Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Pedro Taques diz que greve do Detran é política, não negocia e que vai mandar cortar ponto de servidores

Da Redação - Ronaldo Pacheco

12 Set 2017 - 08:14

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Pedro Taques diz que greve do Detran é política, não negocia e que vai mandar cortar ponto de servidores
Na clara queda de braço que voltou a travar com o Sindicato do Servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Sinetran), o governador José Pedro Taques (PSDB) denunciou que a greve possui cunho político por causa da eleição interna da entidade, avisou que não irá negociar com grevistas e advertiu deve determinar o corte do ponto de quem não trabalhar.
 
“Nosso governo não negocia com servidor em greve. A greve é política, porque há eleição marcada para renovação da diretoria do Sindicato [Sinetran], no próximo dia 26. Fui relator do [projeto de lei do] direito de gereve do servidor. E tem que ser legal. Não pode ser greve política”, afirmou Taques, em entrevista ao Programa Chamada Geral, da Rádio Mega (FM 95,9), de Cuiabá.
 
Leia Mais:
 – Servidores do Detran protestam em frente ao Paiaguás e Governo diz que salário não está defasado

- Servidores do Detran-MT iniciam greve em todo o Estado e organizam mobilização
 
- Governo Taques e Sindicato não fecham acordo e servidores do Detran entram em greve na segunda-feira

O chefe do Poder Executivo lamentou a manifestação de cerca de 60 servidores, no final da tarde esta segunda-feira (11), no saguão do Palácio Paiaguás, contida pela Polícia Militar de Mato Grosso, sob coordenação da Casa Militar – responsável institucional pela segurança do governo.
 
“Agora, greve tem que ser legal. Não pode ser greve ideológica. Greve política. Greve com fora Temer. Não negociamos com servidores em greve”, respondeu Taques, ao lembrar que não viu porque estava sancionando a lei dos servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).
 
Pedro Taques crê que existe intolerância da diretoria do Sinetran e que milhares de clientes do Detran de Mato Grosso estão sendo prejudicados. “A greve é claramente ilegal. O Supremo Tribunal Federal [STF] já decidiu que pode cortar ponto. E cortaremos o ponto. Nós negociamos com o servidor. É a quarta greve do Detran [no atual governo]. Já ficaram 72 dias em greve. Não permitiremos que o cidadão sofra prejuizo em razão da greve do Detran”, argumentou o chefe do Poder Executivo.
 
O governador não dá sinais de que irá ceder e revelou ter determinado à Procuradoria Geral do Estado (PGE) que tome as providências cabiveis, para declara a greve ilegal. “Temos 200 servidores, em periodo probatório, que nós chamamo há três ou quatro meses, o que não é permitido,  já estão em greve. Servidor público é muito importante, mas não aceitamos chantagem”, complementou Taques.
 
Por outro lado, os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso não demonstram intenção de voltar ao trabalho e encerrar a greve. A presidente do Sindicato dos Servidores do Detran de Mato Grosso (Sinetran), Daiane Renner, não aceita a limitação pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

49 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alex
    13 Set 2017 às 14:25

    Luzia... acha os comentários lamentáveis? Vamos falar sobre lamento. Lamentável é ter o veículo apreendido por não portar a CLRV que não foi emitida por causa da GREVE. Lamentável é sofrer multa pela carteira vencida, pois o processo de renovação está paralisado por causa da GREVE. Lamentável é fazer as aulas práticas e não poder fazer o teste logo após o aprendizado em razão da GREVE, dimiuindo as chances de aptidão. Lamentável é reivindicar aumento em um momento de desemprego como estamos. LAMENTÁVEL MESMO!

  • Maria
    13 Set 2017 às 14:01

    Independente do órgão do executivo a que se pertence, acho que devemos respeitar os servidores do DETRAN. Alguém aqui já ficou por 6 horas naquele pátio de vistoria, aguentando sol, cheiro de produto químico? Alguém aqui já ficou no atendimento deles? Alguém aqui vê toda aquela arrecadação indo para Deus sabe onde, menos para a melhoria deles? Será que vocês que criticam não enxergam que o governo quer acabar com o detran, privatizando os serviços e o caminho encontrado é expor os servidores ao ridículo? Não sou do detran. Mas, acho que devemos respeitar as dificuldades de cada um. Por trás de cada servidor há uma família, pessoas que dependem do salário dessas pessoas. Lutem mesmo! Se a SEFAZ, que arrecada, pode ter aumento para o grupo TAFF, pq o detran que tbém arrecada não pode? Onde fica a famosa isonomia?

  • Servidora
    13 Set 2017 às 12:05

    Atender de 80 pessoas a 100 por dia(incluindo abertura de processo e tirar várias dúvidas) é produzir pouco???? UM auxiliar de trânsito que ganha 1700 por mês é muito???Para os desavisados é so entrar no portal de transparencia e verificar os valores dos subsidios.Ninguem nasce servidor,muitos ja suaram na iniciativa privada.Nao temos auxílio transporte,nem creche,nem gasolina,recebemos somente o.subsidio e mais NADAAAAAA... greve e paralisações são os únicos caminhos para esse governo que depois de várias reunioes não se posicionou com nenhuma proposta.Espero que aumente todas as taxas e a população continue sem estrutura.

  • Velho Juca
    13 Set 2017 às 11:32

    Luzia Santos, lutar por melhores salários e condições de trabalho é uma coisa, agora paralisar o DETRAN prejudicando a população é outra, certo? Além disso os servidores do DETRAN são muito bem remunerados pelo pouco que produzem!

  • Luzia santos
    13 Set 2017 às 08:18

    Lamentável esses comentários.. Não.podemos lutar por melhores salários?? Por melhores condições de trabalho??Isso mesmo continuem pagando taxas caras para o estado e mais se o sistema não funciona va cobrar do governador.Pra quem deseja privatizar,que bom contrate uma empresa de algum deputado, ai queridos sera a corrupção...privatize as escolas públicas e coloquem seus filhos em escola privada.Privatize os hospitais públicos e paguem um plano de saúde e viva a privatização...Pra quem não sabe o servidor que comete atos ilícitos sofre sindicância e PAD....nao tem essa história de que não é punido.Lamentavel mesmo esses comentários maldosos que não conhece a realidade do Detran.Para quem desconhece Detran é uma autarquia e como AUTARQUIA tem autonomia administrativa e financeira,coisa que só esta no papel...Entao queridos pode muito bem ser custeada com os valores das taxas,massssss nada ou praticamente quase nada sao revertidos para o Detran e tudo vai para uma conta única do governo...Outras autarquias tem seu reajuste e sua tabela salarial atendidas e para o Detran NADA . .Vcs reclama pois pagam caro para uma autarquia caindo aos pedacos , mas ninguém reclama quando ficam 3 horas em uma fila da delegacia para fazer um boletim de ocorrência ne??Lamentável mesmo esses comentários

  • Servidor
    12 Set 2017 às 18:40

    Passei em 3 concursos: Detran, sema e PJC, escolhi onde trabalhar. Não dependo da iniciativa privada pra empreguismo. Todo ano tem aumento do salário mínimo..

  • Mestre Caravelas
    12 Set 2017 às 16:36

    O povo está acordando. Atendimento péssimo, meio turno de trabalho e ainda reclamam. Se está ruim, façam concurso para a SEMA ou para o INDEA, ou para cargos de outros poderes, afinal não é assim que vcs dizem quando reclamamos do serviço de vcs? Dizem que é inveja.. O governador tinha que mandar embora geral, coloque quem quer trabalhar, e são muitos hein. O que esperar de uma classe que tem como seu Deus particular o Silval e sua trupe?

  • Mestre Caravelas
    12 Set 2017 às 16:36

    O povo está acordando. Atendimento péssimo, meio turno de trabalho e ainda reclamam. Se está ruim, façam concurso para a SEMA ou para o INDEA, ou para cargos de outros poderes, afinal não é assim que vcs dizem quando reclamamos do serviço de vcs? Dizem que é inveja.. O governador tinha que mandar embora geral, coloque quem quer trabalhar, e são muitos hein. O que esperar de uma classe que tem como seu Deus particular o Silval e sua trupe?

  • Marton
    12 Set 2017 às 16:23

    Toda greve é política, ou alguém ja viu alguma greve por motivos cosméticos? Cibernéticos? Lunares? Negar a política é um ato político: Praticado por um político que tem buscado dar respostas políticas para uma situação que requer uma resposta no mínimo técnica e prática/também política. O Detran e todos os órgão do Estado tem funcionários ótimos.

  • Maurindo
    12 Set 2017 às 16:21

    Conheço pessoas que estão dependendo do serviço do Detran para trabalhar novamente. E as empresas não querem esperar, o cidadão vai perder o emprego, alguém vai arrumar um trabalho pra essa pessoa se vier a perder a vaga por causa da greve? Sou funcionário público e o direito de greve é legal, mas não pode prejudicar o cidadão a sociedade em geral.

Sitevip Internet