Olhar Direto

Terça-feira, 19 de setembro de 2017

Notícias / Cidades

Banho na salgadeira deverá ser para número limitado de pessoas; veja detalhes do projeto

Da Redação - Wesley Santiago

11 Set 2017 - 08:15

Foto: Gcom

Banho na salgadeira deverá ser para número limitado de pessoas;  veja detalhes do projeto
Nesta segunda-feira (11), as obras de revitalização do Complexo da Salgadeira, localizado na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, devem ser retomadas. A expectativa do governo é que o banho seja liberado apenas de um dos lados da rodovia e para um número limitado de banhistas por dia. O Olhar Direto teve acesso a parte do projeto, que mostra como deverá ficar a ‘Nova Salgadeira’.

Leia mais:
Salgadeira terá passarela, posto policial e trilhas; obras recomeçam na segunda e têm duração de seis meses
 
Recentemente, o secretário de Cidades (Secid), Wilson Santos (PSBD), informou que “Não havia garantia de banho, mas por determinação do governador, estamos trabalhando com o Ministério Público, para paralelamente trabalhar a inclusão do banho. Mas o banho apenas do lado esquerdo da rodovia, no sentido de Cuiabá pra Chapada, e não mais como era, haverá um controle, numero limitado de pessoas por dia”.
 
O projeto de reforma ainda é o que garantia apenas a contemplação do espaço.  Ele prevê um estacionamento, uma central de lixo e gás, uma central de tratamento de esgoto, um posto policial, guaritas, um restaurante, uma loja, um mirante e um Centro de Interpretação do Turista, para estudo do turismo na região.
 
Também serão instaladas trilhas elevadas, para que os visitantes não pisem nas rochas e vegetação, na mesma diretriz que ocorre no arquipélago de Fernando de Noronha.
 
A responsável por retomar e concluir o projeto será a Concremax Concreto Engenharia e Saneamento LTDA. O valor global da obra é de R$ 12.637.552,78. O montante é quase o dobro do previsto inicialmente, em 2013, quando o projeto foi orçado em R$ 6,3 milhões. Ao todo, a antiga empresa gastou pelo menos R$ 2,4 milhões.
 
Segundo a assessoria de imprensa da Secid, este valor é corrigido para 2017, já que o antigo contrato foi firmado há quatro anos. Além disto, ainda existem algumas correções que tiveram de ser feitas, devido ao tempo que a execução ficou parada. A previsão é de entregar o projeto até abril de 2018.
 
Histórico
 
O Complexo Turístico da Salgadeira tem área total de 72,4 mil metros quadrados. O local foi interditado em 2010 por determinação judicial, devido à detecção de vários problemas ambientais, como a disposição de resíduos a céu aberto, causados pela ocupação e uso irregular do espaço ao longo dos anos.
 
As obras de revitalização da Salgadeira foram iniciadas em 2014, com previsão de entrega até a Copa do Mundo e paralisados devido a inconsistências de projeto. Foram retomadas em 2016, mas parada novamente devido ao término do contrato. 

Confira na galeria os detalhes do projeto da 'Nova Salgadeira'

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Julio
    11 Set 2017 às 20:22

    Essa obra vai ser mais uma que não acaba , única coisa que vai acabar vai ser os 12 milhões no dinheiro dos pilantras .

  • Jackson
    11 Set 2017 às 14:41

    Essa novela não acaba nunca!!!

  • JHOY
    11 Set 2017 às 12:42

    A 40, 45 ANOS ATRAS QUANDO EU ERA CRIANÇA, MEU PAI TINHA A OPÇÃO DE LEVAR TODA A FAMÍLIA PARA TOMAR BANHO AOS DOMINGOS NA PRAIA DE SANTO ANTONIO DO LEVERGER(botava a praia de Barra do Garças no Rio Araguaia no chinelo), OU DO NÁUTICO, SOUZA LIMA, PRAIA GRANDE, PRAIA ANDRE, VEREDA, PASSAGEM DA CONCEIÇÃO, QUE ATUALMENTE VIRARAM PEDREIRAS POIS AS DRAGAS SUGARAM TODA A AREIA, PRA NÃO DIZER QUE SÃO VERDADEIRO ESGOTO A CÉU ABERTO. OU ENTÃO NÓS ÍAMOS PRO RIO COXIPÓ, DOS PEIXES, MUTUCA, RIO CLARO, CÓRREGO DA PACIÊNCIA, VÉUZINHO, E PRINCIPALMENTE A SALGADEIRA. HOJE VIRARAM TAMBÉM ESGOTO OU PROPRIEDADES PARTICULARES COM CERCAS E PAR ENTRAR VC TEM QUE PAGAR OU SER CONVIDADO PELO DONO DE ALGUMA CHÁCARA. A ÚNICA OPÇÃO QUE RESTOU FOI A SALGADEIRA(CACHOEIRA DA MARTINHA É MUITO LONGE) E QUEREM LIMITAR E SE VACILAR, IMPEDIR A ENTRADA DE PESSOAS PARA O BANHO E AINDA PELO QUE SE ESTA PROJETANDO, SE FOR LIBERADO VÃO TER QUE PAGAR UMA ESPÉCIE DE DAYUSE???? SOU COMPLETAMENTE A FAVOR DA ORGANIZAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DA CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE MAS PELO QUE ESTOU VENDO QUEREM NA VERDADE USAR TODA ESSA PARAFERNALHA DE JUSTIFICATIVA PARA TRANSFORMAR AQUILO EM ALGO PARA SER DESFRUTADO, FREQUENTADO E APROVEITADO PELA ELITE, DOS VIPS, DA CLASSE A. O POVÃO QUE SE LASQUE E VÁ TOMAR BANHO NO RIO, DIG

  • carlos
    11 Set 2017 às 12:36

    cara que sacanagem mesmo em? libera essa p....logo e caba com essa anarquia,não adianta um fala uma coisa e outro fala outra la na ão acaba não é so botar as regras e pronto, não tem como acabar é so frescura e cada um quer mas aparecer que outro esses orgãos ambientais não entendem nada so atrapalham deixam tomar banho e pronta quem vai la geralmente não tem piscina e nada so vão porque não tem onde ir e pronto p....pensem nisso, caraca esse wilson é um paraquedista mesmo inclusive ele foi um putamerda que na sua juventude não teve nada, oh olhe pra tras wilson alembre como vc. era cara?para de frescura, precisou o taques liberar e vc so embaçando cara , cara doido sô!!!!!!!!!

  • dudu
    11 Set 2017 às 11:07

    essa obra nao fica pronta antes de 2025!

  • Bazan
    11 Set 2017 às 10:01

    Gestão de Risco - em caso de acidentes, o visitante está por sua conta....(não existe um ponto de recepção para acidentes leves, socorro virá e onde???? Chapada ou Cuiabá ) a área coberta pela re-vegetação irá encobrir as construções, portando será de melhor ação as partes superiores das construções constituírem de mirantes os restaurantes e logas de artesanatos devem ser abolidos, aumentariam os lixo circulantes (ao longo da rodovia existem e em Chapada dos Guimarães , vários pontos) o portão exclusivo do restaurante permitiria a entrada de terceiros - Conflitos constantes.

  • juca
    11 Set 2017 às 09:59

    Parece que vai ficar bom. É preciso cobrar para entrar e controlar a quantidade de pessoas. Lembram como era antes? Visão do inferno aquelas capivaras soltas.

  • Augusto
    11 Set 2017 às 09:51

    Por 12 milhões era para ter uma mega estrutura,faz o seguinte me paga 3 milhões que faço uma obra fuleira dessa.

  • Whydston Antonieto
    11 Set 2017 às 09:30

    Que coisa mal feita.

  • Ana Paula
    11 Set 2017 às 09:24

    Brasileiro não tem educação para isso tem que ser PROIBIDO o banho nesse local Irão destruir oq restou.

Sitevip Internet