Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

MT vai implantar Centro Avançado de Estudo de Educadores para a inserção de alunos autistas na rede pública de ensino

Da Redação - Fabiana Mendes

11 Set 2017 - 12:10

Foto: Divulgação

MT vai implantar Centro Avançado de Estudo de Educadores para a inserção de alunos autistas na rede pública de ensino
O governo de Mato Grosso deverá implantar um Centro Avançado de Estudo e Capacitação de Educadores para a inserção de alunos autistas, diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista – TEA, na rede pública de ensino. Um projeto de lei foi apresentado no início de agosto e será apreciado, nos próximos dias pela Comissão Permanente de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).  De autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), se aprovado e sancionado pelo governador Pedro Taques (PSDB), esses alunos terão atenção especial diante da capacitação e aprimoramento dos professores.

Leia Mais: 
 Moradores do Aguaçu comemoram chegada do asfalto após articulação de Botelho

"É mais um projeto que apresentamos com o intuito de contribuir com a formação escolar das nossas crianças e jovens que sofrem desse transtorno. Por isso, acreditamos que após amplo debate o projeto será aprovado pelos nobres colegas", afirma Botelho.

ANÁLISE – De acordo com assessoria, o projeto é citado o renomado médico Dráuzio Varella, que explica as formas de autismo que é um transtorno global do desenvolvimento, marcado por três características fundamentais: inabilidade para interagir socialmente; dificuldade no domínio da linguagem para comunicar ou lidar com jogos simbólicos; padrão de comportamento restritivo e repetitivo.

Chama a atenção à dificuldade do diagnóstico precoce. Os sintomas podem aparecer nos primeiros meses de vida, mas dificilmente são identificados. O mais comum evidencia os sinais antes da criança completar três anos.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet