Olhar Direto

Sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Autor do latrocínio contra taxista é preso e confessa ter matado por ciúmes da namorada

Da Redação - Fabiana Mendes

15 Out 2017 - 09:02

Foto: Reprodução

Autor do latrocínio contra taxista é preso e confessa ter matado por ciúmes da namorada
O autor do latrocínio ocorrido em Setembro contra o taxista Claudionor Alves da Cruz, de 55 anos, o foi preso Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (11.10), em ação de policiais de Tangará da Serra  (239 km a Médio-Norte) e Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra). Talison Santos de Amorim, 19, estava com a ordem de prisão decretada após ser identificado como autor do crime. Em interrogatório, o suspeito disse que praticou o crime sozinho e foi motivado pelo fato de a vítima ter mexido com a sua namorada.

Leia Mais: 
Taxista é morto com tiro na cabeça e corpo é jogado em córrego no interior de MT

O corpo do taxista Claudionor Alves da Cruz, conhecido como “Sábia” foi encontrado no dia 28 de setembro, boiando no córrego da Serrinha da Cachoeira, divisa com município de Nova Olímpia. O taxista foi assassinado com um disparo de arma de fogo na cabeça. Enquanto atendiam a ocorrência de localização do corpo, os policiais civis foram acionados por policiais militares que encontraram o táxi abandonado aos fundos de uma empresa, com vestígios de sangue.

De acordo com a assessoria, o crime passou a ser tratado como latrocínio, uma vez que o aparelho celular, a carteira e a corrente de ouro da vítima foram roubados.  Nas investigações da equipe de Tangará da Serra, Talison foi identificado como autor do crime. Diante do levantamento, o delegado Edmar Faria Filho representou pela prisão do suspeito, decretada pela Justiça.

Após receberem informações de que o suspeito estava na cidade de Nova Marilândia, policiais de Tangará da Serra se deslocaram até o município, onde o localizaram.  Questionado sobre o aparelho celular da vítima, o suspeito confessou que vendeu para uma terceira pessoa pelo valor de R$ 100. Em continuidade as diligências os policiais conseguiram recuperar o aparelho.

Segundo o delegado, mesmo com a prisão do suspeito, as investigações continuam para identificar outros possíveis envolvidos no crime. 
 
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • totó
    15 Out 2017 às 22:08

    Crimes como esse e muitos outros por aí ocorre, porque o povo (criminoso) está perdendo medo nos rigores da lei,.

Sitevip Internet