Olhar Direto

Terça-feira, 19 de setembro de 2017

Notícias / Política MT

Maçom de MT pode ser expulso do Grande Oriente do Brasil por denunciar dívida de R$ 1 milhão em IPTU

Da Redação - Lázaro Thor Borges

08 Set 2017 - 16:31

Foto: Reprodução

O grão-mestre carioca admitiu a dívida de IPTU da Loja Maçônica do Lavradio, mas negou acusações de favorecimento

O grão-mestre carioca admitiu a dívida de IPTU da Loja Maçônica do Lavradio, mas negou acusações de favorecimento

O ex-vereador do município de Sinop Aluizio Pereira de Barros pode ser expulso do Grande Oriente do Brasil (GOB) sob a acusação de ter enviado mensagens por whatsapp em que denunciou suposta dívida de R$ 1 milhão da maçonaria carioca com a Prefeitura do Rio de Janeiro.  

Leia mais:
Justiça arquiva inquérito contra juízes envolvidos em escândalo da maçonaria


Aluizio e o maçom Luiz Antonio Vargas de Andrade, que pertence a maçonaria do Mato Grosso do Sul, teriam espalhado mensagens em um grupo de wahtsapp que reúne maçons de todo Brasil afirmando que o Grande Oriente do Brasil do Rio de Janiero (GOB-RJ) deve R$ 1.155.864,62 de IPTU e R$ 55.730,41 de honorários de sucumbência a Procuradoria do município carioca. Os maçons também acusaram a gestão nacional de favorecer as lojas cariocas.

Como resposta, a GOB carioca publicou nota de esclarecimento em que acusa os dois membros de descumprirem o Código Disciplinar Maçônico. A entidade pediu a expulsão dos dois maçons da sociedade secreta, como punição pela suposta infração cometida.  

O texto assinado pelo grão-mestre da GOB-RJ, Edimo Muniz Pinho, lembra que os dois jurisdicionados não poderiam se manifestar sobre questões referentes ao Oriente do Rio de Janeiro. “Causa-nos espécie que irmãos se manifestem sob um tema do qual não tem conhecimento profundo e dissemine dúvidas e contrariedades sob a gestão do GOB e do GOB-RJ.”, ressalta.

Isenção de imposto

Edimo também explica que a propriedade do Palácio Maçônico do Lavradio, alvo da disputa nos grupos de whatsapp, pertence ao Oriente do Brasil e que o imóvel foi cedido em regime de comodato ao GOB-RJ. O palácio possuía isenção de IPTU, que não foi renovada nos últimos anos, por omissão das antigas administrações.

“O erro, o equívoco ou negligências de administrações anteriores não poderão ser lançadas sob a administração que se iniciou em 2013, a qual após assumir o Grande Oriente do Brasil - Rio de Janeiro em situação de penúria financeira com obrigações inadimplidas e passadas por 2 (duas) intervenções do Poder Central, hoje possui condições de adquirir uma sede administrativa à vista, sem onerar as lojas da jurisdição ou cobrança de cota extra.”, afirma.

Apesar do imbróglio, os maçons cariocas argumentaram que tem batalhado para que a isenção de IPTU volte a vigorar. Edmo cita, inclusive, que a GOB-RJ vem “trabalhando” junto a Prefeitura do Rio, por intermédio do vereador João Ricardo (PMDB), na tentativa de obter o benefício.

Além da isenção no Lavradio, o Oriente carioca diz já ter sido beneficiado com a isenção deste ano para a nova sede, que representou uma economia de aproximadamente R$ 150.000,00 às lojas. A ideia, segundo a nota, é pleitear o benefício por mais três anos.

“Tudo, repita-se, por intermédio da atual administração do GOB-RJ e de irmãos políticos jurisdicionados ao GOB-RJ. O benefício do Grande Oriente do Brasil é benefício de todos os maçons.”, acrescentou.

A nota foi enviada aos grãos-mestres dos estados dos maçons responsáveis pelas acusações e, se apreciada, poderá render a expulsão de Aluizio Pereira de Barros eE Luiz Antonio Vargas de Andrade. 

62 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • RIVANILDO DA SILVA SIQUEIRA
    12 Set 2017 às 11:23

    FALTA DE BOM SENSO DIVULGAR ALGO TÃO SÉRIO EM REDES SOCIAIS E AINDA SE TRATANDO DE UMA IRMANDADE TÃO DISCIPLINADA SÓ PARA DIFAMAR Á IRMANDADE DIANTE DOS QUE NÃO A CONHECE

  • Hiran
    11 Set 2017 às 09:18

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Zé Galera
    11 Set 2017 às 07:55

    Só para esclarecer algo sobre os comentários abaixo: Os maçons, em sua grande maioria são os que mais produzem e pagam impostos, geram emprego e renda nesse país! Além disso, não há nenhum deles cadastrado em bolsa família, bolsa escola etc e tal. São poucos os maçons que usam o SUS, escolas públicas e outros benefícios de governos durante sua vida. Diferente das igrejas que cobram dízimos e outras doações de seus membros e são totalmente isentas de impostos e , praticamente todos os seus fiéis vivem sob a assistência do estado!

  • Edson
    11 Set 2017 às 07:12

    ACREDITO QUE ANTES DE EMITIRMOS QUALQUER COISA,DEVEMOS LEVAR EM CONTA QUE INSTITUIÇÃO MAÇONARIA É MILENAR,PORQUANTO SEM A CONHECER COM A DEVIDA PROFUNDIDADE,DEVEMOS NOS FURTAR A QUALQUER TIPO DE JUIZO,NÃO SOU MAÇAÕ TODAVIA TENHO VARIOS AMIGOS QUE O SÃO E COMO JÁ FOI COLOCADO AQUI EM OUTROS COMENTARIOS SÃO PESSOAS ILIBADAS DE PROFUNDO RESPEITO COM TODAS AS OUTRAS PESSOAS,VERDADEIROS GUARDIOES DA HONRRA

  • Thiago
    10 Set 2017 às 20:04

    Os grandes problemas da sociedade são o preconceito e a ignorância. Maçonaria não é religião!!! A isenção de impostos para o Palácio do Lavradio não é por ser templo religioso, e sim patrimônio histórico cultural. É um bem tombado pelos órgãos de proteção. Como muitos outros bens tombados, também possui o benefício da isenção de impostos. Favor, antes de julgarem qualquer instituição e/ou grupo social, procurem se informar do que realmente se trata para que não aumente ainda mais ondas de intolerância e injustiça. Vamos buscar construir uma sociedade cada vez mais justa e perfeita. Abraço fraternal a TODOS!

  • Povo
    10 Set 2017 às 19:03

    Infelizmente ser maçom atualmente é status! Muito triste! Procura saber qual destes políticos ladrãos do erário foi expulso?

  • Luiz da Silva torres
    10 Set 2017 às 17:08

    Sou membro da ordem e o que mais preservamos é a moral e os bons costumes pelo o visto alguns ir. ^.desconhecezar os bons costumes( honestidade acima de tudo)

  • Sei de tudo
    10 Set 2017 às 14:30

    Como profundo conhecedor da maçonaria, posso afirmar que ela é composta apenas de pessoas com reputação ilibada, virtuosas, abnegadas, éticas, com moral elevada e de bom coração.

  • Reinaldo
    10 Set 2017 às 13:07

    O link com a decisão do STF proferindo que as maçonarias devem pagar IPTU, está ai: https://www.terra.com.br/noticias/brasil/stf-decide-que-maconaria-nao-e-religiao-e-deve-pagar-iptu,49a1dc840f0da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

  • Sergio quadros
    10 Set 2017 às 08:20

    Grande Oriente do Brasil ou Grande Oriente Brasileiro???

Sitevip Internet