Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Ex-gestores da Secopa devem restituir dinheiro público pago a empresa que não prestou serviço

Da Redação - Fabiana Mendes

10 Out 2017 - 17:16

Foto: Olhar Direto

Ex-gestores da Secopa devem restituir dinheiro público pago a empresa que não prestou serviço
O pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso rejeitou recurso e manteve a decisão tomada contra o ex-gestor da Secretaria Especial da Copa do Mundo, Maurício Guimarães, e mais três ex-assessores da extinta Secretaria Extraordinária da Copa do Pantanal (Secopa). Com a decisão, eles terão de devolver aos cofres públicos R$ 37.562,50, referentes a irregularidades verificadas no contrato 45/2013/Secopa, pago sem a devida prestação do serviço.
 
Leia Mais: 
No adeus a Sarita Baracat, parentes e amigos destacam pioneirismo, coragem e amor por política e educação

Segundo o TCE, por unanimidade, os membros do Pleno acompanharam o voto do relator do Processo nº 78530/2014, conselheiro interino João Batista Camargo, e mantiveram na íntegra o teor do Acórdão nº 155/2016 – TP, que gerou a condenação. Além de Maurício Guimarães, devem restituir o erário, de forma solidária, o ex-secretário adjunto de Infraestrutura, Alysson Sander de Souza; o ex-assessor especial e fiscal do contrato, Rafael Detoni Moraes; e a os responsáveis pela empresa contratada, Biazzo Simon Advogados – EPP.

O conselheiro relator observou, no voto, "a total e absoluta ausência de fatos e fundamentos novos que pudessem ensejar a reforma pretendida e, tendo em vista que todos os questionamentos já foram amplamente discutidos, não acolho as justificativas recursais apresentadas e mantenho integralmente o Acórdão nº 155/2016 – TP". O voto do relator ocorreu em consonância com o parecer do Ministério Público de Contas.
 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jose
    11 Out 2017 às 09:52

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Samara Andrés
    11 Out 2017 às 09:19

    ISSO É UMA COISA ÓBVIA.

  • Fernando
    11 Out 2017 às 08:06

    Foi preciso gastar todo tanto tempo , pra fazer esse povo devolver esse valor de cafezinho...????? É Bem Mato Grosso....

  • Só???
    10 Out 2017 às 22:13

    Só ??????

Sitevip Internet