Olhar Direto

Notícias / Cidades

Programa Saúde na Escola é lançado na cidade de Sinop

Da Redação - Fabiana Mendes

13 Ago 2017 - 09:15

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto/Ilustração

Programa Saúde na Escola é lançado na cidade de Sinop
A Prefeitura de Sinop, por meio das Secretarias de Saúde e Educação, lançou o Programa Saúde na Escola (PSE), que atenderá inicialmente 20 escolas municipais. A abertura oficial foi realizada na escola Tarsila do Amaral e contou com a presença dos pais, autoridades, o vice-prefeito, Gilson de Oliveira, e a prefeita Rosana Martinelli.

Leia Mais: 
Agita Sinop transforma centro da cidade em ponto de lazer e esporte

 
"Nossa administração tem valorizado essas duas frentes, a da saúde e da educação, desde o primeiro dia da nossa gestão, levar saúde também às escolas, para nós, é uma imensa alegria, pois estaremos cuidando da base, do nosso futuro, que são as nossas crianças", observa Martinelli.
 
Com objetivo de proporcionar a comunidade escolar maior participação em projetos que articulam saúde, o Programa Saúde na Escola (PSE), política intersetorial da Saúde e da Educação, foi instituído em 2007. São ações voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira para promover saúde e educação integral. 
 
Segundo a Secretaria de Educação, Veridiana Paganotti, o cuidado com a saúde faz parte da rotina das escolas e ações como essa são importantes, pois complementam esse cuidado. "As escolas trabalham por projetos e estamos sempre atuando nessa parceria entre as secretarias, no caso da saúde temos ações mútuas, como atualização de vacinas nas crianças, nutrição, obesidade, exames e outras especialidades, por exemplo."
 
O planejamento mensal será desenvolvido ao longo do projeto pelos coordenadores das escolas, em conjunto com as equipes das unidades de saúde.
 
"Com esse programa nós trazemos o serviço de saúde para dentro da escola. Aqui conseguimos avaliar, fazer uma triagem prévia e encaminhar os alunos que precisarem de tratamentos mais delicados. Além de orientações básicas que a criança aprende aqui e compartilha com a família e a comunidade fora da escola", explica o secretário de Saúde, Marcelo Klement.
 
No dia 30 de agosto será feita uma avaliação da situação vacinal dos alunos. Os enfermeiros irão avaliar os cartões de vacina dos alunos e entregar aos pais a contra referência, caso a criança necessite ser vacinada por estar em atraso.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet