Olhar Direto

Terça-feira, 25 de julho de 2017

Notícias / Política MT

Tampinha pode deixar ministério, assumir vaga na Câmara e frustrar Dal Molin

Da Redação - Jardel P. Arruda

12 Jul 2017 - 11:26

Foto: Olhar Direto

Tampinha pode deixar ministério, assumir vaga na Câmara e frustrar Dal Molin
A expectativa do segundo suplente de deputado federal Xuxu Dal Molin (PSB) assumir a vaga de Adilton Sachetti (PSC), que sairá de licença, pode ser frustrada pelo médico José Augusto Curvo (PSD), o Tampinha. Atualmente no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, o médico avalia fazer valer sua condição de primeiro suplente, caso o PSD dê aval.

Leia mais:
Antero despista, mas aceita candidatura majoritária se tiver “retaguarda” de Álvaro Dias

Essa posição de Tampinha é uma resposta a um comentário feito pelo governador Pedro Taques (PSDB), no município de Sorriso, base de Dal Molin. Em um evento, Taques afirmou que dessa vez Xuxu Dal Molin assumiria a vaga e ninguém “passaria a perna nele”.

"Assumir no caso de vacância é meu direito constitucional, já que eu sou o primeiro suplente do partido. Não foi combinado nenhum tipo de rodízio na bancada, por isso sempre que houver vacância sou o primeiro convocado. Não existe 'golpe político' ou de 'passar a perna' no Xuxu. Essa foi uma declaração irresponsável e pode ser que Adilson Sachetti nem se afaste, estão fazendo tempestade em copo d'água", afirmou Tampinha, através da assessoria.

Entretanto, ele só deixará o ministério caso tenha aval da da sigla, que conta com nomes como Carlos Fávaro, vice-governador de Mato Grosso, e Gilberto Kassab, Ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicação. “Deixei o partido resolver", disse Tampinha.

José Augusto Curvo, que atualmente trabalha em um projeto de um satélite para ampliar a capacidade da internet brasileira, ainda salienta que a bancada de Mato Grosso nunca combinou nenhum rodízio e que só assumiu duas vezes quando parlamentares se ausentaram por questões pessoais. Ele ainda insinuou que o governador Pedro Taques fez um acordo com Dal Molin para o filiado do PSC não ser candidato em Sorriso e apoiar o candidato do PSDB, Ari Lafin.

“Quem fez compromisso com Xuxu Dal Molin para retirar sua candidatura a prefeito de Sorriso e deixar somente o prefeito eleito pelo PSDB é quem deveria se afastar também para que ele possa assumir", disse.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet