Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de julho de 2017

Notícias / Cidades

Irritado com prisão da mãe, policial civil saca arma dentro de delegacia e ameaça atirar em cabo da PM

Da Redação - André Garcia Santana/ Wesley Santiago

13 Jul 2017 - 23:02

Foto: Olhar Direto

Irritado com prisão da mãe, policial civil saca arma dentro de delegacia e ameaça atirar em cabo da PM
Uma confusão entre um investigador da Polícia Civil e Militares terminou na Delegacia de Várzea Grande, na noite da última quinta-feira (13). O investigador teria tentado impedir a prisão de um familiar, que foi pego com drogas após uma abordagem da Polícia Militar e ainda sacado uma arma dentro da delegacia e ameçado atirar em um cabo.

De acordo com as informações do Boletim de Ocorrências (BO), uma viatura estava em rondas pelo bairro Asa Bela, em Várzea Grande, quando fez a abordagem de um homem, que estava com duas porções de substância análoga a maconha. Durante checagem, ficou constatado que ele possúi dez passagens criminais.

 
Minutos depois, chegou uma mulher que começou a xingar os policiais que atendiam a ocorrência com as seguintes palavras: "Policiais filhos da puta, vagabundos, meu filho é policial, ele irá matar vocês". Sendo assim, o Militar deu voz de prisão para a mesma por desacato e ameaça. Ela então teria desferido socos, pontapés e um tapa no rosto de um dos soldados, chegando a danificar a lente de seu óculos.

Os policiais então utilizaram força moderada para colocar as algemas nos dois suspeitos. Porém, o marido da mulher e outros quatro populares tentaram obstruir o serviço dos PMs, que conseguiram afastar todos do local. Eles então foram conduzidos para a Central de Flagrantes.

A mãe do investigador estava com uma pequena escoriação no cotovelo, ocasionada no momento em que os policiais tentavam algemá-la. Na delegacia, o policial civil, que é filho da acusada e não estava de serviço, se apresentou e exigiu que as algemas fossem retiradas dela.

Além disto, teria ordenado que os policiais entregassem o celular do seu pai de volta. O investigador ainda teria sacado a arma e ameaçado um cabo da PM, dizendo: "Se tiver que matar eu mato, que eu sou policial civil, eu que mando aqui". Também disse conhecer um dos soldados que atenderam a ocorrência e que saberia onde ele mora.

Atualizada às 23h32, 00h20, 00h33 e às 01h20.

85 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • De olho
    15 Jul 2017 às 13:22

    Esse policial esta civil esta em periodo probatorio e ainda quer achar que pode desafiar outros policiais por erros de seus familiares olha vc sr policial tem que ser imparcial seguir a justica ...... e mais e melhor continuar com seu pet shop kkkkkkkkk pq ai vc entende

  • João cana mansa
    15 Jul 2017 às 10:55

    Polícia tem salário e para enfrentar bandidos. Quem anda armado e polícia e bandido. Não quer Ser chamado para enfrentar criminoso vai ser padre ou freira.

  • Laura
    15 Jul 2017 às 04:32

    Olha este nosso Brasil tá feio isto é abuso de autoridade e mais si o policial cívil ficou contra o PM é porque é conivente com o que a família faz isto quer dizer oque corrupto também ele também deveria ser preso independente si é o presidente tem que ir pra cadeia si for safados.

  • Wilson
    14 Jul 2017 às 23:45

    Vamos deixar de ser cretinos emitindo comentario pessoais contra as instituiçoes e seus membros por simplesmente não gostarem da policia mas qdo a m...ta feita sabe quem chamar, afinal ninguem estava lâ portanto ninguem pode falar nada, criticar é facil qdo não tem c...pra enfrentar bandido.

  • Eleitora
    14 Jul 2017 às 23:44

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Iury
    14 Jul 2017 às 23:41

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Bernardo
    14 Jul 2017 às 19:49

    Quando apontarem a arma para você, atira irmão!

  • Rodrigo
    14 Jul 2017 às 19:44

    Nesses casos, o promotor de justiça plantonista deve ser chamado para acompanhar o caso!

  • Pagadora de Impostos
    14 Jul 2017 às 18:55

    Quanta intolerância nessa "Civilização" .

  • Ana Carla
    14 Jul 2017 às 18:21

    E por isso que sou fã da PF.Esse tipo de Bafão não consta na conduta do agente. Ja os mequetrefe da PC e PM bando de gentalha!

Sitevip Internet