Olhar Direto

Terça-feira, 19 de setembro de 2017

Notícias / Política MT

Zeca Viana diz que delação de Silval o desanimou e afirma que está repensando se continua na política

Da Redação - Érika Oliveira

11 Set 2017 - 15:33

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Zeca Viana diz que delação de Silval o desanimou e afirma que está repensando se continua na política
O deputado estadual Zeca Viana (PDT), que já havia demonstrado um certo desconforto com as revelações trazidas pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB), em seu acordo de delação premiada, afirmou nesta segunda-feira (11) que está repensando se continua na política. “É uma situação vergonhosa, nojenta”, disparou, em entrevista à Rádio Capital FM.

Leia mais:
Zeca Viana diz que não vai comemorar ausência em lista do mensalinho: "ser honesto é obrigação"

“Isso me machucou muito. Eu estou bastante preocupado com meu futuro político, se continuo ou não. Eu não gostaria nem de falar isso, porque a gente tem uma legião de seguidores, de pedetistas que estão lutando pela moralização, mas infelizmente a gente também desanima de ver tantas coisas erradas”, disse o deputado.

Zeca Viana, que foi o único deputado da legislatura passada, de acordo com Silvio Cezar Corrêa, que não se beneficiou do pagamento de propina que era feito aos deputados, negou que tenha pedido ao então chefe de gabinete de Silval para fazer parte do esquema.

Na delação, Silvio afirmou que, embora não integrasse o “checklist da propina”, Viana teria o questionado por não receber os pagamentos indevidos.

“Ele mesmo falou que eu nunca peguei, depois ele falou que eu questionei por que não estava na lista. Se eu não tinha conhecimento dessa lista, eu não sabia que governador andava dando dinheiro para deputado, eu não sabia de nada disso, como eu ia questionar uma pessoa que eu nem conheço? É difícil de entender”, argumentou o pedetista, destacando, novamente, que “ser honesto não é uma virtude, mas uma obrigação”.

Decepcionado

E, diferentemente da semana passada, quando Viana disse, em entrevista ao Olhar Direto, que não iria lançar juízo de valor sobre seus colegas que foram envolvidos nos esquemas fraudulentos revelados por Silval Barbosa, nesta segunda, o deputado opinou sobre a situação do atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), e da prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB).

Viana afirmou que também se surpreendeu com o vídeo em que a prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB), aparece, assim como Emanuel, recebendo dinheiro de Silvio Cezar. Mas, revelou que a ex-deputada dava indícios de que mantinha algum esquema com o ex-governador, pelo fato de ter um posicionamento “light”, embora fosse da oposição.

“Eu achava que ela tinha alguma coisinha, porque nós começamos muito bem o nosso trabalho, mas depois eu mesmo observei que ela foi ficando mais light. Eu questionava as coisas quase que sozinho. Talvez ela tenha se envolvido em todas essas falcatruas. É muito lamentável, até pela pessoa que ela é, sempre a tive como uma boa amiga, uma colega fantástica. A gente se surpreende com essas situações”, afirmou sobre a ex-colega de parlamento.

“A gente se engana com as pessoas. A minha opinião, com toda a sinceridade e carinho que tenho pelo Emanuel, é pelo afastamento. É inaceitável. Mas, eu acho que se a Câmara de Vereadores não faz, a Justiça vai fazer isso. Contra fatos não há argumentos, como vai questionar aquele vídeo?”, disse, referindo-se às imagens em que Pinheiro aparece recebendo dinheiro de Sílvio.

Por fim, Viana defendeu que dificilmente o governador Pedro Taques (PSDB), acusado de ter feito acordos "secretos" com Silval na campanha, em 2014, tenha, de fato, mantido conchavo com o peemedebista.

“Em 2015 eu era muito próximo do Pedro. E eu jamais fiquei sabendo de qualquer envolvimento dele com o Silval Barbosa, jamais. Eu tenho dificuldade de acreditar na época que o Pedro ia aceitar qualquer tipo de coisa desta natureza”, afirmou.

Todavia, o deputado não deixou de alfinetar o governador. “Agora, do jeito que ele se transformou depois que assumiu o Governo eu já não boto a mão no fogo por ele também”. Viana e Taques eram aliados, mas romperam logo no começo do governo. Após a cizânia, Taques trocou o PDT pelo PSDB. 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo Barth
    12 Set 2017 às 08:09

    adorei essa deixa de Zeca: “Agora, do jeito que ele se transformou depois que assumiu o Governo eu já não boto a mão no fogo por ele também” ...Parece um grito da época que o Taques quis tirar a credibilidade dele, e ele saiu do arco de alianças! kkk

  • Cuiabano
    11 Set 2017 às 21:28

    Realmente, está fechando o circo aos corruptos. Cuidado com. Pinóquio.

  • Mariana
    11 Set 2017 às 18:48

    Sai nao Zeca nos estamos precisando de político honesto como vc . O Brasil Está sendo passado a limpo . Nos eleitores que precisamos escolher melhor os candidatos .

  • Bárbara
    11 Set 2017 às 16:19

    O que isso Deputado, o Senhor é um dos poucos políticos que confiamos em nosso estado? O senhor não pode se preocupar com conversas mal faladas que falaram de vc, o Importante é que confiamos em te, e vc é sim um homem honesto, esquece essas bobagens o povo confiam em vc, Deixando claro, acho que o senhor é um dos pouquíssimos políticos do nosso estado que tem moral e prestígio e competência pra Ser Governador, além do senhor só temos Mauro Zaque, que também provou honestidade e muito respeito. Não Baixe a cabeça, vamos em Frente, 2018 será um ano promissor pra vsa política.

  • Carlos Nunes
    11 Set 2017 às 16:12

    É sempre assim...o que o político pensa, o povo (os eleitores) pensa exatamente o contrário. A delação do Silval foi ótima pro eleitor, se não abriu seus os olhos desta vez, não abre nunca mais. Devemos ficar preocupadíssimos com as próximas eleições de 2018. Quanto vai custar pra eleger 1 Governador, 2 Senadores, Deputados Federal e Estadual? Da onde virá tanto dinheiro? Não me refiro ao declarado ao TRE, porque nesta quantia só o TRE acredita. Na época da eleição a gente escuta pela cidade toda, notícias sobre a compração danada de votos. Infelizmente tem maus brasileiros que vendem o voto por qualquer 50 reais...e se tem quem vende, tem quem compra, uai. Na nossa pseudo-democracia do dinheiro, ainda ganha a eleição quem tiver mais dinheiro. Candidato idealista, sem dinheiro, tá difícil ganhar qualquer eleição. O que aconteceu recentemente lá na Bahia, com as malas do Geddel, significa que já estão estocando milhões pras próximas eleições.

Sitevip Internet