Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Antero despista, mas aceita candidatura majoritária se tiver “retaguarda” de Álvaro Dias

Da Redação - Jardel P. Arruda

11 Jul 2017 - 18:14

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Antero despista, mas aceita candidatura majoritária se tiver “retaguarda” de Álvaro Dias
O jornalista Antero Paes de Barros Neto afirma que mira um retorno às disputas eleitorais em 2018 para postular uma cadeira na Assembleia Legislativa, mas deixa em aberto a possibilidade de uma candidatura majoritária pelo PODEMOS, antigo PTN, caso tenha alguma retaguarda do presidenciável da sigla, o senador Álvaro Dias (PODE). Em 2018, duas vagas serão disputadas no Senado e ainda não há um nome consolidado como candidato da oposição ao governador Pedro Taques (PSDB).

Leia mais:
Valtenir minimiza possível debandada do PSB e sonda parlamentares de outros partidos

Ex-senador, ex-deputado federal e ex-vereador, Antero confirma que tem usado sua experiência política para ajudar a organizar o PODEMOS em Mato Grosso, mas justamente devido à necessidade de maior suporte para ser candidato em 2018, ainda não fechou sua filiação na sigla. Ele afirma que precisa de retaguarda para se filiar ao PODEMOS e seguir com o projeto de Álvaro.

“Eu vou me reunir com o Álvaro até essa sexta e explicar tudo isso para ele. Mas eu não sei se ele quer que eu seja candidato ao Senado, ele nunca falou isso para mim. Falou em me filiar. Mas só tenho tempo para organizar o partido a partir de sexta-feira a noite, no final de semana, porque eu preciso trabalhar", afirmou ao Olhar Direto. "Se houvesse outra pessoa para articular, um suporte, quem sabe, aí seria diferente”, completou.

A necessidade desse suporte se deve ao fato de Antero precisar se dedicar a sua profissão de jornalista. Ele trabalha na TV Gazeta e na Rádio Capital FM, onde apresenta programas voltados a comentários políticos. Em ambos os ambientes, Paes de Barros costuma apresentar críticas ao governador Pedro Taques, de quem foi marqueteiro em 2014. "Por necessidade eu preciso trabalhar. Sempre fiz política por idealismo, não para fazer dinheiro", afirmou.

Vitórias e derrotas

Há 19 anos, em 1998, Antero Paes de Barros venceu, pela última vez, uma disputa eleitora em que foi candidato. Na ocasião, derrotou Carlos Bezerra (PMDB) no pleito por um vaga ao Senado. Ao fim do mandato, em 2006, disputou o Governo do Estado contra Blairo Maggi (hoje PP, então PPS), mas perdeu. Perdeu novamente em 2010, quando foi novamente candidato ao Senado e viu Blairo Maggi (à época PR) e Pedro Taques (então PDT) serem eleitos.

Por outro lado, colecionou vitórias como marqueteiro. Em 2004 coordenou a campanha em que Wilson Santos (PSDB) venceu Alexandre César (PT) na disputa pela Prefeitura de Cuiabá em uma virada nos dois últimos dias de campanha. Quatro anos depois repetiu a dose, dessa vez mantendo Wilson na dianteira contra Mauro Mendes (PSB, então PR).

Perdeu a campanha de Wilson Santos ao Governo, em 2010, mas dois anos depois foi o responsável pela vitória de Mauro Mendes (já no PSB) em Cuiabá. Em 2014 ganhou com Pedro Taques ao governo e em 2016 levou Emanuel Pinheiro (PMDB) a vitória em Cuiabá, tendo se sagrado, pela quarta vez consecutiva, marqueteiro vencedor na Capital, tendo também vencido outras vezes na cidade, quando coordenou campanhas de Dante de Oliveira.

Além disso, tiveram as campanhas vitoriosas no interior, como Lucas do Rio Verde, em 2016, onde prestou consultoria e garantiu a vitória de Luiz Binotti (PSD) sobre Otaviano Pivetta, que tentava reeleição.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Josefa
    14 Jul 2017 às 20:07

    Alvaro dias será o novo presidente do Brasil por que não está censo investigado

  • Chacal
    12 Jul 2017 às 09:13

    Além das eleições que perdeu, também perdeu a noção do caminho mais difícil.

  • Alencar
    12 Jul 2017 às 00:49

    Nunca Mais. Besta de quem vitae nesse cidadão. Lembrem do passado.

  • juliana
    11 Jul 2017 às 23:35

    Pelo amor de Deus meu povo. Esse ai já e passado.

  • ANDRE CINICO SILVA
    11 Jul 2017 às 21:15

    QUANDO EU VEJO AS PESSOAS ELOGIANDO MAGGI, ANTERO, ETC, DILMA E LULA, BEZERRA, VALTENIR, PRA MIM TODOS SAO FARINHA DO MESMO SACO. MEU CINISMO ERA UMA FORMA DE CHAMAR A ATENÇÃO E NAO VOTAR EM NENHUM DESSES, MAS, COMO FALO ELEITOR QUE ELOGIA POLITICOS OU É IDIOTA OU CUMPLICE. ANDRE CINICO MORREU, ANTERO VOLTAR É A PROVA QUE O POVO, RICO OU POBRE TEM QUE LASCAR. ÚLTIMA MENSAGEM. CENSUREM SE QUISER.

  • Lindon Johnson
    11 Jul 2017 às 20:06

    COM CERTEZA EU VOTO NO ANTERO.

  • Paulo Becker
    11 Jul 2017 às 18:35

    Aí está um bom nome para qualquer cargo que venha a disputar no ano que vem. Avante, meu amigo!

Sitevip Internet