Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Malheiros mantém demissão de 472 servidores e resume ao plenário atos da Câmara de Cuiabá; Pinheiro pede prazo

Da Redação - Ronaldo Pacheco / Da Reportagem - Érika Oliveira

06 Out 2017 - 14:01

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Malheiros mantém demissão de 472 servidores e resume ao plenário atos da Câmara de Cuiabá; Pinheiro pede prazo
Depois de se reunir com o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) e todos os parlamentares, o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Justino Malheiros (PMDB), confirmou a tendência de demissão de 472 servidores comissionados. Ele afirmou que ficariam menos de 20 servidores e vai dobrar a carga dos efetivos, sendo obrigado a concentrar as atividades ao plenário das deliberações do Palácio Pascoal Moreira Cabral.
 
“Nós vamos trabalhar com número reduzido de funcionários e dobrar a carga dos efetivos. Teremos no máximo 20 comissionados, somente para atividades em plenário. Vamos reduzir as audiências públicas”, explicou o presidente da Câmara. Ele lembrou que os demitidos custam R$ 2,5 milhões por mês, com encargos.

Leia Mais:
- ​Prefeito faz reunião de emergência com vereadores e promete defender suplementação no TCE, MP e Justiça

- Justino Malheiros diz que Câmara vai demitir 472 servidores por falta de dinheiro após "corte" de suplementação
 
“Temos que priorizar [o plenário das deliberações], porque perdemos servidores em setores essenciais, como operador de som, áudio, portaria, protocolo, painel eletrônico, manutenção hidráulica e elétrica, além de   servidores de todos gabinetes”, explicou Justino Malheiros, para a reportagem do Olhar Direto.
 
O chefe do Poder Legislativo disse a Emanuel Pinheiro que a equipe técnica entendeu que a demissão tem como prazo final nesta sexta-feira (6). “O prefeito  pediu prazo até segunda-feira [9] e a nossa equipe técnica entendeu que demissão tem que ser feita hoje. Vamos nos reunir novamente para ver se tem o prazo [solicitado por Pinheiro]. Se analisar que o prazo não é exeqüível, as exonerações serão feitas com data de hoje”, disparou Malheiros, sob o argumento de que deve cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
 
O presidente da Câmara não aceita a contra-argumentação do prefeito de que o tema chegou de última hora, porque existe um acórdão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), firmado na última terça-feira (3), autorizando o repasse de R$ 5,7 milhões. “Sem isso [suplementação orçamentária] tem que cumprir a LRF. E temos uma só alternativa: a demissão. O que está certo até o momento é isso. Se for convencido de que haja prazo para o que nos solicitou o prefeito Emanuel, a Câmara de Cuiabá vai esperar”, justificou Malheiros.
 
Além disso, o presidente nega que tenha atropelado o processo. “A Câmara sempre foi democrática. A decisão sempre em colegiado. Jamais vamos fecharemos as portas para qualquer tipo de negociação. Vamos encontrar a melhor alternativa para os servidores”, sintetizou Justino  Malheiros.
 
O problema foi provocado, segundo a Mesa Diretora, por conta do cancelamento da suplementação orçamentária de R$ 6,7 milhões, por determinação do Poder Judiciário, em agosto. “O Prefeito vai ter que dar um puxão de orelhas dentro da casa dele [Poder Executivo]. Emanuel disse que não autorizou técnicos que estavam falando por ele. E, portanto, o projeto [com suplementação orçamentária de R$ 5,7 milhões] não veio [para votação na Câmara]”, explicou Justino Malheiros, lamentando ser obrigado a demitir servidores.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Anderson
    07 Out 2017 às 10:06

    Se vai demitir tudo isso de gente é porque não faz falta mesmo. Se eles custam 2,5 milhões ao mês, cada um ganha em média 5300.00

  • Araponga
    07 Out 2017 às 03:57

    472 para serem demitidos e quantos são os que estão nesta lista. Cabem todos naquele predinho ??? Fala sério !!!

  • Tchapa e Cruz
    06 Out 2017 às 21:01

    PORQUE? ESSE MONTE DE NÃO FAZEM NADA COMO COMISSIONADOS! UMA VERGONHA DESCABIDA.....ESTÁ NA HORA DESSES VEREADORES TOMAREM VERGONHA E COLOCAREM-SE SERIEDADE NESSA CASA DE HORRORES.

  • Ronielson Frreitas
    06 Out 2017 às 20:30

    O país é da elite mesmo! Vejamos que o Justino Malheiros filho do decano ex Deputado Estadual tem seu irmão no cargo de Secretário Adjunto de Obras, o Júlio Malheiros que não detém conhecimentos técnicos para a pasta, pois não é Engenheiro Civil. Também fez ou faz parte do quadro da Prefeitura a filha do Justino Malheiros Presidente da Casa dos Horrores, tudo é fruto de reportagens através dos link que vou colocar abaixo. Agora pergunto porque o povo gosta de pessoas da elite se a maioria não tem esse privilégio? Seria interessante um jornalismo investigativo que pudesse levantar a porcentagem de pessoas que vendem o voto, uma vez que a esmagadora maioria que são eleitos são políticos ricos, eita país não tem jeito, ainda levará uns 300 anos para o povo adquir cultura suficiente e compreender que só melhorar o pais se formos coerentes e substituirmos todos os políticos, essa elite não vai querer fazer a diferença. Links: 1) http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=435335¬icia=prefeitura-afirma-que-filha-de-justino-malheiros-faz-parte-do-quadro-desde-gestao-passada-e-esta-gravida , 2) http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/152/og/1/materia/503112/t/mpe-investiga-emanuel-e-malheiros-por-nepotismo-cruzado

  • Alencar
    06 Out 2017 às 15:46

    Fecha a câmara de vereadores. Seus incompetentes. Não fazem nada mesmo, só blá, bla e tomando whisky. Não faz falta.

  • araponga
    06 Out 2017 às 15:13

    Tudo Maracutaia.

  • NÃO ACREDITO
    06 Out 2017 às 15:03

    nÃO ACREDITO QUE A CAMARA VAI DEMITIR OS QUE MAMAM NA SUAS TETAS...TODO ANO É A MESMA CONVERSINHA QUE VÃO DEMITIR OS COMISSIONADOS. SÓ BALELA POIS TEM MUITOS ALI QUE NÃO FAZEM NADA.

  • Gustavo
    06 Out 2017 às 14:50

    Não vale nada igual ao pai ( Malheiros)

  • Toninho barrigudo - Pedra 90
    06 Out 2017 às 14:43

    conversa fiada..daqui a apouco tá todo mundo lá, mamando na teta

  • Celso Garcia Paulo.
    06 Out 2017 às 14:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet