Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Servidores do Detran protestam em frente ao Paiaguás e Governo diz que salário não está defasado

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco/ Da Redação - Érika Oliveira

11 Set 2017 - 17:46

Foto: Alair Ribeiro/MidiaNews

Servidores do Detran protestam em frente ao Paiaguás e Governo diz que salário não está defasado
Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), que deflagraram greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (11), estiveram no Palácio Paiaguás nesta tarde para cobrar o reajuste da tabela salarial, que segundo a categoria está defasada desde 2011. O Governo, por sua vez, rebate esta afirmação.

Leia mais:
Servidores do Detran-MT iniciam greve em todo o Estado e organizam mobilização

Em conversa com o Olhar Direto, o secretário de Fazenda Gustavo de Oliveira afirmou que o Executivo honrou o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) e que cumpriu com todos os aumentos que estavam previstos no orçamento.

Em nota, o Governo do Estado disse que em função da crise financeira não há possibilidade, neste momento, de conceder novos reajustes.

“O Estado continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores. O Governo do Estado também apresentou à Assembleia Legislativa a PEC do Teto de Gastos, que possibilitará melhoria nas contas públicas estaduais, beneficiando também os servidores da administração”, diz parte da nota.

Também em nota, os servidores do Detran criticaram a falta de diálogo por parte do Executivo, argumentando que nenhuma proposta foi apresentada, sendo solicitado somente a dilatação do prazo para negociação. Por conta disso, a categoria decidiu manter o estado de greve.

“O governo contradiz a ele mesmo a todo momento. A categoria quer uma posição séria por parte do Governo. O que fala para a categoria tem que ser a mesma informação dada à imprensa”, contestou a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran, Daiane Renner.

Veja a íntegra das notas:

Nota Detran - Os servidores do Detran decidiram manter a greve, visto que o governo do estado não apresentou proposta até agora e somente mandou um oficio pedindo mais prazo para estudar a possibilidade.

“O governo contradiz a ele mesmo a todo momento. Primeiro depois de negociações durante 8 meses manda-nos um oficio dizendo que não vai conceder reajuste. Depois notícia na imprensa que vai apresentar em 15 dias a proposta. Terminou o prazo no dia 5 de setembro e não apresentou. E depois nos manda novo oficio dizendo apenas que precisa de mais prazo para continuar o estudo, mas não apresenta proposta. Hoje enviou para a imprensa dizendo que não fechou as negociações, mas na mesma nota disse que não vai conceder aumento e por isso fizemos a paralisação e mesmo assim nada nos foi apresentado de proposta e agora se contradiz dizendo que está aberto para negociar. A categoria quer uma posição séria por parte do governo. O que fala para a categoria tem que ser a mesma informação dada à imprensa”, contesta Daiane Renner presidente do Sindicato dos Servidores do Detran.

Segundo Daiane, não há motivos para o Governo não conceder a revisão da tabela salarial, visto que a categoria não está reivindicando nada que já não seja praticado nas demais carreiras do Estado. “Infelizmente vimos mais uma vez a recorrente prática do Governo de descumprir com acordos e compromissos firmados”, completa Daiane.
Até que seja apresentada uma proposta a categoria vai manter a greve por tempo indeterminado. O ofício foi entregue na tarde desta segunda-feira (11).

SALÁRIO ATRASADO – Os servidores do Detran ainda é a única categoria que não teve os salários depositados na conta até o momento, visto que todas as outras categorias receberam na sexta-feira (8) e no sábado (9). 
                      
Em meio à crise econômica que afeta as contas públicas em Mato Grosso, o Governo do Estado, não tem condições, neste momento, de conceder novos aumentos ao salário dos servidores do Detran. Entretanto, os esforços da equipe econômica e Casa Civil seguem no sentido de encontrar uma solução para a questão apresentada pelo sindicato da categoria.

Nota Governo - O Governo do Estado esclarece que toda a margem de aumento foi consumida na negociação para o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), construída em conjunto com os sindicatos e a Assembleia Legislativa. Além disso, o Estado continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores.

O Governo do Estado também apresentou à Assembleia Legislativa a PEC do Teto de Gastos, que possibilitará melhoria nas contas públicas estaduais, beneficiando também os servidores da administração.

Por fim, o Governo do Estado lamenta a greve dos servidores do Detran e destaca a disponibilidade de continuar as negociações com a categoria.
 

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mestre Caravelas
    12 Set 2017 às 11:23

    Meu sonho é trabalhar meio período sentado no ar condicionado e ganhar 3 paus por mês. Deus vai me abençoar um dia.

  • Zé Galera
    12 Set 2017 às 10:53

    Vão trabalhar, cambada de preguiçosos. Honrem vossos gordos vencimentos!

  • Boca maldita
    12 Set 2017 às 06:13

    Terceirização já Detran a população não apoia vocês que tratam mal usuários.

  • Luiz Paulo Conde Júnior
    11 Set 2017 às 23:58

    R O Governador está certo. Na iniciativa privada, aqui fora, ninguém tem aumento salarial há anos. Os servidores tiveram vantagens de carreiras e quitação da RGA. Qualquer hora, o Estado não vai mais dar conta de pagar salários. Vamos ficar igual Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais. . Pedro Taques tem razão de agir com responsabilidade fiscal

  • Fala sério
    11 Set 2017 às 23:26

    Servidor publico, deve servir ao publico e não a seus interesses pessoais. Querem ganhar mais procurem a iniciativa privada e comecem a contribuir com a sociedade. Já possuem um plano de carreiras e salários excelente, e ainda assim ficam reclamando. Por que não melhoram o atendimento ao publico?

  • servidor
    11 Set 2017 às 20:11

    Se há crise, tem que ser pra todos, como ele dá aumento de 15% e verba indenizatória de 7 mil pra quem ganha 25 mil e vem contar história triste, quem declara greve ilegal ´é juiz. ele quer passar o teto de gastos, não apresentou contra proposta nada. atrasou salários, conseguiu piorar o que já estava ruim..a inabilidade do governo em resolver crises é monstruosa.. ainda com ameaças...

  • De novo
    11 Set 2017 às 20:11

    Pior órgão da Administração pública. Fila para tudo, ir ao Detran demanda um turno de um dia, senão o dia inteiro. Serviço lento e servidores mal educados.

  • TO DE OLHO
    11 Set 2017 às 19:18

    http://muvucapopular.com.br/noticias/coluna-popular/93686-taques-faz-pirraaa-com-servidores-e-cai-em-improbidade-administrativa.html

  • cleverson
    11 Set 2017 às 19:13

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • cleverson
    11 Set 2017 às 19:11

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet