Olhar Direto

Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Emanuel diz que acordo com governo evita crise e que projeto para licitação de PSM está pronto

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

09 Nov 2017 - 14:22

Foto: Carlos Gustavo Dorileo

Emanuel diz que acordo com governo evita crise e que projeto para licitação de PSM está pronto
O modelo de licitação para equipar o novo pronto-socorro de Cuiabá já está pronto para ser apresentado. A informação foi confirmada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) em entrevista no lançamento do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Osmar Cabral na manhã desta quinta-feira (9).

Leia mais 
Fávaro e Emanuel entram em acordo e emenda da bancada vai para custeio da saúde do Estado


Pinheiro que precisou recuar de cobrar os R$ 80 milhões da emenda da bancada federal por não ter apresentado um projeto de aquisição de equipamentos, acabou entrando em um acordo com o governo, que irá receber a verba.

O chefe do executivo declarou que o modelo do projeto de licitação está finalizado e que fez há dois dias uma visita na obra acompanhado do procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Mauro Curvo e do promotor de justiça Henrique Schneider representando o núcleo de patrimônio público.

“Fomos visitar as obras da nova sede do pronto-socorro de Cuiabá. No dia 16 teremos uma reunião no gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça para mostrar todo o projeto, a proposta que fizemos de licitação de equipamentos, mobiliários, modelo de gestão para submeter a parceria ao crivo do Ministério Público Estadual”, explicou.

O prefeito também afirmou que o passo seguinte é levar à obra a bancada federal, autora da emenda para visitar a obra e depois o governador Pedro Taques, com quem disse ter conversado e evitado a crise.

“Fizemos um consenso por Cuiabá e por Mato Grosso e evitamos a crise. Eu e o governador Pedro Taques sentamos na mesa e vamos agora distribuir os recursos de forma que ele seja investido na saúde pública de no município e no estado”, finalizou.

Em reunião no último fim de semana, o prefeito firmou um acordo com o governo para que um valor entre R$ 30 e 35 milhões das emendas conjuntas da bancada federal sejam destinados ao município e que o restante, cerca de R$ 50 milhões será pago pelo estado por meio de um convênio. Todo o dinheiro será usado para equipar o novo pronto-socorro.   
Sitevip Internet