interlocutores do setor portuário, capaz de agir para resolver dificuldades junto a Casa Civil, como a prorrogação de contratos de concessão para exploração de áreas anteriores a 1993.
 
Veja a íntegra da nota:
 
O senador Wellington Fagundes, em esclarecimento a notícia publicada a partir de depoimento do conselheiro Ricardo Mesquita que apuram o relacionamento do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures com o presidente Michel Temer, se manifesta da seguinte forma:

1.É presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog), movimento formado por 170 deputados federais e 22 senadores, com atuação ativa no âmbito do Congresso Nacional.

2.A Frente Parlamentar, diante disso, foi convidada a integrar o Grupo de Trabalho criado para construir o novo Decreto que regulamentou a Lei dos Portos. Esse GT foi composto pelo Ministério dos Transportes, Secretaria de Portos, Advocacia Geral da União (AGU), Secretária de Assuntos Jurídicos da Presidência da República, Agência Reguladora e entidades representativas do setor, entre as quais a Associação Brasileira dos Terminais Portuários, Associação Brasileira dos Terminais Privados e Federação Nacional dos Operadores Portuários, que congrega os trabalhadores do segmento;

3.Foram 38 reuniões com debates abertos ao público, transmitido via internet, de forma transparente, na qual o corpo técnico de todas as representações participantes do Grupo de Trabalho apresentou diversas sugestões para a desburocratização das normas portuárias e aumento da segurança jurídica como forma de atrair investimentos ao setor – premissa que norteia todo o trabalho parlamentar do senador, notadamente,  no setor logístico;

4.A menção ao seu nome está, portanto, vinculada, exclusivamente, à sua reconhecida atuação parlamentar. Com seis mandatos como deputado federal e agora como senador da República, no qual é membro titular da Comissão de Infraestrutura, sempre foi voltado ao desenvolvimento da logística, com destacada participação na defesa dos grandes empreendimentos nos modais de transporte, que beneficiam o Brasil e, sobretudo, Mato Grosso; e,

5.Por fim, aproveita a oportunidade, para reafirmar seu compromisso com o segmento logístico, por entender ser Mato Grosso, com  seus mais de 900 mil Km²,  estado que necessita de investimentos notáveis na sua infraestrutura para superar as grandes distâncias e ser o indutor do desenvolvimento econômico e social.

Atenciosamente
Assessoria de Imprensa
Senador Wellington Fagundes – PR/MT

Mais Picantes

Sitevip Internet