Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Notícias / Política MT

Valtenir Pereira volta para o PSB como presidente estadual e grupo de Mendes e Botelho deve debandar

Da Redação - Ronaldo Pacheco

14 Jun 2017 - 17:12

Foto: Humberto Pradera / Assessoria PSB

Valtenir Pereira volta para o PSB como presidente estadual e grupo de Mendes e Botelho deve debandar
Depois de passar pelo Pros, Partido da Mulher e PMDB, o deputado federal mato-grossense Valtenir Pereira voltou para o PSB, nesta quarta-feira (14), em cerimônia em Brasília, partido no qual conquistou os seus dois primeiros mandatos na Câmara dos Deputados – 2006 e 2010. Ele assinou filiação tendo a ficha abonada pelo presidente da Executiva Nacional, Carlos Siqueira, com o compromisso de assumir imediatamente a presidência do PSB em Mato Grosso.
 
O ingresso de Valtenir deve culminar com um doloroso processo de fritura interna, que se arrasta há meses, vitimando o grupo do ex-prefeito Mauro Mendes e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB). O PSB mato-grossense teve todo o seu Diretório Regional destituído após o deputado federal Fábio Garcia, então presidente da Executiva Regional, votar a favor da reforma trabalhista, na Câmara dos Deputados, contrariando a orientação partidária.

Leia mais:
- Após ser destituído, Fabio Garcia justifica voto pela Reforma Trabalhista: Modernização
 
- Deputados federais do PSB fazem abaixo assinado em apoio a Fabio Garcia

Mesmo antes de ser confirmada a filiação de Valtenir, no final da manhã desta terça-feira (14), Eduardo Botelho já manifestava o pensamento majoritário do grupo. “Então nós vamos reunir os membros [do grupo Mauro Mendes] e discutir qual vai ser o caminho. Se vamos ficar ou vamos sair. Em principio, existe tendência muito grande de sair”, afirmou o presidente da Assembleia.
  
“Acreditamos no PSB e em suas bandeiras de luta, prerrogativas básicas para o sucesso. Vamos lutar muito pela causa socialista de igualdade e justiça”, afirmou Valtenir, após o ato de filiação. Ele nasceu no Distrito de São Lourenço de Fátima, na época município de Jaciara (MT), hoje município de Juscimeira. Foi servidor público do Ministério Público do Trabalho, advogado e professor universitário. Atualmente está licenciado da Defensoria Pública de Mato Grosso.
 
Valtenir cumpre seu terceiro mandato como deputado federal pelo Estado do Mato Grosso, sendo duas vezes eleito pelo PSB (2007-2011;2011-2015). Pereira já presidiu o partido no Estado de 2007 a 2013.
 
“Ele tem desempenhado suas tarefas políticas sempre com grande brilho e posicionamento correto frente às causas populares. Sabendo do reposicionamento do partido neste momento da política nacional, ele retorna à sua casa para contribuir neste processo, garantindo sintonia do PSB-MT com a direção nacional e com as causas populares, que sempre foram marcas socialistas”, destacou Siqueira.
 

17 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • josé
    16 Jun 2017 às 06:50

    Todos os partidos agradecem o PSB.

  • Juca Pirama
    15 Jun 2017 às 20:49

    Acredito que no Brasil e especialmente em Mato Grosso, o que tem peso e que consegue arregimentar votos, não são os partidos políticos e sim as pessoas que compõem os tais partidos, daí, se Zé, João, Pedro ou Mané estiverem em que partido for, os votos serão para eles individualmente e não para os amontoados que ousam chamar partidos políticos.

  • Gabriel
    15 Jun 2017 às 13:06

    O diretório estadual se vendeu para o governador Pedro Taques, o PSB se tornou um coadjuvante, desde a estranha decisão de Mauro Mendes de não concorrer a reeleição para dar espaço para o Wilson Santos. O PSB estadual passou a ser um partido em defesa de um único grupo, o agronegócio. Agora apoiou a alteração no relatório da CPI das obras da Copa para retomar a obra com a mesma empresa acusada de desviar 300 milhões. Como um militante apoio irrestritamente a decisão da executiva nacional.

  • Raquel
    15 Jun 2017 às 12:18

    No início de sua carreira política doValtenir, eu o admirava como uma pessoa Honesta, justa. até mesmo pq conhecia a trajetória de sua família.... Hj em dia sinto vergonha por ter votado nele nas últimas eleições, foi uma decepção atrás dá outra... Cada dia novos jogos sujos que descobrimos... Valtenir, confiei que faria um excelente trabalho.... Mais infelizmente traiu toda a população, as mesmas que te elegeram para estar onde está.... Não sou a favor de nenhum dos políticos mencionados, isso é apenas minha opinião.

  • Róger
    15 Jun 2017 às 09:44

    Traição foi o que o Mauro Mendes fez ao Valtenir. O Valtenir o convidou para o partido, lhe apoiou em todos os municípios na campanha contra o Silval e foi expulso do partido pelo grupo de Mauro Mendes.

  • Analista
    15 Jun 2017 às 09:36

    Vai tarde Fábio Garcia, chama o Mauro Mendes e o Botelho e pega descendo. São três figuras que não tem qualquer afinidade com a plataforma do partido, que atuam somente em defesa do empresariado e são subservientes aos interesses do PSDB. O PSB é maior que isso e deve a nível nacional não estar no apoio do candidato do PSDB (tanto Alckmin quanto João Dória mostraram fua face ao apoiar a manutenção do partido no apoio ao governo Temer, envolvido na Operação Lava Jato).

  • LUNETA
    15 Jun 2017 às 09:33

    ESSE VALTENIR É O QUERIDINHO DA DILMA. TRAIU TODOS AQUELES QUE VOTARAM NELE NO EPISÓDIO DO IMPEACHMENT. O ASSASSINATO DO SEU PAI EM JUSCIMEIRA ATÉ AQUI O REELEGEU. DAQUI PRÁ FRENTE É UM HOMEM QUEIMADO PELOS SEUS ELEITORES. ELE FOI MAIS ÚTIL COMO DEFENSOR PÚBLICO.

  • Medas
    15 Jun 2017 às 09:18

    Para ficar completo o serviço , deveriam mudar o nome de PSB para P.M... ficaria mais compatível !!!

  • pau rodado
    15 Jun 2017 às 07:34

    Povo de MT, entendo que este cidadão poderá ir para qual partido quiser! O importante eh seu histórico todo marcado, lembram??? Haveremos de dar o troco para esse "abestado", "e tenho dito".

  • Miranda Muniz
    15 Jun 2017 às 06:27

    Com essa decisão corajosa a deputado Valtenir Pereira afasta-se do ideário neoliberal do Governo Temeroso e, certamente, se aproximará das forças democráticas e populares e de sua base politica e social que lhe conduziu à vitória em quatro eleições consecutivas. Agora, sem amarras, poderá contribuir para derrotar as pautas regressivas que vem sendo implementadas contra o povo, em especial a famigerada Reforma da Previdência. Boa sorte e felicidades, deputado Valtenir Pereira.

Sitevip Internet