Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Governo de MT diz que não tem condições de conceder reajuste para servidores do Detran

Da Redação - Ronaldo Pacheco

11 Set 2017 - 12:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Governo de MT diz que não tem condições de conceder reajuste para servidores do Detran
A crise econômica, a frustração de receita, o equilíbrio fiscal e o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) impedem que o governo de Mato Grosso conceda reajuste salarial para os servidores do Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran MT). O funcionalismo do órgão deflagrou, nesta segunda-feira (11), mais uma greve geral.
 
“Em meio à crise econômica que afeta as contas públicas em Mato Grosso, o Governo do Estado, não tem condições, neste momento, de conceder novos aumentos ao salário dos servidores do Detran”, explica o governo de Mato Grosso, em nota à imprensa.

Leia mais:
Servidores do Detran-MT iniciam greve em todo o Estado e organizam mobilização
 
“Entretanto, os esforços da equipe econômica e Casa Civil seguem no sentido de encontrar uma solução para a questão apresentada pelo sindicato da categoria”, emendou a mesma nota. O governo tinha pedido que, em agosto, que os servidores não fizessem greve. 
 
Pelo contexto de momento, a Revisão Geral Anual (RGA) consumiu tudo que era possível, na questão salarial. “O Governo do Estado esclarece que toda a margem de aumento foi consumida na negociação para o pagamento da Revisão Geral Anual, construída em conjunto com os sindicatos e a Assembleia Legislativa”, argumentou o governo, na nota.
 
“Além disso, o Estado continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores”, justifiocu a mesma nota.
 
Caso fosse concedido o pedido de revisão salarial dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito, solicitado pelo Sinetran-MT, representaria um impacto no valor de R$ 138,1 milhões, no orçamento   do Estado.
 
O impacto financeiro nas contas do Governo com a proposta de reajuste salarial dos servidores ativos, aposentados e pensionistas do órgão foi calculado pela Secretaria de Estado de Gestão (Seges). Devido à grave realidade econômica que o país enfrenta e a necessidade do governo de Mato Grosso, em assegurar os serviços essenciais à população, a Casa Civil constatou ser inviável atender ao pedido da categoria neste momento.
 
O diálogo está mantido com os servidores. Os representantes do Sinetran já participaram de várias reuniões na Casa Civil.
 
A íntegra da Nota do Governo de Mato Grosso:


Em meio à crise econômica que afeta as contas públicas em Mato Grosso, o Governo do Estado, não tem condições, neste momento, de conceder novos aumentos ao salário dos servidores do Detran. Entretanto, os esforços da equipe econômica e Casa Civil seguem no sentido de encontrar uma solução para a questão apresentada pelo sindicato da categoria.
 
O Governo do Estado esclarece que toda a margem de aumento foi consumida na negociação para o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), construída em conjunto com os sindicatos e a Assembleia Legislativa. Além disso, o Estado continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores.
 
O Governo do Estado também apresentou à Assembleia Legislativa a PEC do Teto de Gastos, que possibilitará melhoria nas contas públicas estaduais, beneficiando também os servidores da administração.
 
Por fim, o Governo do Estado lamenta a greve dos servidores do Detran e destaca a disponibilidade de continuar as negociações com a categoria.
 
Governo do Estado de Mato Grosso

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marujo
    11 Set 2017 às 17:53

    MAS CONCEDEU A SEMA, SEFAZ E POLITEC, PALHAÇADA!!!

  • servidorhonesto
    11 Set 2017 às 16:18

    Que palhaçada é esse de o governo falar que não tem condições de dar aumento para os servidores do DETRAN, vejamos então as contradições desse governador mentiroso: 1º) Mas por que então aumentaram a VI (Verba Indinizatória) dos Grupo TAF, que aliás já está aprovado pela AL. (AL aprova aumento real de 15% aos fiscais da Sefaz de MT VI chegará até R$ 7 mil) mais reajuste do subsídio (salário) 6% em 07/2017, 5% em 07/2018 e 4% em 07/2019, totalizando, 15% de aumento para quem já ganha mais de R$ 20 mil reais. 2º) Reajuste do subsídio para SEMA, projeto de lei já enviado para AL, de autoria do governo: Mensagem 55/2017. Inicial de Analista 40h aumento para quase R$ 7 mil reais, Inicial de Analista 30h R$ 5.139,31, Técnico, nível médio 40h R$ 4.241,00

  • servidorhonesto
    11 Set 2017 às 16:17

    Fora governador ridículo!!!

  • FINJO QUE ACREDITO
    11 Set 2017 às 15:33

    PRA COMECAR ELE JA INCORREU EM CRIME DE IMPROBIDADE PQ HOJE E 11/09, TODOS OS SERVIDORES DE MT JA RECEBERAM MENOS DO DETRAN. OUTRA MENTIRA, DIZ QUE NAO TEM DINHEIRO PARA O REAJUSTE DO DETRAN, MAS TEM PARA REAJUSTE DA SEMA, COMANDADA PELO VICE GOVERNADOR, E PARA SEFAZ, ONDE QUEM MANDA LA DNTRO E O PSDB. E TEM DINHEIRO PARA PAGAR NOTINHAS E MATERIAS EM SITES KKKKKKKKKKKKKK

  • joão de Deus da Silva Filho
    11 Set 2017 às 14:26

    Sugestão fácil de resolver Senhor Governador é só confiscar os recursos que o ex - governador Sinval Barbosa negociou com os Parlamentares e vários empresários

  • Luis
    11 Set 2017 às 14:18

    Engraçado o governo, restrição que para os Fiscais e Agentes de Tributos não existe. Foi concedido 15% de aumento real e da verba indenizatória para essas categorias. Esse governo não engana ninguém mais.

  • CARLOS
    11 Set 2017 às 14:07

    se não tem condiçoes de dar aumento pq deu para sema e sefaz?

  • por justiça
    11 Set 2017 às 14:04

    paraa o trabalhador sempre não tem fica de olho trabalhador vigia....

  • MARLENE RODRIGUES
    11 Set 2017 às 13:58

    Ah e ó? Isso é que eu não entendo, não robam, e a saúde a mais péssima do país, Educação se arrastando, as Obras do Transportes que se Inauguram são projetada pelo o outro mandato...O dos Corruptos., Então alguem me esplicam o que é feito do dinheiro do estado? Olha que esses servidores estão revendicando seus direitos desdo início deste mandato, e Olha que a Receita, a Recadação do Estado só aumentaram, Desdo produto agrícola pecuária até as Endustrias, e olham q este governo não Roba em? Então cadê o dinheiro? Essa é a Terceira vez que esses coitados param revendicando seus direitos, essa é pergunta que não quer calar. Cadê o Dinheiro do Estado? do querido estado. MT?

  • alexandre
    11 Set 2017 às 13:42

    Atrasar salários é um ato de boa fé ?

Sitevip Internet