Olhar Direto

Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Notícias / Política MT

Após superar “problemas pontuais”, José Adolpho afirma que emendas só serão liberadas conforme disponibilidade financeira

Da Redação - Jardel P. Arruda e Érika Oliveira

11 Ago 2017 - 17:15

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Após superar “problemas pontuais”, José Adolpho afirma que emendas só serão liberadas conforme disponibilidade financeira
O secretário-chefe da Casa Civil, José Adolpho, afirmou que o Governo do Estado fará um esforço para liberar R$ 10 milhões em emendas por mês, mas o pagamento só será realizado mediante disponibilidade financeira.  De acordo com ele, a prioridade continua a ser o pagamento das dívidas da saúde, setor em crise financeiro.

Leia mais:
Taques afirma que Temer é homem com coragem para fazer as reformas e cobra investimento em ferrovias

“Eu ouvi o Dilmar comentando algo em torno de R$ 10 milhões, vamos tentar alcançar esse valor. Os deputados entendem que não atrapalharia o caixa e nós também entendemos que dá para chegar a esse montante. Mas, levando em consideração que eles têm entendimento da dificuldade. Se um mês não chegar, ou passar um pouco... Vamos tentar ficar dentro desse patamar”, afirmou José Adolpho, no Centro de Eventos Pantanal, na tarde de sexta-feira (11).

Ao total, o Governo deveria pagou R$ 25 milhões de R$ 130 milhões em 2017. Caso a “meta” de R$ 10 milhões mensais seja cumprida a partir deste mês, o Governo vai pagar em cinco meses o dobro daquilo que foi pago nos sete primeiros meses de 2017.

As tratativas sobre os pagamentos das emendas parlamentares foram realizadas no jantar de quarta-feira passada (9), na casa do presidente da Assembleia Legislativa, quando o governo também pediu apoio na aprovação de alguns projetos de leis. Antes disso, parlamentares haviam se manifestado com irritação perante o Governo devido, mas depois da reunião o discurso foi de união, inclusive para o pleito eleitoral de 2018.

“Eu nunca senti clima [ruim] nenhum. Eu entendo que em toda relação sempre vai aparecer problemas pontuais, uma hora ou outra. A base saiu muito coesa, como o presidente Botelho já disse, prontos para o embate. Inclusive o eleitoral, mesmo não sendo decidida em definitiva a candidatura do governador”, disse José, em relação ao alinhamento após as rusgas.

Antes do jantar, o presidente da Assembleia Legislativo, Eduardo Botelho, chamou a equipe do Governo do Estado de incompetente devido a demora no envio de projetos. Em resposta, o governador Pedro Taques afirmou que a incompetência também poderia estar no chefe da Casa de Leis. Outros parlamentares, nos corredores, reclamavam da falta do cumprimento de vários compromissos. No entanto, agora se dizem prontos para estar lado a lado nas eleições de 2018.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet