Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Presidente do TJMT recebe médicos para discutir cenário crítico do MT Saúde

Da Redação - Vinicius Mendes

15 Jul 2017 - 08:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Presidente do TJMT recebe médicos para discutir cenário crítico do MT Saúde
Um grupo de médicos se reuniu com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Rui Ramos Ribeiro, para apresentar uma radiografia da atual situação do plano de saúde do Governo do Estado, o MT Saúde. O deputado estadual Guilherme Maluf também acompanhou a reunião.

Leia mais:
MT Saúde realizou 48% mais cirurgias nos últimos dois anos e vai investir R$100 milhões em 2017

Os profissionais afirmam que o cenário é crítico e, certamente, ficará mais complicado com a suspensão, por parte dos hospitais, do atendimento aos usuários do plano. A primeira ação destacada pelos médicos possivelmente será o cancelamento dos atendimentos nas unidades de saúde com o encerramento do convênio com o MT Saúde.
 
"Estou extremamente alarmado com esse contexto sinalizado pelos médicos. E, com isso, diante desse quadro, tomei a decisão de agendar reunião na próxima semana com o secretário estadual de Fazenda, Gustavo Oliveira, e com o presidente do MT Saúde, Maurélio Ribeiro, para que possamos avaliar e buscar saídas", frisa o presidente do TJ, lembrando que a população, especialmente os mais de 30 mil usuários do plano de saúde, não podem ser prejudicados.
 
O grupo

O grupo de médicos é composto pelos diretores presidentes dos hospitais Santa Rosa, José Ricardo de Mello, Santa Rita, Alencar Farina e Jardim Cuiabá, Arilson Arruda, da Cooperativa dos Profissionais de Saúde do Hospital Santa Rosa, Antônio Manoel Cardoso Fernandes e da Cooperativa dos Médicos do Hospital Jardim Cuiabá, Nadim Amui Júnior. Além dos médicos, a reunião com o presidente contou com a participação do advogado André Cardoso, do Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindessmat) e Geneci Batista da Silva Almeida, diretora executiva do Hospital Amecor.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • EDIMARCIO
    15 Jul 2017 às 18:01

    vou ver se consigo uma ação contra esse plano e pedir meu ressarcimento...moro em sinop...e não aguento mais passar vergonha com esse plano......raramente...muito raramente esse palno funcionou aqui.....e quando tenho que usa-lo preciso gastar uma quantia grande para deslocar até Cuiabá..........uma data atras fui obrigado assinar um acordo para poder consultar as pressas meu filho....mudaram o desconto e nao avisaram aqui nem por telefone...nem por carta...nem por e-mail.....simplesmente fizeram o bloqueio e passei a maior vergonha em Cuiabá......e ainda fui obrigado a fazer o acordo pois precisava urgente desse plano...........

  • Hélio
    15 Jul 2017 às 15:48

    Pro SUS nada ne?!?!

  • Jeronima Ribeiro
    15 Jul 2017 às 12:26

    Estamos esperando anos para a normalização do MT-Saude , é descontado na folha dos funcionários. Liga pra médicos não atendem o plano, parece brincadeira estamos pagando e não pedindo. 30 mil servidores pagam onde vai parar o dinheiro, sei que agora está num prédio luxuoso ao lado do Hospital Jardim Cuiabá. Doença não espera? Sr Presidente do TJMT precisa olhar por nós que pagamos e não temos atendimento.

  • Cpa
    15 Jul 2017 às 11:33

    Se desconta todos os meses do salário do cooperado,para onde está indo esse dinheiro .se esta tendo desvio do desconto. Isso chama o que.

Sitevip Internet