Olhar Direto

Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Notícias / Esportes

Em Cuiabá, tricampeão mundial de montaria em touros desmistifica maus tratos a animais: “É lenda!”

Da Redação - Wesley Santiago

01 Out 2017 - 08:15

Foto: Divulgação

Em Cuiabá, tricampeão mundial de montaria em touros desmistifica maus tratos a animais: “É lenda!”
“É lenda quando dizem que amarram os testículos do touro”. A frase é do tricampeão mundial de montaria em touros da PBR, Adriano Moraes, que esteve esta semana em Cuiabá para o lançamento da etapa cuiabana do evento, que acontece de 17 a 19 de novembro deste ano, no Ginásio Aecim Tocantins. Em entrevista, ele tentou desmistificar a visão “errada” que as pessoas têm sobre o esporte.

Leia mais:
Etapa mundial da PBR em Cuiabá será a primeira realizada pela empresa no Brasil; veja detalhes
 
“Não existe maus tratos de animais dentro da PBR e nos melhores rodeios. É lenda quando dizem que amarram os testículos do touro. Inclusive, é impossível fazer isto dentro do ‘brete’ [ local onde eles ficam para que os cowboys subam]. Quem conhece comportamento animal sabe que animal sob dor, recua. Ele não ataca, não se move. Nós usamos uma cinta, chamada de sedém, que é uma corda de seda que se coloca na mesma posição em que usamos a nossa cinta, que causa um incômodo no touro, porque é um lugar onde ele não alcança”, explica o tricampeão mundial.
 
Adriano ainda acrescenta que o touro só pula se ele tiver a chamada “índole de pulo”: “Eles não são forçados. Um touro de 26 arrobas custa R$ 3,5 mil. Um que tem esta índole de pulo é tão raro e difícil de ‘fazer’, que custa R$ 350 mil”, garante ele, que é diretor de competições da PBR.
 
De 17 a 19 de novembro, acontece a etapa Cuiabá da PBR. Este será o primeiro evento realizado pela própria empresa no país: “Quem está acostumado com rodeio, verá algo diferente. Um show de entretenimento do esporte. No rodeio, temos montaria em cavalos, touros e outras modalidades. Aqui é apenas o esporte de montaria em touros (Bull Riding). Serão três dias de evento com a duração aproximada de duas horas, podendo chegar a até 2h30. As pessoas podem assistir e depois ir para a balada”, disse o tricampeão.
 
Os animais terão climatizadores para amenizar o calor, além de uma equipe própria de veterinários da PBR. A diretora-presidente da PBR Brazil, Martha Cajado, comenta ainda que serão colocados “35 caminhões de areia dentro do Aecim Tocantins. Temos experiência em realizar eventos dentro de ginásios. Nos Estados Unidos é muito comum, temos evento até em locais onde acontece o hóquei no gelo”.
 
Martha também adianta que o piso e a estrutura do ginásio não serão impactados pela realização do evento. “Vamos devolver da mesma forma que encontramos”. Criada em 1992, a PBR está presente em países como Brasil, Estados Unidos, México, Austrália e Nova Zelândia. Ao todo, são mais de 250 eventos no ano e este é o único campeonato mundial sendo disputado em terras brasileiras. Os preços dos ingressos será divulgado em breve.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • amiga
    02 Out 2017 às 09:06

    Pra mim esse é um esporte que precisa acabar além de obrigarem o touro a pular daquela forma ainda colocam os bezerros para serem laçados e jogados e arrastados no chão. Pra mim tudo isso acima é conversa fiada

  • lilo
    02 Out 2017 às 08:15

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Comentarista
    02 Out 2017 às 07:26

    dar choque no animal para ele ficar bravo, isso não é maltrato?

  • Entendedor
    01 Out 2017 às 18:09

    Quem tem um mínimo de curiosidade em procurar como é a montaria em touro sabe que não existe mais tratos! Não existe amarrar saco do boi! Até pq se amarrasse ele continuaria pulando uns 10 minutos! Ou vcs acham que o cara paga 300 mil num touro pra deixar alguém maltratar eles??

  • Branco
    01 Out 2017 às 16:03

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Branco
    01 Out 2017 às 16:03

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Velho Juca
    01 Out 2017 às 12:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet