Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Guilherme Maluf visita a AMDE e propõe ação integrada para melhorar atendimento

Da Redação – Fabiana Mendes

19 Jun 2017 - 17:05

Foto: Reprodução

Guilherme Maluf visita a AMDE e propõe ação integrada para melhorar atendimento
O deputado Guilherme Maluf se reuniu hoje (19) com a diretoria da Associação Mato-grossense de Deficientes (AMDE) e se colocou à disposição da entidade para fazer a interlocução com órgãos públicos e privados para melhorar as condições de trabalho na sede da entidade, instalada no CPA 2.

Leia mais: 
Com suspeita de pneumonia e problemas estomacais, Pedro Taques cancela agenda para tratamento de saúde
 
"Precisamos pensar a AMDE num sentido amplo, contemplando todos os aspectos desde a revitalização da estrutura física, passando pela assistência médica, pela capacitação destas pessoas para a inclusão profissional, além do trabalho de produção ou recuperação de equipamentos usados pelos portadores de deficiências", disse o deputado.
 
A presidente da AMDE, Mariley Auxiliadora de Jesus, e um dos fundadores da associação, o ex-vereador Mário Lúcio de Jesus, relataram as dificuldades que enfrentam para manter a sede própria em boas condições de atender os associados. A área de 7 mil m² precisa de manutenção permanente, para otimizar o uso das instalações que incluem um auditório, salas de atendimento e capacitação, uma quadra esportiva e alguns imóveis que são locados para cobrir os custos de funcionamento. A sede também precisa de segurança, pois já foi vítima de vários furtos que subtraíram objetos e equipamentos fundamentais para o trabalho assistencial.
 
Os dirigentes da AMDE também relataram as dificuldades que os pacientes têm no acesso à rede pública, agravado pela situação atual da principal unidade de atendimento, o Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), que apresenta falhas estruturais.
 
A presidente da AMDE lembra que o Cridac, que já foi referência de saúde para a pessoa com deficiência, não funciona em sua totalidade. "A AMDE e outras entidades reivindicam melhorias para o local, mas a estrutura está precária. Já ouvimos várias promessas de mudanças, mas até agora nada", lamenta Mariley.
 
Dados do IBGE de 2010 apontam que o Brasil tem 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência, ou 23,9% da população. Em Mato Grosso, são mais de 872 mil pessoas com alguma deficiência visual, motora, auditiva ou intelectual.
 
O deputado Guilherme Maluf se prontificou a intermediar os contatos com o governo do Estado para a superação destas dificuldades. A primeira ação será o agendamento de uma reunião  da diretoria da AMDE com o secretário de Estado de Cidades, o deputado licenciado Wilson Santos, para agilizar o projeto de reforma da sede da entidade apresentado anos atrás à Secid. Além do aporte financeiro do Executivo, emendas parlamentares também devem contribuir para a melhoria da infraestrutura de atendimento da associação.
 
Maluf também vai pleitear junto ao Ministério Público e Tribunal Regional do Trabalho (TRT) a destinação de recursos oriundos de Termos de Ajustamento de Condutas (TAC) para suprir as necessidades estruturais e funcionais da sede da AMDE. "Parte dos problemas podem ser resolvidos com estes recursos oriundos de multas e condenações e tenho certeza que o MPE  e  o tribunal serão sensíveis a esta justa causa que afeta milhares de pessoas", disse o deputado.
 
Como parlamentar, Guilherme Maluf também vai propor o aprimoramento das políticas públicas que estabeleçam padrões de qualidade e quantidade para programas e serviços de prevenção, educação, habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência.
 
Associação Mato-grossense de Deficientes (AMDE)
 
A entidade filantrópica fundada em 1983, que tem como objetivos atender e buscar melhorias na saúde, reabilitação, lazer, transporte, emprego e acessibilidade, visando a inclusão social da pessoa com deficiência

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • pedro paulo
    19 Jun 2017 às 17:41

    É o mesmo Dep. Est. Maluf citado nas fraudes da SEDUC ?

Sitevip Internet